Poder

Secretário da Juventude do governo Temer é denunciado no Maranhão

assis_filho

O secretário nacional de Juventude do governo Michel Temer, Francisco de Assis Costa Filho, foi denunciado pela Promotoria de Justiça da Comarca de Pio XII, por peculato, falsidade ideológica, falsificação de documentos e participação em uma organização criminosa responsável por desviar dinheiro dos cofres públicos por meio de nomeações de funcionários fantasmas pagos pelo Município de Pio XII.

O Ministério Público diz que Assis Filho exerceu, no intervalo de quatro meses, seis funções na Prefeitura de Pio XII, entre 2014 e 2016. A denúncia mostra que em maio de 2016, Assis Filho aparecia na folha de pagamento do município nos cargos de secretário de Cultura, professor e procurador-geral do município. A denúncia foi feita em janeiro de 2017.

Além de Assis Filho, a denúncia aponta 47 pessoas, entre elas o ex-prefeito Paulo Roberto Sousa Veloso, o ex-secretário municipal de Administração, Antonio Roberval de Lima, o ex-secretário municipal de Finanças, Melquizedeque Fontenele Nascimento, a ex-secretária de Educação, Iara Adriana Araujo Portilho, o ex-procurador municipal, Michel Lacerda Ferreira, a ex-primeira dama Lucilene dos Santos Veloso.

O Ministério Público do Maranhão (MP-MA) identificou que a organização criminosa praticava diversos delitos como peculato e falsificação de documentos. A denúncia foi ajuizada pelo titular da Comarca de Pio XII, promotor de justiça Francisco Thiago Rabelo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Encontro promovido por Adjunto de Carlos Filho acaba em 'quebra-quebra'

Assis Filho é adjunto de Carlos Filho

Assis Filho é adjunto de Carlos Filho

Era para ser somente um Encontro da Juventude do JPMDB, mas o evento foi marcado por pancadaria e troca de farpas entre os militantes do partido no município de Governador Nunes Freire, no último final de semana.

A confusão foi grande no XIII Encontro do FEJMA, promovido pelo vereador licenciado de Pio XII e secretário Adjunto de Carlos Filho na Juventude, Assis Filho (PMDB).

No último final de semana, 400 integrantes do (JPMDB) do Maranhão se reuniram em assembleia geral para discutir alguns pontos sobre a questão da juventude no estado. Encontro esse que durou apenas alguns minutos sendo cancelado pelo Secretariado e Colegiado do Fórum Estadual de Juventude, em virtude do desentendimento do secretário Adjunto de Carlos Filho, com membros e lideres de juventude

A briga começou quando Assis Filho que estava descontrolado interrompeu de forma deselegante a fala de vários lideres do JPMDB. Foi o suficiente para o “quebra-quebra” começar. De um lado, a maioria dos arruaceiros ligados ao secretário Adjunto de Juventude do governo Roseana Sarney.

De acordo com informações repassadas ao blog, Assis Filho conseguiu que fosse custeado através da Casa Civil 24 ônibus, cada qual no valor de R$ 3,5 mil, diárias em hotel, além de outros gastos estrondosos com o evento. Veja abaixo imagens do quebra-quebra:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Encontro promovido por Adjunto de Carlos Filho acaba em ‘quebra-quebra’

Assis Filho é adjunto de Carlos Filho

Assis Filho é adjunto de Carlos Filho

Era para ser somente um Encontro da Juventude do JPMDB, mas o evento foi marcado por pancadaria e troca de farpas entre os militantes do partido no município de Governador Nunes Freire, no último final de semana.

A confusão foi grande no XIII Encontro do FEJMA, promovido pelo vereador licenciado de Pio XII e secretário Adjunto de Carlos Filho na Juventude, Assis Filho (PMDB).

No último final de semana, 400 integrantes do (JPMDB) do Maranhão se reuniram em assembleia geral para discutir alguns pontos sobre a questão da juventude no estado. Encontro esse que durou apenas alguns minutos sendo cancelado pelo Secretariado e Colegiado do Fórum Estadual de Juventude, em virtude do desentendimento do secretário Adjunto de Carlos Filho, com membros e lideres de juventude

A briga começou quando Assis Filho que estava descontrolado interrompeu de forma deselegante a fala de vários lideres do JPMDB. Foi o suficiente para o “quebra-quebra” começar. De um lado, a maioria dos arruaceiros ligados ao secretário Adjunto de Juventude do governo Roseana Sarney.

De acordo com informações repassadas ao blog, Assis Filho conseguiu que fosse custeado através da Casa Civil 24 ônibus, cada qual no valor de R$ 3,5 mil, diárias em hotel, além de outros gastos estrondosos com o evento. Veja abaixo imagens do quebra-quebra:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.