Política

Francisco Nagib lidera disputa em Codó

De o Estado

O Instituto Escutec divulgou pesquisa de intenção de votos em Codó contratada por O Estado. Pelo levantamento, o candidato Francisco Nagib (PDT) está com ampla vantagem dos adversários no levantamento espontâneo e também em quatro cenários estimulados em que aparece com mais de 40%.

A pesquisa Escutec ouviu 400 pessoas em Codó nos dias 26 a 28 de julho deste ano e foi registrada na Justiça Eleitoral com o número MA-00799/2016. O intervalo de confiança é de 95% e a margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos.

No cenário espontâneo, quando ao eleitor não é apresentado é uma lista de candidato, Francisco Nagib aparece com 27,3%. Em seguida aparece Biné Figueiredo com 16,4%, Pedro Belo com 7,2% e Camilo Figueiredo com 3%. Também foram citados na espontânea, Chiquinho do SAAE com 3%, João dos Plásticos 1% e Ricardinho Acher, 0,5%. Não sabe ou não respondeu somaram 38,5% e em ninguém, 3,2%.

Estimulado

No primeiro cenário estimulado, Francisco Nagib somou 37,87%. Ele é seguido por Biné Figueiredo com 25,6% e Pedro Belo com 14,1%. Também foram colocados na lista de candidatos Chiquinho do SAAE que obteve 9,9%, Doutor Mendes aparece com 2% e João dos Plásticos com 1,2%. A opção nenhum dele somou 2,2% e não sabe ou não respondeu somaram 7,2%.

Em um segundo cenário, o candidato Francisco Nagib aparece com 37,7%, Biné Figueiredo com 25,8%, Pedro Belo com 15,4% e Chiquinho do SAAE com 10,4%. Não sabe ou não respondeu somaram 7,9% e em ninguém, 2,7%.

Francisco Nagib também lidera no terceiro cenário estimulado feito pelo Escutec. O pedetista aparece com 41,4% sendo seguido por Pedro Belo que obteve 23,6%. Camilo Figueiredo ficou com 8,7% e nenhum dos candidatos, 17,4%. Não sabe ou não respondeu somaram 8,9%.

No quarto cenário ainda está na liderança Francisco Nagib com 41,4% e Pedro Belo com 24,1%. Rodrigo Figueiredo obteve 6,7% e nenhum dos candidatos apresentados, 18,6%. Não sabe ou não respondeu somaram 9,2%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários