Política

João Alberto diz que vírus da Zica vinha mantendo a crise política sob controle

Segundo o senador, a crise política estava pacificada pela exploração, pela mídia, dos casos do aedes adgypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya, com reflexos nos casos de microcefalia.

Aquiles Emir

joao-alberto

O senador João Alberto de Souza (PMDB-MA), que preside o Conselho de Ética do Senado, disse na manhã desta sexta-feira (04) que vê com preocupação os desdobramentos da operação da Polícia Federal que levou coercitivamente o ex-presidente Lula para depor sobre possível favorecimento financeiro com o esquema do Lava Jato e a delação premiada do senador Delcídio do Amaral, pois estes fatos podem aquecer o debate sobre o impeachment da presidente Dilma, que estava praticamente contornado.

Segundo o senador, a crise política estava pacificada pela exploração, pela mídia, dos casos do aedes adgypti, transmissor da dengue, zica e chikungunya, com reflexos nos casos de microcefalia. A partir de agora, disse ele, ninguém sabe o que pode ocorrer, pois o debate político vai se acirrar.

João Alberto disse que chegou a ser convocado para retornar a Brasília neste fim de semana, mas optou por ficar em São Luís. Ele disse que quarta-feira (09), tem difícil missão no Conselho de Ética do Senado, que vai apreciar mais uma vez o julgamento do senador Delcídio do Amaral. O relator Delmar Mota (PDT-RR) vai apresentar seu parecer e receber a defesa do acusado. A situação do senador pelo Mato Grosso do Sul, segundo ele, se complicou com esta reportagem da Istoé.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “João Alberto diz que vírus da Zica vinha mantendo a crise política sob controle”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Alice

    Opa, como vai?

    Curti muito esse conteúdo.

    Abraços!

    Shame On You no shameonyoublogueira.com/intelimax-iq

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários