Crime

Três índios estão internados em estado grave em São Luís

cimi

Três índios continuam internados em hospital de São Luís nesta terça-feira (2), após o conflito no Povoado Bahias, em Viana, registrado no domingo (30). O confronto entre fazendeiros e indígenas gamela está sendo investigado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SSP-MA).

Um indígena teve traumatismo craniano, outro está com uma fratura exposta na região das mãos e o terceiro está com uma bala alojada no corpo, fratura na costela e ferimentos graves. De acordo com o Conselho Indigenista Missionário (Cimi), pelo menos 13 índios foram feridos.

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF-MA) pediu à Polícia Federal (PF) que dê segurança aos indígenas atacados por fazendeiros.

Leia a nota divulgada, ontem, pelo governo do Estado:

Sobre a lamentável violência ocorrida no povoado Bahias, município de Viana, o Governo do Maranhão informa que: A Polícia Militar do Maranhão atuou imediatamente no último domingo (30) após ter conhecimento do conflito entre moradores da região e um grupo que reivindica reconhecimento como povo Gamela, evitando assim uma tragédia maior.

A PM permanece no local com reforço do efetivo; Durante o confronto, sete pessoas ficaram feridas, sendo cinco gamelas e dois não-gamelas.

Um dos gamelas teve fratura exposta nas mãos, foi operado e continua internado. Dos sete feridos, três permanecem internados;

Equipes da Polícia Civil foram imediatamente encaminhadas ao local e a Secretaria de Estado de Segurança Pública já instaurou inquérito para investigar as condições em que o conflito ocorreu. Equipe da Secretaria de Direitos Humanos e Participação Popular também está sendo deslocada para a área em conflito;

O Governo do Estado encaminhou ofício ao Ministério da Justiça, pois compete ao Governo Federal definir se as terras em questão são indígenas ou não.

Do Imirante


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Criminoso fica queimado após tentar atear fogo em carro da OI

img-20161004-wa0064

Um homem identificado como Pedro Wilson Morães, 19 anos, foi preso hoje (04) pela Polícia Militar após tentar incendiar um carro da empresa de telefonia OI na última sexta-feira (30), na Vila Embratel.

Segundo informações policiais, Wilson jogou gasolina no interior do veículo, ao atear fogo fora surpreendido pelas chamas e teve partes do corpo queimadas.

O incendiário foi apresentado na tarde desta terça-feira (04), na sede da Secretaria de Segurança Pública juntamente com 3 detentos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas acusados de mandar realizar os ataques em São Luís.

Os presos foram identificados como Charles da Luz (Pinduca), Idenilson Pereira dos Santos (Piolho), Ailton Oliveira Frões (Canalha).

img-20161004-wa0063


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

SSP divulga procurados por ataques

Após os ataques a coletivos na noite desta quinta-feira (29), na região metropolitana de São Luís, foram identificados suspeitos de participarem dos atos criminosos de forma direta e indiretamente.

Qualquer informação que possa ajudar na identificação dos mesmos, pode ser repassado para o número do 190 de contato do Disque denúncia: 3223 5800 e ainda para o 190 (Ciops).

bandidos


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Presos suspeitos de ataque a ônibus em São Luís

montagem-327487

Foto: Ingrid Renata e José Ribamar foram presos com os adolescentes suspeitos de tentar incendiar ônibus no Bairro de Fátima.

Durante operação da Polícia Militar do Maranhão (PMMA), na noite de ontem, dia 27, no Bairro de Fátima, em São Luís, foram presos um casal e aprendidos dois adolescentes suspeitos de envolvimento na tentativa de incêndio a ônibus na região. Por volta das 23h, os policiais receberam informação de que os suspeitos estavam abrigados em uma residência na Travessa Dagmar Desterro, no Bairro de Fátima.

No local, foram presos José Ribamar Rocha Alves Lima, 40 anos, e Ingrid Renata Carvalho da Silva, 23 anos. Também foram apreendidos os adolescentes J.F.L., 17 anos e D.S.O. 15 anosOs adolescentes assumiram a autoria do crime e aparecem nas filmagens do coletivo. A tentativa de incêndio a ônibus no ponto final do Bairro de Fátima ocorreu volta das 19h. De acordo com a ocorrência, os criminosos não conseguiram incendiar o veículo porque perderam a caixa de fósforos. Eles ainda levaram a renda do coletivo.

Renata, dona da casa onde os demais suspeitos estavam escondidos, teria recebido a ordem de dentro da penitenciária, e repassado aos menores. Ela é esposa de um detento conhecido como ‘Coelho’. José Ribamar e o filho J.F.L. estavam fugindo da Vila Conceição/Altos do Calhau.

