Poder

MP propõe ordenamento de trânsito em local de cortejo da Banda Bandida

A partir do próximo domingo, 15, durante o desfile da Banda Bandida,
só deverão ter livre acesso à Península da Ponta d’Areia veículos de
moradores e de hóspedes dos hotéis da área. O acesso ao local estará
restrito a partir das 15h e somente será liberado após o término da
festa, previsto para às 21h. A decisão foi tomada na manhã desta
quinta-feira, 12, em reunião proposta pelos promotores de Justiça José
Cláudio Cabral Marques e Cláudio Alberto Gabriel Guimarães, realizada
na sede provisória das Promotorias de Justiça de São Luís (Cohama).

Além dos promotores de Justiça do Ministério Público do Maranhão,
participaram da reunião representantes da Banda Bandida, Raimundo
Garrone e Milton Gadelha; do Trapiche, Ricardo Pororoca; da Blitz
Urbana, Victor Hugo, e uma representante da Secretaria Municipal de
Trânsito e Transporte (SMTT).

Para ter livre acesso à Península da Ponta d’Areia, basta que o
morador apresente qualquer comprovante de residência, a exemplo de
contas de luz, água ou telefone.

A medida tem o propósito de ordenar o trânsito no local, evitando
transtornos, depredação das calçadas e poluição sonora provocada por
som automotivo. O cortejo da brincadeira reúne centenas de foliões nos
finais de semana. A Banda Bandida desfila a partir das 17h.
“Faremos esta primeira experiência neste domingo (15). Depois,
aplicaremos as devidas adequações”, informou o promotor de Justiça
Cláudio Cabral.

Quanto ao som provocado pela Banda Bandida, o promotor de Justiça
Cláudio Guimarães afirmou que a brincadeira não causa poluição sonora
porque durante o desfile só utiliza instrumentos acústicos, sem
amplificação.

A audiência foi motivada por diversas reclamações de moradores do
bairro relativas à passagem da banda no último domingo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.