Crime

Acusado de participar da trama que matou Décio Sá é preso mais uma vez

IMG-20170504-WA0088

Um dos envolvidos na morte do jornalista Décio Sá, em abril de 2012, Fábio Aurélio do Lago e Silva, o Buchecha, foi preso novamente pela Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos – DRFV, nesta quinta-feira (04).

Ele foi apresentado na sede da Secretaria de Segurança Pública, em São Luís.

Segundo a polícia, Buchecha faz parte de uma associação criminosa na comercialização de veículos de luxo clonados (veículos roubados de outras cidades ostentando placas falsas). A quadrilha já vinha sendo investigada desde o início do ano.

Essa é a segunda vez que Buchecha é preso. A primeira foi em fevereiro de 2017 acusado pelo mesmo crime.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Caso Décio Sá: Fábio “Buchecha” é solto pela Justiça

Blog do Luis Pablo

Fábio Buchecha

Fábio Buchecha

Acaba de ser solto pela Justiça, Fábio Aurélio do Lago e Silva, o “Buchecha” – que, segundo a polícia, ajudou na operacionalização do assassinato de Décio Sá, por trabalhar para José Raimundo Sales Chaves Júnior, o “Júnior Bolinha”, apontado como um dos mandantes do crime. A decisão foi do juiz José Costa, da 1ª Vara do Tribunal do Júri da Comarca de São Luís.

José Costa é o quarto magistrado a conduzir o caso e, curiosamente, está a apenas 20 dias na nova função. Mais curioso ainda, é que o juiz foi contra a decisão do magistrado Márcio Brandão, que negou duas vezes Habeas Corpus a “Buchecha” e é conhecedor do processo.

Na semana passada, José Costa recebeu a visita do presidente do Sindicato dos Jornalistas, Douglas Cunha, que tem pedido o empenho da justiça no julgamento dos envolvidos na morte do jornalista. Mas lamentavelmente o juiz, ao que parece, decidiu não ajudar.

Com a soltura de “Buchecha”, já é o segundo arrolado no crime de Décio Sá que tem liberdade concedida através de um Habeas Corpus. O primeiro a ser solto foi o capitão da Polícia Militar do Maranhão, Fábio Aurélio Saraiva Silva, o “Fábio Capita”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.