Saúde

Câncer de pênis é o 2º tipo de mais comum da doença no MA

Do G1 MA

Dados da Secretaria de Estado da Saúde (SES) alertam que, além do câncer de próstata, há outro tipo da doença que atinge a população masculina de forma dramática: o câncer de pênis. É um tumor raro e que exige, muitas vezes, a amputação do órgão. O aumento dos casos de câncer de pênis no Nordeste faz com que seja considerado um problema de saúde pública.

Câncer de pênis é motivo de alerta (/PhotoAlto/AFP)

Câncer de pênis é motivo de alerta (/PhotoAlto/AFP)

Segundo o Inca (Instituto Nacional do Câncer), no Maranhão este tipo de tumor é o 2º mais frequente, atrás apenas do câncer de pele. Neste ano houve registro de quatro casos de janeiro a abril – 50% do número de 2015, quando a Secretaria de Estado da Saúde (SES) registrou oito casos de câncer de pênis.

Segundo o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, várias ações estão sendo desenvolvidas contra o câncer de pênis na rede estadual. “Estamos trabalhando a conscientização da população, porque este é o caminho: a prevenção. Já está programada uma nova campanha de sensibilização, em parceria com a Seduc, envolvendo as escolas, alertando sobre os cuidados e medidas de higienização, por exemplo, que devem ser tomadas cotidianamente. Orientamos que os homens, ao identificarem qualquer lesão ou ferimento, procurem preventivamente nossos ambulatórios para receberem informações e acompanhamento médico urológico”, disse.

Falta de higiene
A doença é causada principalmente pela falta de higiene e tem forte prevalência em homens com fimose (quando o estreitamento na abertura do prepúcio, a pele que reveste a glande, impede que ela seja exposta). Estudos científicos sugerem que a doença também está associada à infecção pelo vírus HPV.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Educação / Saúde

Prefeitura autoriza seletivo para contratação de médicos para Paço do Lumiar

thumbnail_Josemar2
O prefeito Josemar Sobreiro autorizou a realização de um novo seletivo para a contratação temporária de médicos que irão atuar na rede de saúde de Paço do Lumiar. O edital nº02/2016, que trata das normas do Processo Seletivo Simplificado para admissão temporária de médicos já está disponível na página da prefeitura na internet.

A contratação tem como objetivo reforçar e ampliar o número de profissionais do quadro de clínicos gerais e médicos, garantindo, desta forma, um atendimento especializado com qualidade às famílias luminenses.

“Vamos realizar mais um seletivo para que possamos dotar a Saúde de Paço do Lumiar de todas as condições adequadas para um serviço com qualidade à nossa população. Esses novos médicos chegam para somar forças e ampliar a oferta de atendimento especializado em nossas unidades”, ressaltou o prefeito Josemar Sobreiro.

Estão sendo disponibilizadas um total de 15 vagas, sendo 8 para contratação imediata e mais 7 para cadastro de reserva, distribuídas nas especialidades de Clínico Geral (10), Cardiologista (2), Geriatra (1) e Pediatra (2). A remuneração mensal varia entre R$ 2.642,48 a R$ 3.523,30, de acordo com a especialidade e a carga horária de trabalho.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas nos dias 6 e 7 de junho, mediante a entrega de títulos na sede Secretaria Municipal da Saúde (Semus), localizada na Avenida 13, CSU – s/nº, Maiobão, no horário das 8 às 14h. No ato da inscrição, os candidatos devem apresentar RG, CPF, documentos de comprovação de títulos e de experiência profissional, juntamente com a ficha preenchida corretamente.

A análise e seleção dos candidatos ocorrerão com a avaliação curricular de títulos e da experiência profissional. O resultado preliminar está previsto para ser divulgado até o dia 08 de junho.

A jornada semanal de trabalho será de 40 horas semanais para clínico geral e de 30 horas para as outras especialidades. A contratação terá prazo determinado de 12 meses, podendo ser prorrogada por igual período.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Prefeitura de São Mateus garante atendimento odotonlógico de qualidade

8fdb609e1b5ae3d1e4570a15b3115e84

A Unidade de Saúde São Marcos, localizada no na avenida Antonio Pereira Aragão, no centro da cidade de São Mateus, já conta com atendimento de Raio-X odontológico. Isso facilitará o acesso dos usuários ao referido posto de saúde.

Para o Secretário Municipal de Saúde, Jeferson Luís, essa aquisição significa maior qualidade no atendimento e mais conforto para os pacientes que podem ser encaminhados do centro ou de qualquer bairro da cidade para fazer os devidos procedimentos.

A funcionária técnica já está treinada e vai garantir um serviço de qualidade, tudo sob a supervisão da coordenadora Odontológica da Rede Municipal de Saúde, Edilma Alencar.

A unidade de saúde São Marcos inaugurada recentemente na vinda do governador do estado Flávio Dino a cidade de São Mateus realiza também todos os procedimentos designados a um posto de atendimento médico de saúde com atendimento básico e integral a comunidade.

thumbnail_977e2b64f0ab0ab8621ee0fcdf2bed73


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Confirmado 99 casos de microcefalia no Maranhão

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que até esta segunda-feira (25), no Maranhão, de acordo com o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc), o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 é de 242.
Destes, 42 casos de microcefalia foram descartados e 99 casos foram confirmados. Sob investigação estão 101 casos no Maranhão em 79 municípios.

Os municípios com casos confirmados são: Açailândia (2), Alcântara (1), Amarante do Maranhão (1), Anapurus (1), Apicum-Açu (2), Araioses (1), Axixá (1), Barra do Corda (2), Bom Lugar (1), Buritirana (1), Chapadinha (1), Coelho Neto (1), Colinas (1), Coroatá (1), Davinópolis (1), Dom Pedro (2), Fortaleza dos Nogueiras (1), Fortuna (1), Grajaú (2), Governador Edson Lobão (1), Governador Nunes Freire (1), Humberto de Campos (1), Imperatriz (7), João Lisboa (1), Lagoa Grande do Maranhão (1), Lajeado Novo (1), Lima Campos (1), Mata Roma (2), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (4), Paraibano (1), Pindaré-Mirim (1), Pio XII (1), Porto Franco (2), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Benedito do Rio Preto (1), São Domingos do Azeitão (1), São José de Ribamar (2), São Luís (28), Senador La Roque (2), Timbiras (1), Timon (5), Trizidela do Vale (1), Urbano Santos (1) e Vargem Grande (3).

Ocorreram seis óbitos que estão em investigação: São José de Ribamar (1) em dezembro de 2015; Pedreiras (1) em fevereiro de 2016; São Luís (1), Tutóia (1) e Serrano do Maranhão (1) em março de 2016 e Imperatriz (1) em abril de 2016.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Judiciário / Saúde

Justiça condena Unimed por danos morais

trabalhe-conosco-unimed

A operadora Unimed São Luís foi condenada a reembolsar, a título de ressarcimento dos danos materiais, as despesas médico-hospitalares realizadas por um beneficiário do plano de saúde, nos limites das obrigações contratuais, em razão de ele ter sido atendido em situação de emergência em hospital não credenciado. A decisão foi da 4ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA).

Laudo médico constante nos autos do recurso revelou que a situação de risco imediato à vida do beneficiário surgiu durante a realização de exames clínicos. Os sintomas apontaram um grave problema cardíaco, a ponto de o teste ergométrico ter sido interrompido pelas alterações eletrocardiográficas apresentadas.

O paciente teve que ser emergencialmente submetido a procedimentos de cateterismo e de angioplastia, com colocação de stent, no hospital em que realizava os exames, não conveniado ao seu plano de saúde.

A Justiça de primeira instância rejeitou o pedido de indenização por danos materiais e morais, sob o argumento de que o beneficiário fez a opção por atendimento fora da rede credenciada, burlando o contrato firmado, quando existiam outros hospitais aptos ao atendimento.

Inconformado, o beneficiário apelou ao TJMA, alegando direito ao reembolso integral das despesas realizadas e de reparação por danos morais. Ele sustentou que não seria possível procurar hospital da rede credenciada na situação caracterizada como de emergência.

O desembargador Paulo Velten (relator) disse que o laudo inicialmente juntado aos autos constitui prova suficiente para evidenciar o fator surpresa gerador da situação de emergência. Acrescentou que o fato de o apelante não haver procurado hospital da rede credenciada à Unimed São Luís em nada descaracteriza a hipótese de emergência prevista na legislação.

De acordo com o voto, seguindo o disposto no artigo 12 inciso VI da Lei 9.656/98, evidenciada a situação de atendimento emergencial em hospital não conveniado, o lógico é o reembolso nos limites das obrigações contratuais, não se podendo cogitar de reembolso total das despesas realizadas nem de recusa de cobertura.

O relator considerou incabível a reparação por dano moral na situação, de acordo com entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Velten votou pela reforma da sentença de primeira instância e julgou procedente em parte a ação do beneficiário do plano, apenas para condenar a Unimed São Luís ao reembolso dos danos materiais, nos limites do contrato, tudo acrescido de juros e correção monetária, entendimento acompanhado pelos demais membros do órgão colegiado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Maranhão já possui 90 casos de microcefalia

1458849415-554527536

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informa que até esta segunda-feira (18), no Maranhão, de acordo com o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc), o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 é de 240.

Destes, 42 casos de microcefalia foram descartados e 90 casos foram confirmados. Sob investigação estão 108 casos no Maranhão em 79 municípios.

Os municípios com casos confirmados são: Açailândia (2), Alcântara (1), Amarante do Maranhão (1), Anapurus (1), Apicum-Açu (2), Axixá (1), Barra do Corda (2), Bom Lugar (1), Buritirana (1), Chapadinha (1), Coelho Neto (1), Colinas (1), Coroatá (1), Davinópolis (1), Dom Pedro (2), Fortaleza dos Nogueiras (1), Grajaú (2), Governador Edson Lobão (1), Humberto de Campos (1), Imperatriz (7), João Lisboa (1), Lagoa Grande do Maranhão (1), Lima Campos (1), Mata Roma (2), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (4), Paraibano (1), Pindaré-Mirim (1), Pio XII (1), Porto Franco (2), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Benedito do Rio Preto (1), São Domingos do Azeitão (1), São José de Ribamar (1), São Luís (25), Senador La Roque (2), Timon (5), Trizidela do Vale (1), Urbano Santos (1) e Vargem Grande (3).
Ocorreram seis óbitos que estão em investigação: São José de Ribamar (1) em dezembro de 2015; Pedreiras (1) em fevereiro de 2016; São Luís (1), Tutóia (1) e Serrano do Maranhão (1) em março de 2016 e Imperatriz (1) em abril de 2016.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Maranhão tem 84 casos confirmados de microcefalia

1458849415-554527536

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) atualizou nesta segunda-feira (11) o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 no Maranhão, segundo o Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc). Ao todo, são 238 notificações. Do total, 42 casos foram descartados e 84 confirmados. Outros 112 casos em 79 municípios seguem em investigação.

Os municípios com casos confirmados são: Alcântara (1), Amarante do Maranhão (1), Anapurus (1), Apicum-Açu (2), Axixá (1), Barra do Corda (2), Bom Lugar (1), Buritirana (1), Chapadinha (1), Coelho Neto (1), Colinas (1), Coroatá (1), Davinópolis (1), Dom Pedro (1), Fortaleza dos Nogueiras (1), Grajaú (2), Governador Edson Lobão (1), Humberto de Campos (1), Imperatriz (5), João Lisboa (1), Lagoa Grande do Maranhão (1), Lima Campos (1), Mata Roma (2), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (4), Paraibano (1), Pindaré-Mirim (1), Pio XII (1), Porto Franco (1), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Benedito do Rio Preto (1), São Domingos do Azeitão (1), São José de Ribamar (1), São Luís (25), Senador La Roque (2), Timon (5), Trizidela do Vale (1), Urbano Santos (1) e Vargem Grande (3).

Cinco mortes estão em investigação, em São José de Ribamar (1) em dezembro de 2015; Pedreiras (1) em fevereiro de 2016; São Luís (1), Tutóia (1) e Serrano do Maranhão (1) em março de 2016.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Maranhão já possui 66 casos de microcefalia

1458636535-126954695

De acordo com boletim epidemiológico divulgado nesta segunda­feira (4), 36,40% do municípios maranhenses já registram notificações de microcefalia. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (SES), com base no Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc).,

Segundo o boletim, o total de casos notificados de microcefalia de 2015 a 2016 é de 235. Destes, 34 casos de microcefalia foram descartados e 66 casos foram confirmados. Sob investigação estão 135 casos no Maranhão em 79 municípios.

Os municípios com casos confirmados são: Anapurus (1), Apicum­Açu (2), Axixá (1), Barra do Corda (2), Chapadinha (1), Coelho Neto (1), Colinas
(1), Coroatá (1), Dom Pedro (1), Fortaleza dos Nogueiras (1), Grajaú (2), Lagoa Grande do Maranhão (1), Lima Campos (1), Mata Roma (2), Miranda do Norte (1), Paço do Lumiar (4), Paraibano (1), Pindaré­Mirim (1), Presidente Dutra (2), Presidente Vargas (1), Santo Antônio dos Lopes (1), São Benedito do Rio Preto (1), São Domingos do Azeitão (1), São José de Ribamar (1), São Luís (24), Timon (5), Trizidela do Vale (1), Urbano
Santos (1) e Vargem Grande (3).

