Política

Construtoras vão paralisar obras por atraso em repasses da Prefeitura de São Luís

Empresários do setor da construção civil que possuem contrato, indiretamente, com a Prefeitura de São Luís vão paralisar as execuções de diversas obras, por falta de pagamento.

Levantamento feito pelo Blog do Neto Ferreira aponta que pelo menos 15 obras serão afetadas pelo atraso em repasses de verbas públicas. “Nós estamos sem receber dinheiro e decidimos paralisar até o secretário Antônio Araújo e o prefeito Edivaldo tomarem uma postura e pagar”, disse um empresário.

O atraso no pagamento ocorre desde dezembro do ano passado, chegando a mais de 3 meses e somando aproximadamente R$ 8 milhões, conforme relatou o construtor, que não quis se identificar. O atraso no repasse fez com que ele deixasse de pagar os funcionários da empresa.

A ausência de pagamento gerou, inclusive, demissão de trabalhadores que atuavam nas obras da Santa Clara, São Raimundo, Cidade Olimpica, São Cristovão, São Bernardo, Vila Culier, Cohatrac, entre outros, que o prefeito Edivaldo Holanda Júnior chegou a fazer propaganda das execuções de obras.

Uma empresa ganhou o pacotão de quase R$ 50 milhões e contratou 10 a 15 empresas para fazer drenagem profunda, sarjeta, calçada e meio fio, mas construtores alegam que, sem o pagamento de R$ 8 milhões de uma medição, não será possível dá continuidade a obra.

O Blog tentou contato com o secretário responsável pelas obras, Antônio Araújo, mas não conseguiu localizar.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários