Poder

Sydnei Pereira participa do Seminário Novos Gestores em Brasília

pereira-anajatuba

Entre os dias 09 e 11 do mês em curso, o prefeito reeleito de Anajatuba, Sydnei Pereira, juntamente com todos os demais municipalistas eleitos da Região Nordeste(2017/2020), participou do Seminário Novos Gestores, realizado no Centro Internacional de Convenções do Brasil, no Setor de Clubes Esportivos Sul, em Brasília.

Na sua quarta edição, o evento promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), teve como objetivo aproximar a entidade dos prefeitos eleitos e reeleitos para auxiliá-los na sua gestão. Além de diálogos com os técnicos da CNN, vários painéis temáticos sobre os desafios da gestão municipal dos próximos anos foram realizados.

Sydnei comentou o conhecimento absorvido e a importância do seminário. “Esse evento é de suma importância para qualquer gestor, haja vista que aqui nos foi apresentado um conjunto de sugestões administrativas em áreas chaves da administração pública, como Saúde, Educação, Meio Ambiente e Saneamento. Sem contar ainda com o conhecimento repassado, pois com as dificuldades decorrentes da queda de arrecadação, o gestor municipal que não se planejar, que não se articular para enfrentar esses contratempos, será um forte candidato a não fazer uma boa gestão”, evidenciou Sydnei Pereira.

O prefeito anajatubense decidiu participar do evento, por entender que a cada dia a administração pública se renova. “Quero uma Anajatuba mais promissora, por isso jamais poderia deixar de participar deste seminário de tamanha magnitude não só para os novos gestores, mas para consolidar tudo aquilo que já vivenciamos enquanto estamos na frente da administração municipal. Com certeza ajudará e muito aquele gestor que precisa e deve fazer seu planejamento”, finalizou.

O prefeito Sydnei também aproveitou a viagem para visitar a sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, objetivando tentar resolver as questões das obras paradas no município, por conta de algumas empresas contratadas pela gestão anterior, que sumiram mesmo depois de receber parte do dinheiro.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação

Prefeito de Anajatuba recebe ônibus escolar do governo

2016-10-17-photo-00002056

O resultado obtido nas urnas pelo prefeito de Anajatuba – Sydnei Pereira no último dia 02 – evidencia o sucesso do trabalho que vem sendo desencadeado. No entanto, ciente de que muito ainda precisa ser feito pelos seus conterrâneos, o prefeito não tem descansado visando conseguir mais e mais melhorias aos anajatubenses.

E na manhã de segunda-feira(17), no auditório do Palácio Henrique de La Roque, mas um importante passo para continuar propiciando melhorias foi dado. O prefeito Sydnei, juntamente com outros 43 gestores municipais – esteve participando da solenidade de entrega de 44 “Ônibus Rural Escolar” doados pelo Governo do Estado.

Para o prefeito Sydnei, que estava bastante satisfeito em fazer parte da lista dos agraciados, esse é mais um grande passo que o Governo do Estado dá para ajudar na elevação dos índices das cidades maranhenses. Ainda de acordo com o gestor, “o veículo vai ajudar muito alunos das localidades mais distantes”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sydnei Pereira é ovacionado pela população de Anajatuba

thumbnail_img-20161005-wa0049

A população de Anajatuba comemorou em grande estilo a vitória do prefeito Sydnei Pereira (PCdoB), no último domingo (2). Mais de 4 mil pessoas foram às ruas comemorar o resultado das urnas. A celebração da vitória do comunista, sem sombras de dúvida, foi a maior na história política de Anajatuba. Sydnei conquistou 6.123 votos (39,62%) e garantiu o comando da Prefeitura do município, pelos próximos quatro anos.

Sydnei Pereira assumiu a Prefeitura de Anajatuba, pela primeira vez, em agosto de 2015, quando o então prefeito, Helder Lopes Aragão, foi afastado do cargo, mediante determinação judicial, por envolvimento em fraudes no município, que lesaram os cofres públicos em quase R$ 14 milhões. Com o afastamento, Sydnei, que era o vice-prefeito, assumiu a chefia do poder executivo municipal de Anajatuba. Mas, cinco dias depois, o prefeito afastado conseguiu retornar ao posto.

Dois meses depois, em outubro, Helder Lopes Aragão foi afastado em definitivo da Prefeitura, após ser preso pela Polícia Federal durante a Operação Attalea, que desarticulou a quadrilha que fraudava processos licitatórios e desviava recursos públicos federais do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). O esquema criminoso foi denunciado por Sydnei Pereira.

Com a coragem e iniciativa que teve de denunciar a corrupção que havia se instalado na gestão do antigo gestor, Sydnei Pereira conquistou o respeito e a admiração dos anajatubenses.  O prefeito eleito foi ovacionado pela população, após a divulgação do resultado das eleições.

thumbnail_img-20161005-wa0038


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Acusado de explodir banco em Anajatuba é preso

IMG-20160707-WA0016

Na manhã desta quinta-feira (07), a Polícia Militar e o Centro Tático Aéreo (CTA) prenderam um dos suspeitos de participar do roubo ao banco de Anajatuba, na última terça-feira (05).

Um dos integrantes da quadrilha que assaltou a agência pegou um ônibus da Cisne Branco no Povoado Areal que faz linha para São Luís para tentar se evadir do local, mas logo os passageiros desconfiaram do comportamento do homem, que jamais foram visto naquela região.

Ao perceber a atitude suspeita, o motorista acionou a polícia, e quando o veículo chegou em Anajatuba, um policial militar entrou no coletivo, o indivíduo então fez um passageiro refém e desceu do ônibus saindo pela rua até chegar na beira de um matagal nas proximidades do Bairro São Raimundo.

O bandido soltou o refém identificado como Gilberto e adentrou numa área de matagal alagada, em seguida foi identificado por um popular e preso pelos policiais.

A agência bancária de Anajatuba foi explodida na última terça-feira (05). Um dos suspeito morreu em confronto com a polícia (relembre).

IMG-20160707-WA0018


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Criminosos explodem agência bancária em Anajatuba

2016-07-05-photo-00000008

Um assalto a uma agência do banco Bradesco em Anajatuba terminou com um dos suspeitos mortos. O caso aconteceu às 2h30 desta terça-feira (5).

A agência, localizada no Centro da cidade, foi explodida por criminosos. Ao todo, segundo informações da PM-MA, oito homens participaram da ação, usando quatro motocicletas e armados com fuzis e armas calibre 12 e ponto 40. Os bandidos conseguiram levar uma quantia ainda não revelada.

Após a explosão, policiais militares da cidade solicitaram reforço das Companhias Independentes de Itapecuru-Mirim (MA) e outros municípios vizinhos. Os suspeitos fugiram em direção ao povoado Afoga, o que facilitou que eles fossem interceptados num caminho sem saída.

Em confronto, alguns dos bandidos ficaram feridos, e ainda assim conseguiram fugir do local; e um foi morto, identificado como Jeferson Luan Sampaio da Cruz, natural de Pedro II (PI).

Nenhum morador ficou ferido durante a perseguição. A PM-MA realiza buscas pelos suspeitos. Até as 7h20, ao menos um dos suspeitos ainda não identificado foi detido, mas a participação será investigada. À polícia, ele alegou que foi feito refém pela quadrilha. Três motocicletas e pistolas ponto 40 e calibre 12 foram apreendidas.

thumbnail_IMG-20160705-WA0021

thumbnail_IMG-20160705-WA0026


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Câmara de Anajatuba aceita denúncia para cassar vereadores

a3d40569630bc988a8cc4df906dcefd5

Na manhã de hoje(22), por 6 X 2, os vereadores de Anajatuba aceitaram a denúncia formulada pelo Ministério Público para cassar os mandatos do prefeito afastado – Hélder Aragão e dos vereadores Ednilson dos Santos e Álida Maria Mendes dos Santos. O trio, acusado do desvio de quase R$ 14 milhões de reais, foi preso no dia 20 de outubro do ano passado, e desde então se encontra afastado dos seus respectivos cargos.

Em clima de muita tranquilidade, muito embora a população tenha lotado o plenário, os vereadores Saulo Fabiano Carvalho, Luís Fernando Soares Mendes, o Fernando da Colônia, Claudio Gama, Marcelo Santos Bogea, Domingos Albino Bezerra e Ana Cristina Moreira Costa, Cristina do Sindicato votaram pelo recebimento da denúncia, enquanto a vereadora Maria Celeste de Freitas, ex-líder do governo e o vereador João Pereira de Aragão, irmão do prefeito, votaram contra.

Logo após o resultado, os vereadores Marcelo Bogea, Cristina do Sindicato e Saulo Machado foram escolhidos para integrar a Comissão que irá elaborar o relatório e submeter ao plenário do Legislativo Municipal.

Na representação assinada pelo promotor de Justiça Carlos Augusto Soares, todos são acusados de improbidade administrativa, por fraudar contratos e licitações firmados entre a Prefeitura de Anajatuba e as empresas de fachada “A-4”, “Vieira & Bezerra”, “Construtora Construir” e “M A Silva Ribeiro”, de propriedade de Fabiano de Carvalho Bezerra e Antônio José Fernando Júnior Batista Vieira.

O prefeito e seus assessores foram postos em liberdade no dia 13 de dezembro do ano passado, por determinação do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, após aceitar fazer uso de tornozeleira eletrônica, situação em que se encontram até a presente data.

O Blog já havia divulgado o requerimento do Ministério Público protocolado contra os gestores. (Reveja)

IMG-20160401-WA0010

IMG-20160401-WA0011


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Promotor de Justiça pede a cassação de vereadores de Anajatuba

A Promotoria de Justiça de Anajatuba protocolou uma representação em face de Helder Lopes Aragão, prefeito afastado do Município; Álida Maria Santos Sousa, ex-secretária de Educação; e Ednilson Santos Dutra, ex-secretário de Administração.Os três são envolvidos no esquema de desvios de verbas no Município de Anajatuba.

Em outubro do ano passado, a Polícia Federal desarticulou a quadrilha que desviava os recursos públicos. A ação resultou com a prisão de Hélder e outros envolvidos no esquema.  Hélder Aragão já havia sido afastado,no mês de agosto, do cargo de prefeito por inúmeras irregularidades e ilegalidades na realização de processos licitatórios, que teriam resultado no desvio verbas públicas.

Álida e Ednilson continuam exercendo seus respectivos cargos de vereador e a Promotoria pede a cassação dos mandatos , além da condenação  do prefeito afastado, Hélder Aragão, que deixou a prisão no mês de dezembro do ano passado.

Os envolvidos no esquema deverão responder pelos crimes de desvio de recurso públicos, organização criminosa, fraude em licitações, lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa e passiva.

Diante da representação do Ministério Público, a Câmara de Vereadores de Anajatuba se reuniu no fim da tarde desta sexta-feira (1°), a fim de deliberar sobre a denúncia, por meio de votação.

IMG-20160401-WA0011

IMG-20160401-WA0010


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Anajatuba tinha mais de 1.200 alunos fantasmas

A Polícia Federal, Ministério Público Federal, entre outros, val receber o resultado da auditoria realizada nos últimos 12 meses na gestão do ex-prefeito Helder Lopes Aragão nas escolas da rede municipal.

Os dados, estarrecedores, diga-se de passagem, evidencia uma fraude no Censo Escolar de 2015, que ocasionou ao erário público, pasmem, um prejuízo de nada mais nada menos que R$ 3.186.853,32(três milhões cento e oitenta e seis mil oitocentos e cinquenta e três reais e trinta e dois centavos). De acordo com o diagnosticado, 1.252 alunos fantasmas foram enxertados no relatório encaminhado ao Ministério da Educação.

É oportuno salientar que R$ 2.545,41(dois mil quinhentos e quarenta e cinco reais e quarenta e um centavos) é o valor anual pago por cada aluno, sem contar, ainda, que os dados do censo também servem como referência para o repasse para bancar transporte e merenda escolar, além da aquisição do material didático, desta feita, certamente, esse prejuízo ultrapassa a casa dos R$ 5 milhões de reais.

As maiores distorções foram detectadas nas Unidades Integradas Adalgisa Mendonça Lopes(povoado Olho d’ Água), professor Sebastião Marinho de Paula(povoado Afoga), Eudâmida Pinheiro Lopes(povoado Perimirim), Marco Dutra Pinheiro Lopes(povoado Bacabal), além das escolas municipais poeta João do Vale(povoado Ribeirão) e Elza Correia dos Santos(povoado Cumbi).

O ex-prefeito Aragão, preso no dia 20 de outubro na operação denominada “Attalea” da Polícia Federal realizada nas cidades de Anajatuba e São Luís, cumprindo mandado do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, foi posto em liberdade no último dia 11, após aceitar fazer uso de tornozeleira eletrônica.

Helder e seus comparsas, entre eles, os secretários de administração e educação do município, respectivamente, Edinilson dos Santos Dutra e Álida Maria Mendes Santos Sousa, os dois últimos ainda presos, são acusados de participarem de uma organização criminosa que fraudava licitações e desviava recursos públicos do município, conforme conclusões decorrentes das investigações efetivadas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco) do MPMA.

