Poder

Alunos do Pitágoras entram na justiça para garantir o direito de colar grau

Alunos do último período de Ciências Contábeis da Faculdade Pitágoras podem não colar grau por falhas apresentadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), que impediu que os acadêmicos concluíssem a carga horária necessária das disciplinas interativas, que contam como atividades complementares obrigatórias.

A coordenação do curso, representada pelo professor Ricardo Henrique da Rocha Oliveira, foi comunicada no dia 17 de junho deste ano sobre o problema. Os alunos alegam que mesmo ciente dos problemas, os coordenadores da instituição não apresentaram nenhuma solução à problemática; muito pelo contrário, diziam que não poderiam fazer nada.

Inconformados com a situação e preocupados em não colar grau, os alunos prejudicados pela instituição de ensino entraram na Justiça para garantir os seus direitos. Várias ações foram impetradas pela Defensoria Pública do Estado e Advogados particulares contra a faculdade Pitágoras de São Luis; uma dessas ações contando com mais de 30 autores.

Na última quarta-feira (20), o diretor da faculdade, Joell Oliveira, compareceu à Defensoria Publica do Estado e informou que a instituição não tinha interesse em prejudicar os alunos e que o problema seria resolvido até esta sexta-feira (22).  O diretor também compareceu à Defensoria Pública do Consumidor e lá chegou a dizer que o problema não era da faculdade e sim dos alunos. A declaração revoltou ainda mais os acadêmicos.

Abaixo, seguem as provas dos alunos.

ERROS AVA (4)

ERROS AVA (1)

DOC 1

DOC 6


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.