Maranhão

Justiça liberta genro de Pereirinha que atropelou e matou no trânsito

uma vida que nada vale para algumas decisões da Justiça

uma vida que nada vale para algumas decisões da Justiça

Foi exatamente no plantão da desembargadora Maria dos Remédios Buna, domingo,  que Diego Anderson Silva Caminha, genro do vereador Pereirinha,  ganhou liberdade, mesmo sendo autuado por crime doloso, após atropelar a matar um pai de família, Durval,  um trabalhador que havia saído do seu serviço.

Foi no sábado, dia de finados, que Durval acabara de sair do  Val Paraíso, na estrada do Araçagy e parou sua motocicleta para atender ao telefonema da esposa, no acostamento do cemitério Pax União.

Foi quando surgiu um motorista bêbado e irresponsável, que trafegava em um Corola do outro lado da rodovia, para colher o trabalhador e mata-lo da forma mais cruel possível.

Ele foi preso em flagrante delito por crime doloso e de lá passou alguns dias no Hospital São Domingos, mas sempre apostando na Justiça que protege a uns e maltrata outros.

No plantão de domingo, aliás sempre nos plantões de  domingos algumas decisões estranhas, deu a liberdade a Diego Caminha por possuir residência fixa, trabalho lícito e por ser réu primário.

Então, pela ótica da Justiça, as portas estão abertas para qualquer motorista irresponsável sair por aí atropelando a matando trabalhadores, que o caminho de casa ou, talvez, novas investidas contra outras vidas, lhes aguardam. Lamentável.

Blog do Luis Cardoso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Brasil

Cuidado: pequenas distrações ao volante podem ser fatais

Por Milton Corrêa da Costa

Deu na coluna de Negócios & Cia de um jornal de grande circulação no Rio. Estudo do órgão de segurança no trânsito dos EUA estima que o uso de celular ao volante aumenta em 23 vezes o risco de acidentes. Lá é constante no noticiário casos de acidentes provocados pelo envio de mensagens (SMS) ou e-mails por celular.

Porém, não é só o uso do celular que provoca distração e coloca o motorista em situação de risco. Por isso aí vão algumas dicas de máxima atenção no ato dirigir: Senão vejamos:

SOM

– Deixe para aprender a mexer no rádio com o carro parado.
– Procure selecionar, ainda com o carro parado, um CD ou uma estação de rádio para ouvir durante toda a viagem.
– Não dirija com música muito alta. Ela encobre o som de buzinas de outros veículos ou do apito do agente de trânsito.

CIGARRO

– Tente reduzir a quantidade de cigarros quando estiver dirigindo. O correto é não fumar, pois dirigindo com uma das mãos é proibido pela lei de trânsito exceto para passar as marchas, efetuar sinais regulamentares de braço ou for acionar as setas ou dispositivo de iluminação do veículo. É bom lembrar que o cigarro desvia a atenção do trânsito e limita a mobilidade do condutor numa rápida decisão que precise tomar.
– Se ainda assim insistir em fumar, jogue as cinzas no cinzeiro do carro, O vento devolve para o corpo do motorista as cinzas lançadas pela janela do carro sendo causa de inúmeros acidentes.

PRODUTOS DE BELEZA

– Não dá para retocar a maquiagem ou o cabelo e manter a atenção no trânsito. Pare o carro para se embelezar.
– O espelho do para-sol só deve ser usado quando o veículo não estiver em movimento.

LEITURA
– Deixe o carona consultar o mapa ou o GPS. Se estiver sozinho pare num local seguro.
– No caso do jornal ou livros, deixe para lê-los em casa.

PASSAGEIROS

– Não é preciso olhar para o carona o tempo todo enquanto se conversa.
– Não discuta ao volante. A exaltação pode tirar a concentração necessária ao ato de dirigir.
– Se for namorar, pare o carro. Carinhos costumam distrair quem dirige.

ANIMAIS

– Mantenha-os no banco traseiro e peça para que os passageiros do veículo o vigiem o tempo todo.
– Animal é como criança. É preciso deixá-lo bem seguro dentro do carro.

