Poder

Deputado Aluísio Mendes declarou R$ 3,2 milhões em patrimônio

Candidato a reeleição, o deputado federal Aluísio Mendes (PODEMOS), aumentou o seu patrimônio em R$ 1.243.635,16 milhão em 4 anos.

Segundo dados divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Mendes ao se candidatar pela primeira vez ao cargo de deputado federal em 2014 declarou que possuía R$ 2.026.635,63 milhões em bens.

Já em 2018, tentando garantir a sua permanência no cargo, o parlamentar afirmou ao TSE que tem R$3.270.270,79 milhões em patrimônio pessoal.

Entre os bens declarados, tem duas casas avaliadas em R$423.500,00 mil e R$ 108 mil, três apartamentos, um de R$251.836,43 mil, outro de R$ 121 mil e o mais caro de R$ 515.433,79 mil, duas cadernetas de poupança, sendo uma de R$78.160,29 mil e outra de R$28.700,15 mil, além de outros investimentos.

Alista completa dos bens de Aluísio Mendes pode ser vista abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Veja Aluísio Mendes vazando informações da PF para Fernando Sarney

Aluísio Mendes ao lado de Fernando Sarney.

Alvo de denúncias sobre pagamento de R$ 131 mil em diárias em hotel de luxo em São Luís com verba parlamentar, o ex-secretário de Segurança Pública e atual deputado federal, Aluísio Mendes (PODE-MA) já foi acusado de vazar informações da operação Boi Barrica, em benefício ao grupo Sarney.

À época, Mendes era segurança do ex-presidente da República, José Sarney, e foi um dos principais personagens do inquérito da PF, que tinha como figura central o dono do Sistema Mirante de Comunicação, Fernando Sarney.

Em gravações autorizadas pela Justiça, a PF descobriu diálogos em que Mendes alerta Fernando que um dos motoristas dele, Marcos Antônio Bogéa, estava sendo seguido pelos investigadores.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso aos diálogos interceptados e irá divulgá-los.

Uma das conversas gravadas entre Fernando e Aluísio mostra o quanto o empresário estava desconfiado do cerco da PF contra o motorista.

No mesmo diálogo, o deputado orienta o irmão de Roseana Sarney como Marco deveria se preparar para uma abordagem policial. “Porque, se tem algum colega teu, podia ir lá ver o que está acontecendo”, diz Fernando Sarney

“É…é isto que estou vendo. Eu tô ligando para um colega meu agora. Ele na caixa postal. Tem um delegado amigo meu de lá. Mas eu não tou conseguindo. Deixei dois recados agora na caixa postal dele”, afirma Mendes.

“Como ele não tem conhecimento nessa área, o cara pode dizer: você vai com a gente e ele acaba indo, né? Se dá uma pressão, dá uma ladeira nele e ele vai acabar. Entendeu? Então, alguém só para orientar. Dizer: se vocês querem conversar com ele, vocês intimem”, explica o deputado.

Em outro diálogo, Mendes diz que já descobriu que o carro usado na campana do motorista de Fernando Sarney era mesmo da Polícia Federal como os dois suspeitavam. “Não, não. Só pra te dizer: liguei lá agora. Estão lá, os três. Estão lá, num carro preto, na porta do prédio”, conta Fernando Sarney.

“Eu já peguei até a placa para levantar, para ver se é mesmo do DPF [Departamento de Polícia Federal]” afirma Mendes.

O processo que envolvia todos os alvos, inclusive o deputado, que foi apontado por vazamento de informação, foi arquivado pelo Tribunal Regional Federal.

No Maranhão, o delegado que comandava as investigações sobre o caso foi exonerado do cargo e o agente federal Danilo dos Santos foi afastado e preso por vazamento de informações. Mas contra o agente aposentado Alusío Mendes nada aconteceu.

Em nota encaminhada ao Blog do Neto Ferreira, o deputado federal afirma que não foi aberto sequer processo administrativo, e, que apenas foi ouvido como testemunha do referido caso.

“Nunca foi aberto processo administrativo pela Policia Federal contra Aluísio Mendes acerca desse fato pois não foram encontrados indícios mínimos da participação dele, conforme parecer do MPF e da justiça Federal acima. Aluísio Mendes só foi ouvido como testemunha, sequer foi indiciado ou denunciado.”

aluisio1

aluisio2

aluisio3

aluisio40002

aluisio5


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aluísio Mendes tem imóvel em São Luís, mas já gastou R$ 131 mil em diárias no Hotel Luzeiros

thumbnail_IMG-20170823-WA0085

O ex-secretário de Segurança Pública do Maranhão e atual deputado federal, Aluísio Mendes (Pode-MA), vem fazendo uma verdadeira farra de diárias com dinheiro público.

