Crime

Lojas e bancos são arrombados no centro comercial de São Luís

Três estabelecimentos comerciais e três agências bancárias foram arrombados durante a madrugada desta segunda-feira (23), no centro comercial de São Luís. As ocorrências foram registradas na Rua da Paz, Rua do Sol e Rua Grande, importantes vias do comércio na capital.

Em uma das lojas os bandidos conseguiram arrombar a porta que estava cercada por uma grade de ferro e levaram alguns produtos de dentro do estabelecimento. Os equipamentos de segurança da loja não foram capazes de inibir os criminosos. Após o incidente, o alarme do estabelecimento disparou e a segurança privada que presta serviço ao local chegou, mas não conseguiu localizar os bandidos.

As agências bancárias também foram alvo dos criminosos durante a madrugada. Na Rua da Paz a agência do Itaú, os bandidos enrolaram uma pedra em um pedaço de pano e atiraram contra a vidraça para conseguir entrar no local. O alarme do local disparou com a tentativa de furto dos bandidos que conseguiram levar apenas um monitor, conforme foi informado pela segurança que presta serviços na agência.

Os bandidos arrombaram a agência do Bradesco da Rua do Sol, que teve suas vidraças quebradas. Durante a ação, os bandidos levaram alguns objetos que estavam dentro do local, mas não conseguiram levar dinheiro. Ainda no centro comercial da capital, outra agência do Bradesco na Rua Grande foi arrombada pelos criminosos. Não foi informado o que foi levado do local.

A Polícia Militar esteve no local e realizou o registro das ocorrências. Nesta segunda (23), as lojas do centro comercial de São Luís não abrem em função do Dia do Comerciário. Já as agências bancárias funcionam normalmente.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Marcelo Tavares solicita segurança de vida para o jornalista Luis Cardoso

O deputado Marcelo Tavares (PSB) prestou solidariedade da tribuna da Assembleia, na sessão desta segunda-feira (11), ao jornalista e blogueiro Luis Cardoso, que teve sua casa arrombada neste fim de semana e de onde foi levado um conjunto de documentos. “Acho que esse conjunto de documentos deve comprometer um determinado grupo de pessoas. Eu não sei exatamente o que é, mas quero deixar aqui a minha solidariedade”, afirmou.

Deputado Marcelo Tavares.

Deputado Marcelo Tavares.

Segundo o deputado, essa é uma situação que todos nós devemos ficar atentos, porque diz respeito à liberdade de expressão no país, e a internet mudou muito a comunicação nos últimos anos de uma forma muito rápida. “Há algum tempo os jornalistas que corriam muitos riscos eram aqueles de rádio ou de outro jornal. Hoje, sem nenhuma dúvida, os profissionais da informação que mais correm risco de vida são os blogueiros, porque o processo de informação é muito rápido”, observou.

De acordo com Marcelo Tavares, como hoje não há mais limites para a veiculação das informações, pois o que você coloca aqui em São Luís no mesmo minuto pode ser lido no mundo inteiro, isto faz com que aqueles que são contra a liberdade de expressão passem a atentar contra a vida de jornalistas, principalmente jornalistas independentes como é o Luis Cardoso.

“Luis Cardoso tem a solidariedade do Bloco de Oposição, que entende que a liberdade de expressão não é só garantir o direito que os jornais, que as rádios, que as televisões têm de publicar determinada matéria. Agora é também a necessidade primordial de se garantir a vida daquele profissional. Mais ou menos há um ano, o Maranhão viveu um momento parecido com a morte do blogueiro Décio Sá. E agora, mais uma vez, algo estranho vem cercando um profissional da comunicação”, advertiu Marcelo Tavares.

Marcelo afirmou que até onde ele sabe a questão que relaciona esse episódio envolvendo o jornalista Luis Cardoso é muito maior do que aquele que era denunciado por Décio Sá. “Na minha ótica, se aquilo tem realmente alguma relação, o risco de vida que Luis Cardoso corre é muito grande porque, realmente, é um assunto bastante melindroso. Eu entendo que cabe a secretaria de Segurança, cabe ao governo do Estado garantir a vida desse profissional da imprensa, que eu entendo que está ameçada”, defendeu.

Os deputados Edilázio Júnior (PV) e Rigo Teles (PV), em aparte, endossaram as palavras de solidariedade do deputado Marcelo Tavares ao jornalista Luis Cardoso. “A secretaria de Segurança deve uma resposta o quanto antes à sociedade. Doa a quem doer, esperamos que esse caso seja elucidado o quanto antes, porque nós não podemos mais viver nessa insegurança, principalmente os jornalistas”, apelou Edilázio Júnior.

“Recentemente, no Estado de Minas gerais, mataram um jornalista. Com certeza o secretário Aluisiso Mendes vai dar resposta à sociedade o mais rápido possível. Esta forma de calar a boca dos jornalistas e blogueiros não pode mais acontecer. Nos parlamentares desta Casa vamos dar todo o apoio necessário ao secretário de Segurança para que ele desvende mais esse caso”, declarou Rigo teles.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Seic investiga invasão na casa do jornalista Luis Cardoso

Porta da sala arromabada

Porta da sala arromabada

O jornalista Luís Cardoso esteve na manhã desta segunda-feira (11), na Seic (Superintendência Estadual de Investigações Criminais), a fim de relatar o fato ocorrido no fim de semana.

Meu pai, Luís Cardoso, me telefonou por volta das 23h10 relatando que houve uma invasão e eu imediatamente me desloquei ao encontro dele. No momento, várias coisas me passaram pela cabeça como – por exemplo -, a execução do amigo blogueiro Décio Sá.

Garrafas de uísque no corredor da residência

Garrafas de uísque no corredor da residência

Já temos a certeza de onde veio à tentativa de homicídio ou de intimidação. Seja lá o que for, o que não podemos fazer é nos calar diante a bandidagem que aterroriza a imprensa não só do Maranhão, mas em todo Brasil.

A Seic por meio do delegado Augusto Barros e a Secretaria de Segurança Pública já estão sabendo do arrombamento e uma investigação foi iniciada.

Estranhamente, foi levado apenas um dossiê do empresário do ramo atacadista, Ilson Mateus, que continha informações sobre seu crescimento profissional.

O que mais chama atenção é que além do jornalista não está em casa, quem entrou na residência, entrou com a única intenção: apagar provas concretas.

Ao que parece, quem invadiu não estava com intenção de apenas subtrair o dossiê.

Chave de fenda foi abandonada pelos bandidos no terraço..

Chave de fenda foi abandonada pelos bandidos no terraço..

Tela do computador danificada

Tela do computador danificada

 


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.