Crime

Sargento é morto a tiros em Centro Novo do Maranhão

sargento_sena-325168

O sargento da Polícia Militar do Maranhão (PMMA) Emílio de Sena Batalha Filho morreu após ser vítima de tiros, na noite desse domingo, dia 18, durante um comício realizado no povoado Limão no município de Centro Novo do Maranhão. De acordo com informações, o sargento estava de folga e trabalhava no evento.

Ele estava atrás do palco quando foi atingido por quatro disparos de arma de fogo nas costas. O autor do crime estava acompanhado de um parceiro quando fugiu em uma motocicleta. A vítima foi levada ao hospital mais não resistiu.

Sargento Sena ingressou na Polícia Militar em 1993. Ele estava lotado na Companhia Independente de Zé Doca e era natural de Maracaçumé.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-prefeito de Centro Novo é condenado por improbidade

ma_07463_10_11

Domício Gonçalves da Silva

O juiz da Comarca de Maracaçumé, Rômulo Lago e Cruz, condenou o ex-prefeito do Município de Centro Novo do Maranhão, Domício Gonçalves da Silva, por não prestar contas de convênios celebrados com o Governo do Estado.

Domício firmou dois acordos com a Secretaria das Cidades e Desenvolvimento Urbano. Um foi no valor de R$ 220.931,87, objetivando a construção de 40 unidades habitacionais e o outro de R$ 99.543,21, com a finalidade de complementação das ações desenvolvidas pelo sistema de abastecimento de água.

Com a não prestação de contas do ex-prefeito, o Município de Centro Novo do Maranhão encontra-se inadimplente e impedido de celebrar qualquer outro convênio com os demais entes federativos.

Domício Gonçalves da Silva também teve os direitos políticos suspensos pelo período de três anos e deve pagar multa civil no valor correspondente a cinco vezes à remuneração mensal recebida à época dos fatos. Ele também está proibido de contratar com poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente.

a

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Centro Novo do Maranhão vai gastar mais R$ 1,4 milhão em combustíveis

00056

Prefeito Arnóbio Rodrigues

É impressionante os valores absurdos que os municípios maranhenses gastam com combustíveis. Os acordos milionários levantam dúvidas e questionamentos.

A lista das prefeituras que contratam a prestação de serviço com quantias exorbitantes é extensa. O Município de Centro Novo do Maranhão, por exemplo, adquiriu o serviço pela vultosa quantia  R$ 1.451.060,00 (hum milhão,quatrocentos e cinquenta e um mil e sessenta reais).

O contrato foi celebrado com a empresa M da S Lemos, no dia 5 de abril deste ano. O documento foi assinado pelo prefeito de Centro Novo do Maranhão, Arnóbio Rodrigues dos Santos.

A prestação de serviço visa o fornecimento de combustível automotivo para os veículos que servem a Prefeitura Municipal de Centro Novo do Maranhão, durante o exercício de 2016. Confira a resenha do contrato publicada no Diário Oficial do Maranhão:

1

2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Quadrilha arromba agência bancária em Centro Novo, mas sai sem nada

Seis homens armados tentaram roubar, na madrugada deste domingo (8) a agência do Bradesco da cidade de Centro Novo do Maranhão, a 208 quilômetros da capital maranhense. Este foi o 21º arrombamento a caixas eletrônicos registrados de 26 ataques realizados em 2016.

De acordo com informações, seis homens, ainda não identificados, chegaram até a agência de motocicleta, invadiram o posto bancário e tentaram arrombar o caixa eletrônico.

Como não conseguiram danificar o equipamento a ponto de levar o dinheiro fugiram roubando duas motos de moradores que passavam pelo local.

roubo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Locação de veículos irá custar R$ 2,1 milhões aos cofres de Centro Novo

Prefeito-Arnóbio-Rodrigues-e1417821049358

Prefeito Arnóbio Rodrigues

É de conhecimento de todos que os serviços que requerem maior atenção em cidades do interior do Maranhão, como a Educação e Saúde, estão completamente precários e abandonados, reflexos gerados por causa da má gestão de recursos públicos.

Um exemplo de desperdício de verbas é o caso da Prefeitura de Centro Novo do Maranhão, comandada por Arnóbio Rodrigues dos Santos que celebrou contratos milionários para locação de máquinas pesadas e outros tipos de veículos.

O valor total dos acordos contratuais é de R$ 2.134.320,00 milhões, segundo consta no Diário Oficial do Maranhão. Sendo que a empresa P.B.B Mendanha Eireli será agraciada com o montante de R$ 957.000,00 mil. Já a MP Empreendimentos Ltda-ME terá um lucro maior, uma vez que o celebrado entre ela e a gestão municipal é de R$ 1.177.320,00 milhão.

As máquinas pesadas e os carros de passeios atenderão às necessidades da Prefeitura e ficarão à disposição por 12 meses.

Enquanto isso, escolas, hospitais e vias públicas sofrem com o descaso e a falta de estrutura e dinheiro.

centro novo

Centro novo 1

Centro novo 2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Centro Novo do Maranhão gasta mais de meio milhão com realização de eventos

Arnóbio Rodrigues, prefeito de Centro Novo do Maranhão

Arnóbio Rodrigues, prefeito de Centro Novo do Maranhão

De maio a dezembro de 2015, a prefeitura de Centro Novo do Maranhão terá muitos eventos para realizar. Não se pode pensar outra coisa ao analisar o contrato celebrado entre a prefeitura e a empresa A Ribeiro Organizações e Publicidade ME.

O valor pago pela contratação da empresa para realização e eventos promovidos pelo município de Centro Novo é de R$ 772.000,00. Todos sabem que eventos não são baratos, que pela realização de uma formatura, casamento ou baile de debutante, algumas pessoas passam anos pagando prestações para terem o sonho realizado.

A prefeitura deve estar planejando algo grandioso para comemorar o aniversário da cidade ou de fato esses 7 meses serão bastante festivos na região.

Centro Novo do Maranhão é administrado pelo prefeito Arnóbio Rodrigues, que já esteve envolvido em alguns escândalos, como o abandono da educação no município, celebração de outros contratos milionários e uma denúncia na Controladoria-Geral da União (CGU).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito e secretários de Centro Novo do Maranhão são acusados de desviar R$ 288 mil da Saúde

Prefeito de Centro Novo do Maranhão, Arnóbio Rodrigues dos Santos.

Prefeito de Centro Novo do Maranhão, Arnóbio Rodrigues dos Santos.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação de improbidade contra o prefeito de Centro Novo do Maranhão, Arnóbio Rodrigues dos Santos, o secretário municipal de saúde, Gessiel Luiz Neres e o secretário municipal de administração e finanças, Ney Jorge Silva Passarinho, por irregularidades na aplicação de recursos provenientes do Fundo Nacional de Saúde (FNS). Ao cadastrar unidades de saúde falsas e realizar pagamentos indevidos, os gestores causaram prejuízo de R$ 288.000,00 aos cofres públicos.

Em 2010, o Departamento Nacional de Auditorias do Sistema Único de Saúde (Denasus) realizou auditoria em Centro Novo do Maranhão, para averiguar a aplicação dos recursos repassados ao município pelo FNS, entre janeiro de 2009 e maio de 2010, quando Arnóbio Rodrigues era o prefeito. Nesse período, o município recebeu R$ 2.992.993,26, que foram distribuídos em programas de saúde da família, saúde bucal, assistência farmacêutica e outros.

O relatório fornecido pelo Denasus apontou duas irregularidades na aplicação das verbas: cadastro de unidades básicas de saúde falsas e pagamentos irregulares a profissionais de saúde. A auditoria constatou que o secretário municipal de saúde, Gessiel Luiz Neres, cadastrou três unidades básicas de saúde fictícias no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde e no Sistema de Informação da Atenção Básica (CNES/SIAB). O cadastro das unidades “fantasmas” causou prejuízo de R$ 288.000,00.

O Denasus identificou ainda que a secretaria municipal de saúde realizou cadastro irregular de profissionais, no SIAB. “O cadastro de informações falsas no CNES/SIAB é estratégia de má-fé na gestão pública, com prejuízos diretos ao Sistema Único de Saúde e ao atendimento médico fornecido à população local”, destaca o procurador da República responsável pela ação, Juraci Guimarães Júnior.

Para o MPF, o secretário municipal de saúde Gessiel Neres foi o responsável pelo cadastro ilícito das unidades de saúde fantasmas, enquanto o prefeito Arnóbio Rodrigues e o secretário municipal de administração e finanças, Ney Jorge Silva, foram os responsáveis pelo pagamento ilícito aos profissionais de saúde, bem como corresponsáveis por receber recursos federais sabidamente indevidos.

Na ação, o MPF pede a condenação por improbidade administrativa, com ressarcimento do dano, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e aplicação de multa.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade / Poder

Três das piores notas do Enem estão no Maranhão

O Maranhão se destacou negativamente por ter três escolas entre as cinco de menor nota do país: em São Domingos do Azeitão, Olinda Nova do Maranhão e Centro Novo do Maranhão. Entre elas está a que obteve o menor desempenho, o Centro Educacional Aquiles Lisboa, em São Domingos, com média 383,71.

Ao todo, foram divulgadas notas de 206 escolas maranhenses das redes de ensino pública e privada.

De acordo com o MEC, apenas escolas com mais de 50% de participação e o mínimo de dez alunos foram consideradas, dando um total de 10.076 escolas. Entre as escolas maranhenses o melhor desempenho está nas unidades sediadas em São Luís. Das dez melhores, apenas duas não estão na capital. Em compensação, o pior desempenho do país também está no Maranhão, no Centro Educacional Aquiles Lisboa, em São Domingos do Azeitão, na região sul do Estado, que obteve nota 383,71.

Logo a seguir está uma escola do Piauí e a terceira pior escola avaliada no Enem é anexo 1 do Centro de Ensino José Maria de Araújo, em Olinda Nova do Maranhão, que obteve nota 393,52. A quinta pior colocação no país entre escolas públicas e privadas ficou com o Centro de Ensino Maria do Socorro Almeida Ribeiro, localizado em Centro Novo do Maranhão, com nota 394,55.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.