Política

Edivaldo Júnior toma posse e anuncia fusão de secretarias

1

O prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior (PDT), o vice Júlio Pinheiro (PCdoB) e os 31 vereadores e seus suplentes foram empossados na manhã deste domingo (1º), no auditóirio Alberto Abdala, na Fiema, na capital maranhense. O evento começou por volta das 15h e os vereadores foram os primeiros contemplados.

Na sequência, houve a eleição para presidente da Câmara Municipal. A solenidade terminou com a posse do prefeito e do vice, respectivamente. Edivaldo Holanda Júnior foi oficialmente empossado às 17h20. O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), participou do evento.

No discurso de posse, o prefeito comentou a crise pela passa o país. Ele anunciou a diminuição de despesas durante expediente da prefeitura, secretaria e órgãos e disse ainda que vai cortar custos com a diminuição no número de secretarias.

“Para continuar mantendo os investimentos na cidade, temos que continuar administrando São Luís com racionalidade. Serão suspensas as celebrações de novos contratos para locações de imóveis e veículos que impliquem novos gastos. Secretarias e órgãos devem adotar medidas de imediato para redução de 30% de gastos com água e energia elétrica, redução de 50% com veículos locados e 10% nas contas de telefonia móvel. Serão suspensas licenças remuneradas para tratar de interesses particulares. Vamos simplificar a estrutura organizacional com a fusão de secretarias e órgãos. Por outro lado, vamos buscar ampliação de parcerias com os governos estadual e federal e a iniciativa privada para realização de melhorias na cidade com prioridade na saúde, educação, geração de emprego e renda, infraestrutura e assistência social”, disse o gestor.

Ainda sobre o assunto, o prefeito reclamou da redução de verbas para os municípios. “O noticiário mostra diariamente a situação difícil de muitos estados e municípios, com atraso na folha de pagamento dos servidores.

É o efeito desta grave crise que penaliza principalmente os municípios. O orçamento municipal está cada vez mais limitado ao passo que as responsabilidades dos prefeitos são cada vez maiores. Em São Luís, entre 2015 e 2016, deixamos de receber mais de R$ 100 milhões de receitas de transferências federais. A maior parte desses recursos na área da saúde. Diante desta atmosfera, temos que priorizar os investimentos para melhoria da vida daqueles que mais precisam”, declarou o prefeito.

Edivaldo Holanda Júnior foi reeleito no segundo turno das eleições deste ano. Ele teve 285.242 votos e ficará como prefeito de São Luís até 2020.

808bd4ca-f814-4712-9d08-634605a61492

Principais propostas

Dentre as propostas de campanha para o segundo mandato, Edivaldo prometeu criar passarelas com elevadores em pontos de grande fluxo na cidade como nas avenidas Carlos Cunha e Africanos, e também nas proximidades dos shoppings.
Na Saúde, uma série de ações devem ser desenvolvidas em parceira com o Governo do Estado, como a ampliação do Hospital da Criança.

A guarda municipal vai ser equipada para agir no combate ao crime junto às polícias Militar e Civil. Prometeu criar o Programa de Prosperidade Econômica para juventude, zona rural, investimentos e projetos especiais.

Na educação, projeta a reforma de todas as escolas e construção de creches e salas de pré-escola para crianças de três a cinco anos. No esporte, disse que pretende criar o Bolsa Atleta Municipal e criar o Fundo Municipal do Esporte.

No plano de governo, consta ainda a elaboração de um plano de habitação para o Centro Histórico de São Luís.

Presidência da Câmara Municipal

Na eleição para presidente da Câmara Municipal, apenas uma chapa foi inscrita. Desta forma, Astro de Ogum (PR) foi reconduzido ao cargo que já exerce pelo biênio 2017/2018. A solenidade inicialmente foi comandada pelo presidente da Câmara dos Vereadores, o vereador Chico Carvalho (PSL), o decano da Casa.

Pelos próximos quatro anos, os vereadores que vão compor a Câmara de Vereadores de São Luís são Osmar Filho (PDT), Astro de Ogum (PR), Pavão Filho (PDT), Raimundo Penha (PDT), Marquinhos (DEM), Beto Castro (PROS), Aldir Júnior (PR), Ivaldo Rodrigues (PDT), Marcelo Poeta (PC do B), Fátima Araújo (PC do B), Bárbara Soeiro (PSC), Ricardo Diniz (PC do B), Pedro Lucas Fernandes (PTB), Marcial Lima (PEN), Concita Pinto (PEN), Nato Júnior (PP), Estevão Aragão (PSB), Chaguinhas (PP), Dr. Gutemberg (PSDB), Umbelino Júnior (PPS), Josué Pinheiro (PSDB), Honorato Fernandes (PT), Edmilson Jansen (PTC), Professor Sá Marques (PHS), Edson Gaguinho (PHS), Chico Carvalho (PSL), Pereirinha (PSL), Cézar Bombeiro (PSD), Genival Alves (PRTB), Silvino Abreu (PRTB) e Afonso Manoel (PRP).

G1,MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Edivaldo Júnior toma posse e anuncia fusão de secretarias”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. KARLA

    Isso mesmo, prevenir para não passar sufoco. Muito bem!

  2. Ronald

    Creio que essa medida será fundamental para cortes de gastos!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários