Política

Edivaldo Holanda Júnior faz demissão em massa e exonera 84 trabalhadores da Educação

Foi confirmado na manhã desta terça-feira (26), os rumores que circulavam desde mês passado nos bastidores do poder público de São Luís sobre a demissão em massa de mais de 80 servidores da Educação.

Edivaldo Júnior enganou servidores e demite mais de 80 diretores.

Edivaldo Júnior enganou servidores e demite mais de 80 diretores.

A relação dos exonerados chegou a equipe de reportagem do Blog do Neto Ferreira; fonte ligada ao executivo municipal informou que cerca de mil pessoas já foram exoneradas da prefeitura como – por exemplo-, Saúde, SEMGOV e de outras Pastas.

Edivaldo Júnior exerceu dois mandatos consecutivos na Câmara Municipal, foi deputado federal e eleito no segundo turno para prefeito com 280.809 votos, o que corresponde a 56,06% dos votos válidos, pregou durante campanha não atingir funcionários com demissão em massa em sua gestão caso fosse eleito. O que é totalmente diferente nos dias de hoje.

O fato de Edivaldo Holanda Júnior exonerar mais de 80 trabalhadores mostra que seu slogan de campanha no termo “mudança” faz referência a exoneração do quadro de profissionais capacitados que tinham cargos de diretores bem como a única fonte de sustento o que gerou desespero em pais de famílias.

Tem casos que uma diretora bem avaliada pelo MEC com importantes projetos voltadas a questão educacional também foi escorraçada do cargo pela Secretaria Municipal de Educação, que informava o prefeito sobre a devasta que estava acontecendo.

A prefeitura de São Luís tentou alegar que as demissões aconteceram por questões de meritocracia: profissional não desenvolve um bom trabalho e acaba sendo retaliado com a exoneração ou então tendo uma remuneração menor do que os outros.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.