Poder

Elo de prefeitos com agiotagem será encaminhado para Polícia Federal

Prefeitos e ex-prefeitos, tremei! A Polícia Federal do Maranhão receberá na próxima semana todo o processo de investigação da Polícia Civil que mostra a atuação da quadrilha não só em desvios de recursos estaduais, mas também nos federais.

A confirmação foi dada na manhã de hoje (25), pelo secretário de Segurança Pública do Maranhão, Aluísio Mendes ao JMTV1ª.

Na relação das 41 prefeituras relacionadas com as empresas do agiota Gláucio Alencar, a Polícia Federal deverá apurar a existência de irregularidades em pelo menos 20 prefeituras maranhenses que usavam verbas do Fundeb e SUS.

Acusada de provocar um prejuízo de R$ 100 milhões, a quadrilha de agiota desta vez passará pela minuciosa investigação do elo que mantinha com gestores e ex-gestores envolvidos. Confira abaixo a lista dos investigados no caso da agiotagem.

Apicum-Açu: Sebastião Lopes Monteiro
Arari: Leão Santos Neto
Bacabal: Raimundo Nonato Lisboa
Brejo: José Farias de Castro
Cajapió: Francisco Xavier Silva Neto
Cândido Mendes: José Haroldo Fonseca Carvalho
Cantanhede: José Martinho dos Santos Barros
Caxias: Humberto Ivar Araújo Coutinho
Cururupu: José Francisco Pestana
Dom Pedro: Maria Arlene Barros Costa
Lago Verde: Raimundo Almeida
Lagoa Grande: Jorge Eduardo Gonçalves de Melo
Magalhães de Almeida: João Cândido Carvalho Neto
Marajá do Sena: Manoel Edvan Oliveira da Costa
Mirador: Joacy de Andrade Barros
Miranda do Norte: José Lourenço Bonfim Júnior
Mirinzal: Ivaldo Almeida Ferreira
Nina Rodrigues: Iara Quaresma do Vale Rodrigues
Paço do Lumiar: Glorismar Rosa Venancio
Pastos Bons: Enoque Ferreira Mota Neto
Paulo Ramos: Tancledo Lima Araújo
Penalva: Maria José Gama Alhadef
Pindaré-Mirim: Henrique Caldeira Salgado
Pinheiro: José Arlindo Silva Sousa
Rosário: Marconi Bimba Carvalho de Aquino
Santa Luzia: Márcio Leandro Antezana Rodrigues
Santa Luzia do Paruá: José Nilton Marreiros Ferraz
São Domingos do Azeitão: Sebastião Fernandes Barros
São Domingos do Maranhão: Kleber Alves de Andrade
São Francisco do Brejão: Alexandre Araújo dos Santos
São João do Sóter: Luiza Moura da Silva Rocha
São Luís: João Castelo Ribeiro Gonçalves
Serrano do Maranhão: Leocádio Olimpio Rodrigues
Sucupira do Riachão: Juvenal Leite de Oliveira
Timon: Maria do Socorro Almeida Waquim
Turilândia: Domingos Sávio Fonseca Silva
Tutóia: Raimundo Nonato Abraão Baquil
Urbano Santos: Abnadab Silveira Leda
Vargem Grande: Miguel Rodrigues Fernandes
Zé Doca: Raimundo Nonato Sampaio


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Confira nomes de prefeitos e ex-prefeitos envolvidos no esquema de agiotagem

O G1 fez o levantamento no site do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão dos nomes dos gestores que estavam à frente dos 41 municípios investigados pela polícia e Ministério Público por paticipação no esquema milionário de agiotagem no Maranhão, no período de 2009 a 2012. O assunto veio à tona com a apuração da morte do jornalista Décio Sá, executado a tiros há um ano, por denunciar a atuação da quadrilha de agiotas. (Do G1)

Confira os nomes:

