Saúde

Auditoria da CGU revela desvio de R$ 606 mil da Saúde da Raposa

Foram simulados, ainda, processos licitatórios com valores milionários.

Prefeito da Raposa, Clodomir Santos.

Prefeito da Raposa, Clodomir Santos.

Com o intuito de fiscalizar recursos repassados pelo Ministério da Saúde ao município da Raposa, a Controladoria-Geral da União (CGU) realizou auditorias nas contas da Secretaria de Saúde e da Prefeitura. O montante analisado foi de quase R$ 6 milhões.

Os trabalhos foram executados no período de 17 a 21 de agosto de 2015 e avaliaram, em especial, a aplicação das verbas federais destinadas ao programa Bloco da Atenção Básica, em Raposa.

Foram verificadas a execução financeira do dinheiro transferido para a conta do bloco de financiamento da Atenção Básica; as estruturas das Unidades Básicas de Saúde, e se, os profissionais de saúde foram selecionados, contratados e pagos conforme a legislação.

E os auditores da CGU observaram, também, se a carga horária semanal estava sendo cumprida pelos membros das equipes de Saúde da Família de acordo com o que preconiza a Estratégia Saúde da Família, referente ao período de janeiro de 2014 a julho de 2015.

O Blog do Neto Ferreira teve acesso ao relatório da CGU, onde consta a não realização da aplicação das verbas federais recebidas na conta do Bloco de Atenção Básica de acordo com a lei, pois os auditores da União verificaram diversas irregularidades.

Entre elas estão, a movimentação financeira de forma parcial na conta específica do programa federal; o desvio de objeto na aplicação de recursos destinados à Atenção Básica, no montante de mais de R$ 600 mil; não houve disponibilização da documentação comprobatória das despesas da Atenção Básica no período compreendido entre 26 de fevereiro de 2015 e 13 de maio de 2015.

A Controladoria descobriu, ainda, que a conta bancária do Programa não foi gerida pela Secretaria Municipal de Saúde e que o prefeito da Raposa, Clodomir Santos, simulou todos os processos licitatórios analisados, sem a divulgação devida e, consequentemente, desprovidos de competitividade, visando o direcionamento das contratações. Os valores dos contratos são milionários.

Durante o período de auditorias, foram detectadas a subcontratação integral e, portanto, ilegal, dos serviços de locação de veículos pelas empresas contratadas pela Prefeitura de Raposa; a não-efetivação do desconto da contribuição previdenciária dos segurados da Área de Saúde por parte da Prefeitura; desconto indevido do imposto sobre serviços – ISS sobre a remuneração paga aos profissionais de saúde da Atenção Básica; e a inadequação da estrutura física das Unidades Básica de Saúde do município.

Além disso, teve o descumprimento, por parte dos profissionais de saúde, de carga horária semanal de 40 horas prevista para atendimento na Estratégia Saúde da Família; pagamento de encargos moratórios por atraso no recolhimento de contribuições ao INSS.

Saúde - CGU

Saúde - CGU 3

Saúde - CGU 4

 

Saúde - CGU 6

Saúde - CGU 7

Saúde - CGU 8


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Auditoria da CGU revela desvio de R$ 606 mil da Saúde da Raposa”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Davi

    Neste período estava uma disputa louca por poder onde os atores principais, foram Clodomir Oliveira e Talita Laci (que assumiu por 3 meses) e ambos fizeram estragos nas contas do município.
    Vamos aguardar o processo ser finalizado, que muita coisa destes dois ainda vão aparecer.
    A bíblia já diz, que aquilo que está oculto aos olhos do homem será revelado aos olhos de Deus.

  2. Prefeito diz que Talita Laci é responsável pelo desvio da Saúde da Raposa « Neto Ferreira – Conteúdo Inteligente

    […] prefeito do município da Raposa, Clodomir de Oliveira Santos, se pronunciou acerca da matéria Auditoria da CGU revela desvio de R$ 606 mil da Saúde da Raposa veiculada neste […]

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários