Saúde

Caos na saúde: menina sofre no Socorrão II à espera de atendimento

Maria Antônia aguarda diagnóstico de um ginecologista que não tem no local.

Quando se trara de saúde pública, a gestão do prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PTC), é duramente criticada pela sociedade maranhense. Um dos exemplos afetados pela falta de gestão no setor da saúde é a jovem Maria Antônia, de 16 ano, que familiares reclamam da demora em um dos principais hospitais público do Maranhão.

Ela sofreu acidente de carro e foi transferida do município de Itapecuru, para São Luís, onde está internada no Hospital Municipal Clementino Moura, o Socorrão II, há mais de 20 dias.

Embora tenha submetido a cirurgia decorrente a fratura na bacia, a paciente precisa de diagnóstico de um ginecologista que não tem no local. O quadro é grave devido esta com infecção. Ela precisa fazer reconstrução vaginal.

Segundo informações repassadas ao blog, os médicos já fizeram solicitação de um ginecologista, ocorre que há dez dias nenhum foi analisar o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

6 comentários em “Caos na saúde: menina sofre no Socorrão II à espera de atendimento”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Luciana Fernandes

    Ei Ricardo Murad!!! Cadê um dos seus 72 hospitais agora? A região de Itapecuru foi esquecida! Oh sofrimento sem fim, tanto para os pacientes que vem de outros municípios e os que estão em São Luís, pq por falta de hospitais estaduais, lotam os do municípios.

  2. Saulo Lopes

    O certo seria ir para um hospital do pertencente ao estado, por isso que reclamam da super lotação nesses socorrões, pois pacientes de todo maranhao vão para lá, engraçado que toda hora passa propaganda do governo do estado de inauguração de hospitais, pelo visto são apenas inaugurados, pq atendimento que é bom, não existe!!! Seria bom, o Fábio Camâra falar com o seu padrinho, que é secretário de saúde do estado!!!

  3. Mariza Ferreira

    infelizmente isso acontece pq os interiores são escassos de qualidade na saúde publica, fez bem a pergunta da amiga luciana ai em cima.. cade os 72 hospitais??? cade o hospital p itapecuru um municipio com um carnaval lindo digasse de passagem cidade com grande possibilidade de desenvolvimento. gente bonita??? o interior sofreeee com essas demandas adoecer é um perigo e nao podemos criticar o socorrão por isso, nao é o melhor claro que nao é nem o são domingos nao é mais agora nao podemos colocar os erros de outros p cabeça de quem nao é.

  4. Priscila Ferreira

    Sugestão de titulo: Caos na Saúde – menina sofre por falta de hospital no interior e é recebida em unidade da capital. Acho que este título demonstra melhor a realidade do fato, pois se houvesse um governo atuante e que se importasse com as necessidades da poplação os socorroes não viviam do jeito que vivem, com uma lotação de 80% vinda do interior.

  5. Cleomar Souza

    A culpa ñ é do prefeito Edivaldo Holanda Jr, pois quem está no poder do governo do estado é Roseana Sarney e ela sim é responsável em mandar construir hospitais nos interiores do Maranhão, pois se isso acontecesse, ninguém sofreria com esse tipo de problema. Os socorrões, são hospitais municipais q já recebem muito mais pessoas do q o estimado. Volto a dizer, se Ricardo Murad trabalhasse de fato pela saúde do nosso estado, isso ñ aconteceria já q ele é o representante da governadora na área da saúde.

  6. Alberto Filho

    Taí a bela promessa de 72 hospitais..cadê o discurso de Ricardo Murad de ter hospital no interior, equipado a torto e a direito? balela das grandes!!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários