Poder

Quem lucra com a festa dos 400 anos de São Luís?

Por Rejane Galeno

Sou cidadã ludovicense e o Poder Público nunca me perguntou o que acho da comemoração dos 400 anos de São Luís.  Acredito que tal pergunta também nunca tenha sido feita para você. Agora, pediram a opinião da população para escolher qual a melhor marca para esta comemoração. Isso me parece um absurdo!

São Luís

São Luís

Nunca fizeram uma enquete, em nossa cidade, para saber qual a opinião da população para os serviços prestados na saúde, segurança ou educação. Imaginem o cidadão de São Luís passando por uma rotatória e lendo num outdoor: “A cidade vai ganhar novos hospitais e você escolhe como quer o serviço! Acesse o site www.saoluis.gov.br e vote a quantidade de leitos, a quantidade de médicos, o centro cirúrgico, aparelhos etc.

Na verdade muito dinheiro público é gasto sem melhorar em nada a qualidade de vida da população. Imaginem quanto está sendo desperdiçado com campanhas publicitárias por conta da comemoração dos 400 anos de São Luís! Por um lado, a prefeitura vem com a propaganda: “São Luís completa 400 anos e quem escolhe a marca é você!” Por outro, o governo do Estado fala da construção da MA Via Expressa, que liga o shopping Jaracty ao shopping da Ilha, passando por cima de mangues e de comunidades, mas apresentada como um “presente” do governo para a cidade.

Até onde sei a nossa cultura não é de comemorar a morte, mas sim, de celebrar a vida. Mas, que vida está sendo oferecida nesta cidade? A população não tem acesso a serviços essenciais, a maioria é pobre, desempregada e não tem direito a moradia digna, ao trabalho, a água, ao saneamento básico, a escolas, a hospitais, a ambientes sadios e a limpeza pública.

Então vamos comemorar o que? A fome de milhares de famílias?  A dor dos enfermos que passam noites em filas nas portas dos hospitais sem conseguir uma consulta?  O sofrimento dos que perderam seus entes queridos por falta de um leito no hospital? A ignorância dos que tiveram uma péssima educação? Os analfabetos funcionais? A insegurança e o índice crescente de violência e criminalidade? A destruição alucinada de toda a área verde da ilha?

Muito se fala no desenvolvimento de São Luís. Mas, o que desenvolveu aqui foram os buracos e o engarrafamento. Estes sim são inteiramente democráticos e todas as classes sociais têm acesso, da periferia a “área nobre” está tudo esburacado e engarrafado.

São Luís reflete a falta de política que temos no Estado! No Maranhão, milhares de famílias não têm como viver em seus municípios e são obrigadas a vir buscar uma oportunidade na cidade.  Vêm na ilusão! A grande maioria ao chegar à capital passa a viver em condições precárias, contribuindo para o inchaço urbano e para agravar ainda mais os problemas causados pela falta de planejamento e estrutura.

O poder público deveria garantir qualidade de vida à população. Mas, em São Luís (assim como em todo o Maranhão) a única garantia que temos é a do desvio do dinheiro publico. Por isso, é indignante ver essas manobras e esquemas em torno de agências de publicidade, ávidas por embolsar o suado dinheiro do cidadão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.