Política

Confira o voto dos deputados do Maranhão na denúncia contra Temer

A maioria da bancada do Maranhão na Câmara dos Deputados votou, na noite desta quarta-feira (25), pelo arquivamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. De acordo com a Secretaria da Câmara, 11 deputados maranhenses votaram pelo arquivamento, enquanto outros seis parlamentares se manifestaram a favor do prosseguimento da denúncia no Supremo Tribunal Federal (STF).

A única deputada maranhense que não compareceu à votação foi Luana Costa, do PSB, que se manifestou a favor do prosseguimento da denúncia na primeira votação contra Temer.

A segunda votação contou com a presença de 486 deputados: foram 251 votos a favor do relatório, 233 contra e duas abstenções. Houve 25 ausências. Com o resultado, a Câmara não aprova a admissibilidade para que o STF investigue Temer.

A denúncia

No dia 14 de setembro, o ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot apresentou ao STF a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer. Em junho, Janot já havia denunciado o presidente pelo crime de corrupção passiva. Desta vez, Temer foi acusado de liderar uma organização criminosa desde maio de 2016 até 2017.

De acordo com a denúncia, o presidente e outros membros do PMDB teriam praticado ações ilícitas em troca de propina, por meio da utilização de diversos órgãos públicos. Além de Temer, foram acusados de participar da organização os integrantes do chamado “PMDB da Câmara”: Eduardo Cunha, Henrique Alves, Geddel Vieira Lima, Rodrigo Rocha Loures, Eliseu Padilha e Moreira Franco. Todos os denunciados negam as acusações.

Com o resultado de hoje, o processo fica parado enquanto Michel Temer estiver no exercício do mandato de presidente da República, ou seja, até 31 de dezembro de 2018.

Votaram pelo SIM (arquivamento da denúncia):

Aluísio Mendes (Podemos)
André Fufuca (PP)
Cléber Verde (PRB)
Hildo Rocha (PMDB)
João Marcelo Souza (PMDB)
José Reinaldo (PSB)
Junior Marreca (PEN)
Juscelino Filho (Democratas)
Pedro Fernandes (PTB)
Sarney Filho (PV)
Victor Mendes (PSD)

Votaram pelo NÃO (prosseguimento da denúncia):

Eliziane Gama (PPS)
Julião Amin (PDT)
Rubens Pereira Júnior (PC do B)
Waldir Maranhão (Avante)
Weverton Rocha (PDT)
Zé Carlos (PT)

Ausente

Luana Costa (PSB)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tema tenta se promover em acordo feito pela bancada maranhense na Câmara

tema-2

O prefeito do município de Tuntum e presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem), Cleomar Tema, tem divulgado por toda a imprensa do Maranhão que foi o único responsável pela conquista da Medida Provisória, que permite parcelar o pagamento dos recursos referentes ao ajuste do Fundeb 2016.

Na verdade, o parcelamento do débito foi, também, uma vitória das bancadas do Maranhão, Bahia, Ceará e Paraíba, que estavam sendo prejudicados com o corte da verba do Fundeb feito pela União.

O presidente da Famem ajudou nas negociações.

Somente no Maranhão, do governo e de prefeituras, o corte ia ser de R$ 224 milhões. Já do Ceará, Bahia e Paraíba, a União iria cortar R$ 164 milhões, R$ 70 milhões e R$ 35 milhões.

A devolução deverá ser dividida entre 10 a 12 parcelas.

Portanto, Cleomar Tema não é o protagonista desta conquista, como vem se posicionando até o momento.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Saiba como votaram os maranhenses no processo de cassação de Cunha

????????????????????????????????????

A Câmara dos Deputados aprovou com 450 votos a cassação do deputado afastado Eduardo Cunha (PMDB‐RJ). Foram registrados 10 votos contra e 9 abstenções. Para a perda do mandato, seriam necessários os votos da maioria absoluta dos membros da Câmara, 257 votos.

A sessão teve início nessa segunda, dia 12, mas avançou pela madrugada de terça, dia 13. Cunha é o sétimo deputado a ter o mandato cassado pelo Plenário na história na Câmara.

Dos deputados federais presentes da bancada maranhense, praticamente todos votaram a favor da cassação de Eduardo Cunha, exceto Alberto Filho (PMDB) que resolveu abster‐se. André Fufuca (PP), licenciado do mandato de deputado, não pôde votar na sessão de cassação. Junior Marreca (PEN) não compareceu à sessão.

dep_fed_maranhenses-323602-1

Os dez deputados que votaram contra a cassação de Cunha foram Carlos Marun (PMDB‐ MS); Paulo Pereira da Silva (SD‐SP); Marco Feliciano (PSC‐SP); Carlos Andrade (PHS‐RR); Jozi Araújo (PTN‐AP); Júlia Marinho (PSC‐PA); Wellington (PR‐PB); Arthur Lira (PP‐AL); João Carlos Bacelar (PR‐BA); e Dâmina Pereira (PSL‐MG). Os nove deputados que se abstiveram foram Laerte Bessa (PR‐DF); Rôney Nemer (PP‐ DF); Alfredo Kaefer (PSL‐PR); Nelson Meurer (PP‐PR); Alberto Filho (PMDB‐MA); André Moura (PSC‐SE); Delegado Edson Moreira (PR‐MG); Mauro Lopes (PMDB‐MG); e Saraiva Felipe (PMDB‐MG).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

André Fufuca deixa bancada maranhense na Câmara Federal

AndreFufuca2

O deputado federal André Fufuca oficializou a sua saída da coordenação da bancada federal do Maranhão.

O parlamentar está licenciado de suas funções na Câmara Federal.

Por meio de nota, o deputado afirmou que o seu ciclo na função chegou ao fim e que tem a certeza que cumpriu o seu dever.

Confira a nota:

Meus amigos,

Inicialmente eu gostaria de oficializar minha saída da coordenação da bancada federal. Como é sabido por todos, estou de licença das funções de deputado federal e acredito que meu ciclo na função deve chegar ao fim.

Nesses meses em que tive a oportunidade de coordenar os trabalhos da bancada maranhense, cresci não apenas como político, mas como pessoa. Sou muito grato a todos por cada momento que, juntos, pudemos trabalhar e trazer melhorias para o nosso estado, o nosso querido Maranhão.

Hoje tenho a certeza do dever cumprido. Vou levar no currículo não apenas a honra de ser o mais jovem coordenador de bancada do meu país, mas com muitas conquistas para o nosso estado.

Está na hora de sobrevoar novos caminhos e desvendar outros horizontes. E a vontade que me impulsionou ao cargo de coordenador da bancada agora me alça a aceitar novos desafios, como a liderança do meu partido no estado e a preparação para as eleições que se aproximam em 2016 e 2018.

Graças a Deus a vaidade que a muitos consome em mim não recebe guarita. Deixo o cargo e torno a dizer, com a sensação do dever cumprido e sabendo que mesmo fora da coordenação, muito ainda posso fazer por nosso estado, que tanto amamos.

Espero que os colegas entendam minha decisão e que conduzam ao cargo um novo coordenador, ou coordenadora, que tenha êxito na tarefa de nos manter unidos e coesos.

Todo time vencedor vez ou outra precisa trocar a braçadeira de capitão para seguir vencendo. E nós somos um time vencedor.

Viva o Maranhão e vamos em frente.

André Fufuca


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.