Cidade

Trabalho mal feito pela CAEMA deixa Vila Goreht em estado precário

A Vila Goreht encontra-se localizada em baixo da ponte Bandeira Tribuzzi e sofre com sérios problemas de infraestrutura causado por um buraco aberto que após alguns serviços da CAEMA não foram fechados.

O buraco no momento está vazio, no entanto moradores alegam que a CAEMA foi ao local fazer uma manutenção na rede de reabastecimento e depois do buraco feito ninguém mais voltou para fazer a pavimentação da área.

“Esse problema não está muito tempo, no entanto ja prejudicou muitos moradores. Quando cheio, há casos de pessoas que já pegaram até dengue por conta da água parada, motoristas e pilotos ficam preocupados em passar por medo de ficarem presos no buraco, pois quando está cheio ninguém te noção da profundidade”, relata uma moradora.

Além da falta de infraestrutura apresentadas por buracos e poças de lama, os habtantes denunciam a falta de comunicação na região por causa dos furtos da fiação de internet e telefone fixo, o que deixam muitos reféns ao uso de celulares. A insegurança no local, também, causa pavor aos moradores.

A CAEMA nunca se pronunciou a respeito do problema causado, o que se conclui que a precariedade do local não será solucionado tão cedo.

Buraco causado pela obra da CAEMA em duas épocas: Cheio e seco.

Buraco causado pela obra da CAEMA em duas épocas: Cheio e seco.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Sobrinho do presidente da Caema morre em acidente automobilísto

b32e215238a36fd8a9fa1e3f15eef9bf

O jovem Ubirajara Ribeiro Junior, de 24 anos que é sobrinho do presidente da Caema João Moreira Lima, faleceu na madrugada desta quinta-feira (6), vítima de acidente de trânsito.

Ubirajara estava com a namorada , em um veículo Golf de cor prata de placa OIW-7400 e, após tentar ultrapassar um outro carro modelo Fiesta de placa NXO-7620, perdeu o controle numa curva e bateu fortemente contra um poste na Avenida dos Africanos.

Ubirajara morreu instantes depois do acidente. Já a namorada dele está gravemente ferida. O corpo de Ubirajara está sendo velado na Pax União, Centro de São Luís.

 

9565dc256cebee4905e31897d5088359

5e31b7912f5fd8ca7b313c360587b555


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Boa parte de São Luis ficará sem água amanhã (13)

bc23e8e31790156a18cdf8ea55763171_LUma manutenção será realizada nesta quarta-feira (13), das 6h às 18h, ocorrendo o desligamento dos sistemas Italuís e Sacavém, deixando bairros de São Luís sem água. A medida prejudicará o abastecimento de água nas regiões do Turu, Centro, São Francisco, Itaqui-Bacanga, São Cristovão e outros.

Segundo informações da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), a previsão de retorno do bombeamento de água será às 18h30.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Diretor da Caema tenta explicar o inexplicavel

Depois das diversas manifestações ocorridas nos últimos dias, em decorrência da constante falta de água em bairros da capital, o diretor da Caema tentou se justificar com mais blá blá, apresentou algumas melhorias que segundo ele já estão sendo feitas pelo órgão e pronto. Só muito óleo de peroba…

Veja a nota da Caema:

diamante031 (1)

O presidente da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), João Moreira Lima, informou nesta terça-feira (24), que o problema do desabastecimento de água que atingiu a região central de São Luís já foi solucionado pela equipe técnica do órgão. A afirmação foi feita durante entrevista coletiva realizada, na tarde desta terça-feira (24), na sede do órgão, no Centro.

Também presentes os diretores de Operação, Manutenção e Atenção ao Cliente, Cristovam Teixeira Filho; de Engenharia e Meio Ambiente, José Ribamar Fernandes; e de Gestão Administrativa, Financeira e de Pessoas, Ivana Colvara de Sousa.

Segundo João Moreira Lima, o desabastecimento ocorrido nas últimas semanas teve, entre outras causas, problemas técnicos no reservatório que abrange bairros na área da Ponta d’Areia ao Angelim, e a quebra dos dois principais registros de manobra da Zona 1, que abrange bairros do Centro até João Paulo. Em virtude de problemas intempestivos no abastecimento foi necessário trabalhar com manutenções corretivas, como a realizada no dia 19 deste mês.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Caema deixa esgoto a céu aberto em São Luís

A Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) deixou um esgoto a céu aberto na Avenida Jerônimo de Albuquerque, próximo da feira da Cohab, em São Luís.

O buraco a céu aberto em uma das principais avenidas da capital trouxe um grande transtorno a comerciantes e donos de lojas.

“Já estamos cansado de ligar pra Caema, eles só dizem que vem ajeitar e nada. Só vão dar um jeito nesse buraco quando acontecer o pior”, disse funcionaria de uma loja na Cohab.

Além dos empresários, motoristas reclamam da inoperância da Caema que acaba afetando o fluxo de carros na avenida.

“Isso é um perigo para nós motoristas, pois quando chove não dar pra saber a profundidade do buraco e pode acontecer o pior”, disse o motorista Lourival Neto.

Para tentar evitar acidentes, os próprios comerciantes colocaram um cone para alertar os motoristas, conforme ilustra as imagens abaixo e acima.

02 Avenida


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

População de Bacuri sofre sem abastecimento de água

Não é apenas na periferia de Sao Luís que os problemas de abastecimento de água e esgotamento sanitário são motivos de reclamações. Em Bacuri (há 520 quilômetros de São Luís), populares entraram em contato com a equipe do Blog do Neto Ferreira e denunciaram o sofrimento de praticamente um ano com a falta de água.

Ainda segundo uma morador, as cobranças de taxas chegam religiosamente nas residências de Bacuri, do qual é cobrando serviços não prestados pela Caema.

O pior de tudo é que as denúncias já são do conhecimento da Caema, porém, problemas não foram resolvidos. Para não ficar sem os banhos diários  moradores estão pagando por tonéis de água. Uma lástima!


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Penhorado R$ 400 mil da Caema para garantir abastecimento

A 3ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão manteve penhora eletrônica de R$ 400 mil contra a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema), que desde 2006 descumpre determinação da Justiça para regularizar o fornecimento de água potável em Sucupira do Norte.

João Moreira Lima, presidente da Caema.

João Moreira Lima, presidente da Caema.

A determinação é para que seja providenciada a perfuração de poços artesianos, visando regularizar o fornecimento de água do município, conforme ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público Estadual.

A decisão da 3ª Câmara Cível do TJMA mantém, parcialmente, a condenação de juízo de 1º Grau que, além da penhora, fixou também multa diária de R$ 25 mil por descumprimento da tutela antecipada, que determinou a perfuração de dois poços de 250m de profundidade, além de estação de tratamento de água, a reposição, substituição, reforma ou instalação das estruturas necessárias para o abastecimento adequado à população. A multa pelo descumprimento da determinação gira hoje em torno R$ 32 milhões.

O relator do processo, desembargador Stélio Muniz, ressaltou a insustentabilidade da multa processual. “É público e notório que a Caema é uma empresa deficitária, com dificuldades de investimentos e captação de recursos, tendo rede estrutural e de serviços deficiente, notadamente pelos constantes rompimentos no sistema Italuís, cuja manutenção e ampliação tem sido alvo de várias notícias na imprensa, nos últimos tempos”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Maranhão

Colinas: Caema é obrigada a regularizar fornecimento de água e suspender cobrança

A pedido do Ministério Público, a Justiça concedeu liminar em Ação Civil Pública determinando que a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema) regularize, no prazo de 40 dias, o fornecimento de água no município de Colinas. A decisão judicial prevê ainda a suspensão do pagamento da tarifa pelos consumidores da cidade, a partir de novembro, até a solução definitiva do problema.

Em caso de descumprimento, a Caema será obrigada a pagar multa no valor de R$ 10 mil por dia até o limite de R$ 500 mil. A medida foi tomada pelo juiz Marcelo Matos e Oka em ação de autoria da promotora de justiça Letícia Teresa Sales Freire, titular da Promotoria de Colinas.

No procedimento, a representante do Ministério Público relata que o problema da falta d’água atinge a cidade há muito tempo e que alguns bairros chegam a passar meses sem o abastecimento. Segundo a promotora, a situação não poupa nem os prédios públicos, como o Fórum, a Promotoria, a Câmara de Vereadores, a Delegacia, hospitais e escolas. “Todos padecem diariamente com a falta do fornecimento de água, serviço essencial à manutenção da vida e da saúde pública”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Cidade

Caema prejudica centenas de moradores do Cohajap

Esgoto causa prejuizos no Cohajap.

Esgoto causa prejuizos no Cohajap.

A companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (CAEMA), comandada pelo engenheiro João Reis Moreira Lima, está colocando em risco a saúde e o patrimônio de centenas de pessoas – inclusive crianças e idosos – residentes na avenida principal do Cohajap, nas proximidades do Condomínio Turim.

Há mais de trinta anos, a comunidade reclama a solução do problema de esgotos que estouram todas as semanas, e despejam fezes e outros dejetos em via pública. Estudos técnicos encomendados pelos moradores constataram que a solução seria a substituição de 200m da antiga tubulação, que é de apenas 110mm.

Os moradores reclamam que adoecem e acumulam prejuízos com o descaso. O empresário Manoel Dutra, de 62 anos – que viu o neto muito doente por causa do esgoto – vai vender a casa e mudar para um lugar menos imundo. Já a dona de casa Rosário Viana, de 59 anos, reclama que caiu num buraco de esgoto, sem tampa, e teve que ser internada em hospital. A buraqueira também toma conta do conjunto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.