Após buscas na casa, todos foram conduzidos para a Superintendência Estadual de Investigação Criminal (SEIC) e autuados em flagrante por associação criminosa/tentativa de incêndio/roubo. Com o grupo foram encontradas uma motocicleta Bros de placa MVV 4132, dois capacetes, dois celulares e R$ 34,00.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Ordem dos ataques partiu de Pedrinhas e acusados são apresentados pela Polícia

1463765245-987369584

A Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP­MA) apresentou, na tarde desta sexta-­feira (20), os acusados de comandar os ataques a ônibus em São Luís, que começaram na noite de ontem. Pelo menos sete veículos foram incendiados em vários bairros da capital. Segundo a polícia, 12 pessoas foram presas e dois menores apreendidos.

Destes, cinco já estavam no presídio e, mesmo assim, são acusados de participação nas ações criminosas. Segundo a cúpula da PM, líderes de facões comandaram de dentro do Complexo Penitenciários os ataques. “Alguns têm ligação com a quadrilha que realizou ataques semelhantes a dois anos. Estes criminosos sentirão o poder da força da Segurança”, ressaltou o secretário de segurança, Jefferson Portela.

Ele falou ainda que as prisões devem continuar, mesmo com identificação dos autores intelectuais. Estas informações, segundo a polícia, foram levantadas pela investigação e apresentadas ao Poder Judiciário ainda na manhã desta sexta. Portela se reuniu com dois juízes da Vara de Execuções Penais para solicitar a imediata emissão do mandado de prisão em flagrante dos suspeitos.

“Esses criminosos foram presos na ocasião do primeiro evento, há dois anos, e deveriam permanecer presos. Querem implantar o mesmo clima de terror que houve em 2014, mas isso não será aceito”, afirmou.

NOMES DOS ACUSADOS DE LIDERAR ATAQUES

Dentro da cadeia
Wandeley Moraes (Paiakan)
Carlos César Viegas (Carlito)
Henrique Borges Chagas (Black)
Eliakim Davila Machado (Sadrak)
Leandersson Nonato dos Santos (Léo Pirento)

Fora da cadeia
Welington José Almeida
Benta Azevedo Souza
Rayan Vitor Nogueira
Janilson Nunes Ribeiro
Bruno Sá Pereira
Alciane Pereira Brandão

Do Estadão


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sindicato dos Rodoviários nega recolhimento total da frota de ônibus

onibus
No começo da tarde desta sexta-feira (20), o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviários do Maranhão (Sttrema), Isaías Castelo Branco, afirmou por meio de nota, que não haverá paralisação total da frota de ônibus na capital.

Três linhas já foram retiradas de circulação: João de Deus, Coroadinho e Sol e Mar, na ordem de ataque ocorrido desde a manhã de hoje. O presidente disse que “Se continuar os ataques serão recolhidos os carros.

Todas as linhas que forem sendo atacadas nós vamos recolhendo”, e comentou sobre os boatos de recolhimento total às 18h30 de hoje “Essa decisão ainda não foi tomada, porque ainda vamos nos reunir na tarde deste sexta-feira, com a Secretaria de Segurança Pública no Palácio dos Leões, para decidirmos se faremos ou não o recolhimento.

Veja a nota na íntegra:

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão informa que após reunião entre o Presidente e demais diretores da entidade no final da manhã desta sexta-feira, ficou definido que a proporção que mais ônibus forem atacados, a frota da linha em questão será recolhida e os veículos levados para as garagens, até que a situação seja normalizada na grande São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Mundo

Cantora maranhense comenta sobre os ataques na França

Cantora maranhense, Anna Torres, se emociona ao falar da tragédia ocorrida em Paris.

Cantora maranhense, Anna Torres, se emociona ao falar da tragédia ocorrida em Paris.

A cantora maranhense, Anna Torres, relata que o marido esteve na rua próxima a casa de eventos Bataclan, em Paris, pouco tempo antes dos ataques terroristas, na última sexta-feira (13).

“Meu marido estava na rue de Charonne uma hora antes de acontecer o atentado e ele teve que voltar para casa porque nós tínhamos a festa de aniversário da nossa filha no sábado, mas graças a Deus ele voltou. Voltou a tempo e em vida para festejarmos os seis aninhos da nossa filha”, diz.

Anna, que já se apresentou na casa de espetáculos que foi palco de diversos shows em sua história iniciada no Século 19, chorou ao ver o teatro isolado após o banho de sangue.

“Nós aqui na França realmente estamos em estado de douleur, de luto nacional por toda essa barbárie, todo esse absurdo que aconteceu, esse massacre”, contou.

Até o momento, os atentados terroristas reivindicados pelo Estado Islâmico deixaram 129 mortos e 352 feridos


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.