Poder

Ignorante, Amado Batista expulsa autoridades de palco em Grajaú

O cantor Amado Batista fez valer sua fama durante festa de aniversário de 202 anos do município de Grajaú, ocorrida no dia 29 de abril. Contratado para realizar um show durante as comemorações do aniversário da cidade, Amado Batista praticamente expulsou do palanque o prefeito de Grajaú, Capitão Otsuka (PT), o deputado Antônio Pereira (DEM), a 1ª Dama, dona Cláudia, a mãe do prefeito e secretário de Cultura, Jorge Guedes.

Deputado Antônio Pereira e o prefeito Otsuka antes de serem expulsos do palco pelo cantor.

Deputado Antônio Pereira e o prefeito Otsuka antes de serem expulsos do palco pelo cantor.

Tudo aconteceu após o discurso das autoridades. A organização do show informou que Amado Batista exigiu que autoridades se retirassem do palanque (palco) para começar a apresentação, em alusão ao aniversário de Grajaú. Amado alegou que foi contratado para realizar um show e não um showmício. Portanto, a presença das autoridades era um inconveniente para o cantor.

Inconformado com o que considerou uma afronta ao prefeito Capitão Otsuka, a seus familiares e às autoridades presentes, o secretário de Cultura, Jorge Guedes, ainda ensaiou uma discussão com Amado Batista e com os componentes da banda do cantor. De nada adiantou.

Amado só iniciou o show quando todos desceram do palanque e assistiram a apresentação junto com o povão. Para população, a forma como agiu o cantor e compositor foi classificado como cavalo batizado


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.