Ele foi afastado do cargo pelo prazo de 90 dias através de determinação da 3ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça no último dia 9 de outubro. Vale ressaltar que, embora seja advogado, ao que tudo indica o mesmo não respeita muito menos tem qualquer temor ao ordenamento pátrio vigente, pois além dessas acusações, juntamente com os filhos, uma nova prisão para o prefeito afastado deverá sair a qualquer momento.

Além dos crimes atribuídos a ele, enquanto gestor municipal, mesmo sendo advogado, evidenciando não ter temer nada e nem ninguém, incluindo, assim, o ordenamento jurídico vigente, enquanto causídico, Helder Aragão vem sendo investigado pela Polícia Judiciária como líder de uma quadrilha suspeita de uma fraude de R$ 15 milhões de reais no DPVAT, juntamente com outros familiares e funcionários.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Bomba! Deputado estadual é investigado pela Polícia Federal

Deputado estadual, Eduardo Braide.

Deputado estadual, Eduardo Braide.

A Polícia Federal juntamente com o Ministério Público Federal (MPF) investigam o deputado estadual, Eduardo Braide, desde 2014, segundo documentos obtidos com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira.

Em 17 de março de 2014 foi encaminhado ao então superintendente regional da Polícia Federal, Cristiano Barbosa Sampaio, a requisição do MPF para instaurar inquérito contra o deputado estadual.

O nome do parlamentar, que é líder do maior bloco da Assembleia Legislativa, apareceu no relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras – COAF, órgão federal, que fiscaliza verbas federais que são destinadas às administrações estaduais e municipais.

A Procuradoria Regional da República da 1ª Região, órgão com autonomia para investigar parlamentares, com base no relatório do COAF, afirma que Eduardo Braide supostamente praticou crimes com dinheiro público.

“Cuida-se de Relatório de Inteligência Financeira nº 11595, encaminhado pelo COAF a esta subscritora, dando conta de movimentações financeiras atípicas perpetradas por Deputado Estadual do Maranhão. Ante o exposto, por tratar-se de autoridade que detém prerrogativa de foro por função perante o Tribunal Regional Federal da 1ª Região,imperioso reconhecer a atribuição desta Regional para atuar no caso em análise” declarou a procuradora regional da República, Raquel Nascimento.

Essa investigação iniciou quando o COAF encaminhou relatórios sigilosos para o Ministério Público Federal, que abriu inquérito em parceria com a Polícia Federal para apurar desvios de verbas federais destinadas a Prefeitura de Anajatuba.

Braide foi apontado no bojo do relatório pelas suas movimentações atípicas e teve dois ex-assessores de seu gabinete, Fabiano de Carvalho Bezerra e José Antônio Machado de Brito Filho, o Zé Filho, ambos presos na operação Attalea, que desarticulou uma organização criminosa (Ocrim) com atuações em prefeituras.

Em contato com o Blog, a assessoria do parlamentar encaminhou cópias de certidões de órgãos estadual e federal negando que ele seja alvo de investigação, no entanto documentos exibidos abaixo revelam a existência da investigação por supostos crimes de movimentações financeiras atípicas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Política

Prefeito de Anajatuba ficará preso no Corpo de Bombeiros

O prefeito de Anajatuba, Helder Lopes Aragão (PMDB), foi transferido da Penitenciária de Pedrinhas para o Corpo de Bombeiros do Maranhão, em São Luís, na noite desta quinta-feira (29). A Justiça acatou o pedido da defesa do prefeito alegando que ele como advogado deve ficar em prisão especial. Helder está preso desde o dia 20 de outubro pela Operação Attalea.

Pelo Estatuto da Advocacia, Lei nº 8.906/94, é direito do advogado “não ser recolhido preso, antes de sentença transitada em julgado, senão em sala de Estado Maior, com instalações e comodidades condignas e, na sua falta, em prisão domiciliar”.

Recentemente a ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, também ficou presa por uma semana no mesmo alojamento.

Esquema
O desvio de dinheiro público estimado em R$15 milhões no município de Anajatuba foi o primeiro caso de destaque no quadro ‘Cadê o dinheiro que estava aqui?’, do ‘Fantástico’, da TV Globo, em novembro de 2014.

A reportagem mostrou que quatro empresas contratadas pela prefeitura do município – de 25,2 mil habitantes segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) – receberam juntas R$ 9 milhões. O dinheiro foi desviado, e quem descobriu a falcatrua foi o vice-prefeito, Sydnei Costa Pereira. (DO G1MA)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.