Poder

Advogado diz que tenente coronel Emerson seguiu ordens de um coronel do comando

O advogado Edilson Máximo, que representa o Tenente Coronel Emerson Farias, revelou em reportagem de Alex Barbosa, da TV Mirante (reveja a matéria completa), que seu cliente não tomou iniciativa única ao distribuir o Memorando que visava monitorar adversários políticos do governo Flávio Dino (PCdoB).

“Eu não to autorizado a falar a respeito desse caso, mas eu posso adianta pra vocês que o coronel Emerson em momento algum reduziu autorizou qualquer documento”.

Questionado pelo reporter sobre o envio do memorando, Máximo foi irônico: “como que um tenente coronel vai da ordem para um coronel?”.

O causídico disse, também, que no momento certo o militar se manifestará e declinará o nome de quem deu a ordem para que fosse distribuído o memorando.

Alex Barbosa indagou se a ordem partiu de cima. Na ocasião, o advogado disse que partiu de um coronel a Polícia Militar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.