Em consulta ao site da Câmara dos Deputados, o Blog do Neto Ferreira apurou que no período de fevereiro de 2015 a agosto de 2017, o deputado usou irregularmente a verba parlamentar para pagar despesas pessoais no Hotel Luzeiros, localizado na Ponta do Farol, em São Luís. O gasto foi de R$ 131.740,42 mil.

Mendes possui um imóvel na capital maranhense, mas optou em alugá-lo. Desse modo, aumenta o seu rendimento financeiro e usa o dinheiro público para se hospedar no hotel 5 estrelas.

De acordo com a Câmara Federal, em 2015, o deputado usou R$ 39.048,73 mil da cota parlamentar em hospedagens no luxuoso hotel. Em 2016, o gasto foi maior, foi usado R$ 60.615,77 mil em diárias, e, em 2017, Mendes já pagou R$ 32.075,92 mil para o Hotel Luzeiros.

O descaso com o dinheiro público é tão grande, que o parlamentar chegou a pagar R$ 4 mil em apenas uma diária em janeiro de 2015 (reveja).

Se Aluísio Mendes tivesse alugado um apartamento em um bairro nobre da capital maranhense com preço de R$ 2 mil, o custo seria de R$ 64 mil, ou seja, quase 60% a menos do valor total referido acima.

Mas, os gastos não param por aí. O Blog fez um levantamento geral e verificou que os custos de hospedagens do deputado são bem maiores.

No total, o parlamentar já pagou R$ 160 mil em diárias em diversos hotéis em apenas 2 e meio anos de mandato.

Veja os detalhes dos gastos do deputado federal:

aluisio7

Gastos totais de 2015, 2016, e 2017.

aluisio4

Gastos em 2015

aluisio5

Gasto em 2016.

aluisio6

Gastos em 2017.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Aluísio Mendes pagou com verba parlamentar diária de R$ 4 mil no Hotel Luzeiros

aluisio 3

O jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo, denunciou, na manhã desta quarta-feira (23), o uso da verba parlamentar em despesas pessoais pelo deputado federal Aluísio Mendes (Pode-MA).

Segundo a reportagem, foram identificados na prestação de contas de Mendes alguns pagamentos ao Hotel Luzeiros, localizado na Ponta do Farol, em São Luís, inclusive uma diária de R$ 4 mil reais.

Ao ser questionado sobre o referido pagamento exorbitante, o deputado afirmou que há um equívoco. “Depende do período que eu fiquei no hotel, não sei de que diária você está falando, se eu passei 15 dias, não acredito que o valor seja tão alto. Acho difícil, deve ter um equívoco, porque a diária do hotel não é de R$ 4 mil, tenho certeza.”, explicou Aluísio Mendes.

O parlamentar disse, ainda que optou se hospedar em hotel, quando vem ao Maranhão, porque alugou o seu imóvel.

“Eu trouxe minha família para São Luís, tenho filhos pequenos, e nas minhas idas ao Maranhão dificilmente via minha família, porque viajava pelo interior. Então, optei por desmontar minha residência no estado e mudar para Brasília com a minha família. E, por isso tenho que ficar em hotel. Então, por questão da minha atividade parlamentar, eu tenho que ir ao estado toda semana, e optei trazer a família para cá, ir ao Maranhão e me hospedar em hotel”, comentou Mendes.

Veja a reportagem na íntegra aqui

aluisio 2


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Roseana Sarney despreza aliados e investe em três forasteiros

Assim como deixou no meio da estrada o seu candidato a governador, Edinho Lobão (PMDB), Roseana Sarney não tem ajudado sua bancada federal que sempre foi fiel. Estranhamente ela tem permitido o uso da máquina por três pessoas que decidiram serem candidatos a deputado federal pelo Maranhão

Aluísio Mendes foi beneficiado com o cargo de secretário de Segurança Pública pelo fato de ter vazado informações privilegiadas da Polícia Federal para o irmão da governador, o empresário Fernando Sarney que escapou de ser preso.