Ocorreram cinco óbitos que estão em investigação: São José de Ribamar (1) em dezembro de 2015; Pedreiras (1) em fevereiro de 2016; São Luís (1),
Tutóia (1) e Serrano do Maranhão (1) em março de 2016.

Conforme informou a SES, após a notificação de cada criança nascida com perímetro cefálico abaixo do estipulado, uma equipe revisa os prontuários
do pré­natal de todas as mães e realiza entrevistas para saber se durante a gravidez houve algum sintoma do Zika Vírus. Depois, é necessário a
realização de exames de imagens da criança para a confirmação, que podem ser a ultrassonografia transfontanela até os três meses de idade ou a
tomografia computadorizada.

Os hospitais que integram a rede de assistência à microcefalia em São Luís são: o Hospital Infantil Dr. Juvêncio Matos (estadual), a Maternidade
Estadual Marly Sarney (estadual) o Hospital Odorico Amaral de Matos (municipal) e o Hospital Universitário Materno Infantil (HUUFMA). No interior, atualmente, dois hospitais integram a rede de assistência à microcefalia: o Hospital Materno Infantil de Imperatriz (estadual) e a Maternidade Carmosina Coutinho em Caxias (municipal).

Após a notificação de microcefalia, de acordo com a secretaria, a família passa a receber apoio de uma equipe multidisciplinar, que conta, entre
outros profissionais, com assistentes sociais e psicólogos que ajudam e orientam as famílias a lidarem com a nova realidade.
Lista de cidades maranhenses com casos da doença

1459783071-331281359


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Criadouro do Aedes Aegypti é mantido no prédio da Prefeitura de Pastos Bons

pb1

O mosquito Aedes Aegypti tem se tornado um vilão para os brasileiros, pois transmite várias doenças, como a dengue e o zíka vírus. Portanto, é necessário realização de campanhas de conscientização para combater o mosquito e comprometimento por parte de todos, inclusive dos poderes públicos.

No município de Pastos Bons a Prefeitura tem promovido várias ações de combate ao Aedes Aegypti para a população e funcionários públicos, mas não dá exemplos de boa conduta. O quintal do prédio da Administração Pública se tornou um grande criadouro do mosquito.

Há lixos por todos os lados e água parada, permitindo assim proliferação das doenças.

Um absurdo!

Confira o vídeo abaixo:


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Saúde

Governo anuncia retomada de obras do hospital de 50 leitos em São Mateus‏

O governador Flávio Dino (PCdoB) cumpriu agenda em São Mateus, na manhã do último sábado (26), onde cumpriu uma extensa agenda de compromissos ao lado do prefeito Hamilton Nogueira Aragão, o Miltinho (PSB). Os dois inauguraram obras nas áreas de infraestrutura e saúde, e assinaram a ordem de serviço para a perfuração de dois poços, que deverão impulsionar o abastecimento de água na cidade.

— Esse conjunto de obras que estamos entregando para a população de São Mateus demonstra o compromisso do nosso Governo com questões importantes como saúde e abastecimento de água, além da pavimentação asfáltica que levamos para os municípios por meio do programa ‘Mais Asfalto’ — disse o governador anunciando ainda importantes obras para o município, inclusive, a segunda etapa do programa ‘Mais Asfalto’ na cidade.

Os bairros Vila Barreto e Ayrton Senna serão contemplados com a construção de poços artesianos. Com 250 metros de profundidade, o investimento contemplará a aquisição e montagem de conjunto moto bomba com vazão de 60m³ por hora. A interligação será feita com a rede de distribuição já existente e cada poço beneficiará cerca de 8 mil pessoas.

Após entregar os cinco quilômetros de pavimentação asfáltica, realizados a partir de investimentos do Programa ‘Mais Asfalto’, Flávio Dino andou pelas ruas de São Mateus e participou das inaugurações da Avenida Antônio Pereira Aragão, principal via da cidade, que passou por reforma e recebeu nova urbanização.

Ao prestigiar a inauguração da Unidade Básica de Saúde São Marcos, o chefe do executivo estadual também surpreendeu ao anunciar a retomada das obras do hospital de 50 leitos na cidade, atendendo a reivindicação do prefeito Miltinho.

— Nós assumimos a responsabilidade com o prefeito Miltinho pela retomada das obras do hospital. Vamos entregar essa unidade de saúde, bem equipada e funcionando bem para atender a população desta região — completou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.