COMIDA E BEBIDA

– Padronize o local onde vai colocar a comida e o suco, a água ou o refrigerante, deixando sempre perto e ao alcance das mãos mesmo fazendo uso do cinto.
– De preferência só os consuma quando estiver estacionado, pois sempre precisará tirar uma das mãos do volante e assim infringindo a norma de trânsito.
– Alimentos devem ficar firmes para não cair, o que desvia ainda mais a atenção.
– Guarde a bebida em recipientes com tampa, isso evita que ela derrame.
– Se for dirigir jamais ingira bebida alcoólica. Lembre-seque a lei de trânsito é extremamente rígida com motoristas flagrados alcoolizados. A tolerância permitida é de 2 decigramas de álcool por litro desangue ou 0,1 MG de álcool por litro de ar expelido dos pulmões.

CRIANÇAS

– Antes de andar com o carro é importante ter certeza de que as crianças estão sendo conduzidas de acordo com o estabelecido na Resolução Contran 277/08, observadas as faixas etárias e o dispositivo de retenção usado,quer seja bebê conforto, as cadeirinhas, os assentos de elevação ou o próprio cinto de segurança. Em caso de dúvida acesse o site do Contran e leia as instruções constantes na citada legislação.
– Lembre-se, crianças menores de dez anos de idade têm que ser transportadas no banco traseiro do veículo.
– Na hipótese do número de crianças com idade inferior a dez anos exceder a capacidade de lotação do banco traseiro, será admitido o transporte daquela de maior estatura no banco dianteiro, desde que utilize o cinto de segurança do veículo ou o dispositivo de retenção específico.
– Tente não se meter na briga das crianças. Se precisar pare o automóvel num local adequado para acalmar os ânimos.
– Não regule o retrovisor interno para ficar tomando contados pimpolhos no banco traseiro. O espelho serve para monitorar o que se passa no trânsito, à sua retaguarda, durante o trajeto.

CELULAR

– Digitar um número de telefone celular ou uma mensagem desconcentra o motorista por alguns segundos, o suficiente para tirar a atenção do trânsito. Você percorre com o carro alguns metros, dependendo da velocidade desenvolvida, sem que preste a devida atenção ao que se passa a sua frente. Um grave risco.
– Quem está com o celular ao ouvido, dirigindo com uma só das mãos, ou tocando em suas teclas ou telas, fatalmente tem a atenção reduzida no trânsito. Tal comportamento – infração média com perda de 4 pontos na carteira – tem sido causa de graves acidentes

SONO

– Não prossiga dirigindo se estiver com sono. Faça uma pausa na direção, lave o rosto num posto de abastecimento, estique a perna, tome um café. O sono tem sido causa de inúmeros acidentes fatais.
– Caminhoneiros, são submetidos à privação de sono tomando medicamentos (‘rebite’) para não dormir e dirigem horas e horas seguidas. O perigo é que depois ficam lentos e desatentos, tomados pelo cansaço e esgotamento físico e mental.

DOIS GRAVES ACIDENTES

1) A polícia rodoviária suspeita que o filho do cantor Leonardo, Pedro Dantas, também cantor, vítima de recente e grave acidente de trânsito, tenha dormido ao volante. Pedro, que faz dupla com o primo Thiago, filho do falecido cantor Leandro, voltava, já pela manhã, de Minas Gerais, onde realizou um show na noite anterior, quinta-feira (19), quando o carro capotou na rodovia MG-452, próximo à divisa de Goiás e Minas Gerais.
2) Na madrugada de sábado 21 de abril, na BR 101, a 50 km de Vitória, um motorista de um caminhão, dirigindo alcoolizado, perdeu o controle de seu veículo batendo de frente contra carro de passeio matando quatro de seus ocupantes. Apenas uma mulher sobreviveu. O motorista foi autuado em flagrante por homicídio doloso.

ARMA MORTÍFERA

O carro continua sendo, pois, uma perigosa e permanente arma mortífera. Dirija (sempre) com atenção e os cuidados indispensáveis à segurança de trânsito. Preserve a vida. Se beber não dirija. Quando estiver dirigindo não use o celular.

Milton Corrêa da Costa é coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.