Maranhão

Funcionários da saúde não recebem salário há cinco meses em Cajari

Foto_ilustração de ação realizada em escola do município pela Secretaria de Saúde

Foto_ilustração de ação realizada em escola do município pela Secretaria de Saúde

Quando a gente acha que já viu de tudo no mundo, o Maranhão surpreende com mais uma daquelas invejáveis atitudes de uma administração pública fadada ao fracasso.

A 200km da capital, a cidade de Cajari passa por maus bocados na área da saúde. Hoje (30), os funcionários do hospital da cidade, Unidade Mista Maria da Paz Cardoso, completam cinco meses sem receber o salário.

A remuneração salarial é lei – 10.243/2001, assim como as formas de pagamento regidas nos artigos 457 a 467.

Contudo, parece que a atual secretária de saúde do município, Camyla Jansen, que se intitula futura candidata à prefeitura de Cajari, inclusive apoiada pelo atual gestor da cidade, Joel Dourado Franco, não sabe das leis e tão pouco das suas obrigações.

Ela e o marido, Capitão Walteir, fizeram uma reunião em sua residência, para conversar com os funcionários e informar que não conseguiriam pagar os salários até dezembro deste ano. Motivo? Só a cúpula deve saber, porque nos bastidores nada se comenta.

Outro fato curioso é que a secretária ainda pediu para que os mesmos funcionários, que não recebem nada desde fevereiro, trabalhassem de graça até o final do ano. Os que aceitaram nada receberão, ao que tudo indica.

Os que não concordaram com o desaforo foram demitidos e saíram pela porta da frente, “com uma mão na frente e outra atrás”.

Dizem que os funcionários que aceitaram a proposta, o fizeram por se sentirem coagidos pelo “manda chuva” da cidade, o digníssimo esposo da secretária, que também é cunhado do prefeito.

Só para lembrar, o Capitão Waltei desacatou o Juiz Osmar Gomes durante o Carnaval do ano passado em Cajari, e o mesmo foi transferido de Viana, onde não trabalhava, para outra cidade bem distante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.