Apicum-Açu: Sebastião Lopes Monteiro
Arari: Leão Santos Neto
Bacabal: Raimundo Nonato Lisboa
Brejo: José Farias de Castro
Cajapió: Francisco Xavier Silva Neto
Cândido Mendes: José Haroldo Fonseca Carvalho
Cantanhede: José Martinho dos Santos Barros
Caxias: Humberto Ivar Araújo Coutinho
Cururupu: José Francisco Pestana
Dom Pedro: Maria Arlene Barros Costa
Lago Verde: Raimundo Almeida
Lagoa Grande: Jorge Eduardo Gonçalves de Melo
Magalhães de Almeida: João Cândido Carvalho Neto
Marajá do Sena: Manoel Edvan Oliveira da Costa
Mirador: Joacy de Andrade Barros
Miranda do Norte: José Lourenço Bonfim Júnior
Mirinzal: Ivaldo Almeida Ferreira
Nina Rodrigues: Iara Quaresma do Vale Rodrigues
Paço do Lumiar: Glorismar Rosa Venancio
Pastos Bons: Enoque Ferreira Mota Neto
Paulo Ramos: Tancledo Lima Araújo
Penalva: Maria José Gama Alhadef
Pindaré-Mirim: Henrique Caldeira Salgado
Pinheiro: José Arlindo Silva Sousa
Rosário: Marconi Bimba Carvalho de Aquino
Santa Luzia: Márcio Leandro Antezana Rodrigues
Santa Luzia do Paruá: José Nilton Marreiros Ferraz
São Domingos do Azeitão: Sebastião Fernandes Barros
São Domingos do Maranhão: Kleber Alves de Andrade
São Francisco do Brejão: Alexandre Araújo dos Santos
São João do Sóter: Luiza Moura da Silva Rocha
São Luís: João Castelo Ribeiro Gonçalves
Serrano do Maranhão: Leocádio Olimpio Rodrigues
Sucupira do Riachão: Juvenal Leite de Oliveira
Timon: Maria do Socorro Almeida Waquim
Turilândia: Domingos Sávio Fonseca Silva
Tutóia: Raimundo Nonato Abraão Baquil
Urbano Santos: Abnadab Silveira Leda
Vargem Grande: Miguel Rodrigues Fernandes
Zé Doca: Raimundo Nonato Sampaio


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Crime

Atenção Aluísio! Agiota Gláucio volta a usar celulares dentro da cela

Chegou ao conhecimento do Blog do Neto Ferreira na manhã desta terça-feira (29), o esquema que vem acontecendo dentro do Comando Geral para beneficiar o agiota Gláucio Alencar Pontes de Carvalho, de 35 anos, com entrada de aparelhos telefônicos em sua cela.

O agiota Gláucio Alencar Pontes, preso acusado de mandar executar um pai de família.

O agiota Gláucio Alencar Pontes, preso acusado de mandar executar um pai de família.

Ele que é mantido preso há mais de seis meses no Quartel do Comando da Polícia Militar do Maranhão, no Calhau, acusado de agiotagem e mandante da execução do jornalista de O Estado do Maranhão, o blogueiro Décio Sá.

Ao todo, na cela do agiota foram realizadas quatro vistorias comandadas pela Secretaria de Administração Penitenciária (Sejap). Na primeira, foram recolhidos objetos e uma carta do agiota á governadora Roseana Sarney (PMDB). Na segunda foram encontrados celulares não só na cela de Alencar como de outros bandidos que estão presos em celas ao lado.

Já na terceira e quarta batida, os mesmos celulares foram encontrados de posse do agiota e drogas como êxtase em uma cela ao lado.

Ocorre que, os bandidos encarcerados ao lado sequer têm condições financeiras de adquirir êxtase por ser uma droga comercializada em valores extremamente elevados. O que caracteriza ser levado ao Quartel a pedido de algum dos presos que tenha boa estrutura financeira.

Em mais: Gláucio Alencar manteve contato telefônico com um empresário, que ele comprou uma maquina pesada e pagou de duas formas: com dinheiro e o resto da dívida foi paga com uma Hilux SW4 da qual pediu a um amigo que comprasse para depois pagá-lo.

Ao que parece, a facilidade, tranquilidade ou então conveniência de membros da Polícia Militar em devolver os mesmos aparelhos apreendidos, poderá desgastar a imagem do Secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, que deve desconhecer o esquema diário em favor de “bandidos” disfarçados de bacana.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.