Educação

Escolas de Cajari estão abandonadas

12784415_10208756282012251_1352014095_n

As escolas de taipas, denunciadas pela TV Globo durante o programa Fantástico, em 2014, continuam sendo uma triste realidade para os maranhenses.

Na zona rural do município de Cajari, em especial nos Povoados Regalo, Canarana e São João dos Costas, os alunos estudam em locais completamente sujos, deteriorados, sem estruturas físicas adequadas. Não tem cozinha e muito menos banheiro.

Segundo denúncias, uma escola é abrigada em uma igreja, que está sem receber o aluguel há dez meses, pois a gestão municipal não conseguiu construir um local digno para que os estudantes pudessem assistir às aulas.

Os professores, que também estão sujeitos a passar por essa situação humilhante, estão há seis meses sem receber o salário.

Um absurdo! É necessário que o Ministério Público tome alguma atitude em relação ao caso, pois a Prefeitura de Cajari abandonou a educação do município.

12736169_10208756282052252_652621013_n

12767287_10208756282212256_405957162_n

12767595_10208756282172255_2089053211_n

12784271_10208756282132254_276551831_n

12784580_10208756282332259_439367547_n


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Escolas são abandonadas pela Prefeitura de Cajari

Do Blog do Antônio Martins

dr-joel-e-esposa-300x200
As escolas municipais de Cajari, há 225 Km de São Luís, estado do Maranhão, estão na sua maioria, fechadas e sucateadas mesmo o prefeito da cidade, tendo recebido durante o ano de 2015, mais de 23 milhões de reais.

O Blog recebeu denúncias que os Povoados de Regalo, São João dos Costas e Coelho estão abandonados na área da educação e que as crianças tem que andar à pé e até mesmo se arriscarem em paus de arara.

A esposa do prefeito Joel Dourado (PRB), é Secretária Municipal de Educação, Valquíria Dourado, que recebeu todo este recurso federal para administrar a educação do município.

Veja abaixo, fotos da real situação das escolas e os valores repassados pelo governo federal no ano de 2015.

cajari-escola-2-e1452631471298

CAJARI-escola-e1452631457148


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Funcionários da saúde não recebem salário há cinco meses em Cajari

Foto_ilustração de ação realizada em escola do município pela Secretaria de Saúde

Foto_ilustração de ação realizada em escola do município pela Secretaria de Saúde

Quando a gente acha que já viu de tudo no mundo, o Maranhão surpreende com mais uma daquelas invejáveis atitudes de uma administração pública fadada ao fracasso.

A 200km da capital, a cidade de Cajari passa por maus bocados na área da saúde. Hoje (30), os funcionários do hospital da cidade, Unidade Mista Maria da Paz Cardoso, completam cinco meses sem receber o salário.

A remuneração salarial é lei – 10.243/2001, assim como as formas de pagamento regidas nos artigos 457 a 467.

Contudo, parece que a atual secretária de saúde do município, Camyla Jansen, que se intitula futura candidata à prefeitura de Cajari, inclusive apoiada pelo atual gestor da cidade, Joel Dourado Franco, não sabe das leis e tão pouco das suas obrigações.

Ela e o marido, Capitão Walteir, fizeram uma reunião em sua residência, para conversar com os funcionários e informar que não conseguiriam pagar os salários até dezembro deste ano. Motivo? Só a cúpula deve saber, porque nos bastidores nada se comenta.

Outro fato curioso é que a secretária ainda pediu para que os mesmos funcionários, que não recebem nada desde fevereiro, trabalhassem de graça até o final do ano. Os que aceitaram nada receberão, ao que tudo indica.

Os que não concordaram com o desaforo foram demitidos e saíram pela porta da frente, “com uma mão na frente e outra atrás”.

Dizem que os funcionários que aceitaram a proposta, o fizeram por se sentirem coagidos pelo “manda chuva” da cidade, o digníssimo esposo da secretária, que também é cunhado do prefeito.

Só para lembrar, o Capitão Waltei desacatou o Juiz Osmar Gomes durante o Carnaval do ano passado em Cajari, e o mesmo foi transferido de Viana, onde não trabalhava, para outra cidade bem distante.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Vereadora aliada do prefeito de Cajari recebe o Bolsa-Família

Um dos principais programas oriundo do governo Lula, o Bolsa-Família que contribui significativamente na redução da pobreza de milhões de famílias, virou uma onda de desvio onde pessoas que não possuem perfil perante lei, são beneficiados de forma ilegal pelo Governo Federal.

A exemplo disto, é o caso da vereadora da cidade de Cajari, Ana Clara de Melo Santos (PMN), de 44 anos, que deve ser denunciada por perceber o beneficio, mesmo com uma renda acima do exigido para ter direito ao recurso.

Aliada politica do prefeito Dr. Joel (PRB) e eleita pela Coligação “Cajari Não pode Parar 2” com 272 votos, ela atualmente recebe salário acima de hum mil, mais verba de gabinete e ajuda de custo, na Câmara Municipal de Cajarí.

A fraude no beneficio que integra o Plano Brasil Sem Miséria (BSM), é bastante questionado pelo fato do vereadora receber o valor mensal pela Câmara, e ter sido cadastrada?

Ana Clara que, diga-se de passagem, é um dos casos que devem ser apontados pela controladoria por está fora da lei, já que a funcionária têm renda acima de R$ 140, sendo esse o valor máximo permitido.

Mesmo a prefeitura tendo acesso a ficha financeira quanto ao cadastro da parlamentar, compactuou com a irregularidade afrontando o Decreto 5.209/2004, que proíbe políticos eleitos de receberem oBolsa-Família.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.