O ex-secretário de Segurança é candidato a deputado federal e teve escalado pelo Palácio dos Leões o secretário de Saúde Ricardo Murad, para vitaminar a campanha. Mendes que teve sempre uma relação muito duvidosa com as empresas que operam no sistema de Segurança Pública, declarou não ter gasto sequer R$ 1 real. Mas, porém, esqueceu de informar o principal financiador de sua campanha.

Claúdio Trinchão ainda continua utilizando a máquina da Secretaria de Estado da Fazenda. Ele, estranhamente, aumentou as alíquotas do ICMS de diversas prefeituras que hoje estão apoiando a sua candidatura.

E mais: fez com que esses prefeitos contratassem a empresa do advogado tributário Jorge Arturo para atuar como consultor da questões dos municípios. Arturo também ajuda financeiramente a campanha de Trinchão.

O ex-secretário de Fazenda estaria fazendo trafico influência em prol de servidores que apóiam sua candidatura com a liberação de pagamentos de precatório referente a (URV, 21,7%).

Fábio Gondim jamais imaginou em sair um dia candidato pelo Maranhão, mas só meteu a cara depois do cartão verde da governadora. Gondim tem gerência total na Secretaria de Administração do Estado.

O salário que acumulou como secretário, não daria hoje para manter uma candidatura milionária. Isto é uma prova de que a amiga Rosesna estaria investindo pesadamente na sua candidatura.

Os forasteiros conhecem tanto a realidade da sociedade maranhense quanto eu a de Brasília e da Bahia. Então, ou eles imaginam que somos imbecis, ou daremos uma resposta negativa aos três patetas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Policias da Civil recém-nomeados trabalham sem armas e coletes

Membros da Polícia Civil (foto: ilustração).

Membros da Polícia Civil (foto: ilustração).

Parte dos 210 policias Civil recém-nomeados no último concurso público do estado, foram colocados para trabalhar de forma ostensiva no Maranhão sem equipamentos de proteção como – por exemplo -, armamento e coletes balísticos.

A situação foi confirmada ao Blog do Neto Ferreira, na manhã desta segunda-feira (24), por um recém-nomeado da própria corporação – que pediu anonimato. Policias da Civil temem já que atuam sem os itens de segurança, o que contraria determinação da própria Secretaria de Segurança Pública.

O intocável secretário Aluísio Mendes deve manter apenas na promessa aos novos policias que os coletes, assim como as armas devem ser entregues em pouco tempo. Só não se

Back product have daughter my you turned viagra online course feeling helps Don’t before naturally knock.

sabe quando.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A incapacidade de Aluísio Mendes

A péssima atuação de Aluísio Mendes.

A péssima atuação de Aluísio Mendes.

Até quando ele permanecerá em uma das principais pastas do governo Roseana Sarney?

Essa é uma pergunta que toda sociedade maranhense se faz diante do caos instalado na Segurança Pública do Maranhão. E um dos maiores culpados pelos últimos acontecimentos onde inocentes são alvos da bandidagem chama-se Aluísio Mendes.

É dele a responsabilidade de passar segurança no cotidiano de milhões que vivem nos 213 municípios do Maranhão. Mas, nem a capital do estado vive em clima de paz, tranquilidade e harmonia. Embora foi comemorado há poucos dias o natal e entrada de 2014.

A incapacidade de Mendes esbalda-se em um colapso na Segurança elevado pelos números recorde de homicídios ocorridos em apenas cinco meses do ano passado.

Embora o Ministério Público tenha exposto a incapacidade através de relatórios, a permanência de Aluísio Mendes na Segurança Pública – diante dos fatos ocorridos que ganham destaque nacional e internacional – cheira a mais pura chantagem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito pede a Aluísio Mendes reforço no policiamento de Bacuri

Aluísio Mendes ao lado do prefeito de Bacuri.

Aluísio Mendes ao lado do prefeito de Bacuri.

Decorrente a assaltos ocorridos, o prefeito José Baldoino da Silva Nery (PP), esteve reunido na semana passada com o secretário estadual de Segurança Pública, Aluísio Mendes, solicitando reforço na segurança do município de Bacuri.

Durante a reunião, o gestor comentou que nos últimos meses, o município passou por vários assaltos que levaram a população ao clima de terror.

De acordo com Baldoino, o secretário Aluísio Mendes afirmou que atenderá o pedido com o envio de uma viatura. Ainda segundo ele, no próximo ano será construída uma nova delegacia.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.