Política

Secretário delata funcionário fantasma na Prefeitura de São Luís

O gestor da comunicação social tentou atingir a vereadora, no entanto colocou luz em uma situação que envolve vereadores da base aliada de Edivaldo Holanda Júnior.

No intuito de defender o prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior, para quem trabalha, o secretário de Comunicação Social, Batista Matos, em uma sessão na Câmara dos Vereadores, acabou delatando uma prática criminosa que ocorria (ou ocorre) nos bastidores da administração municipal.

A delação foi feita em meio a uma discussão acalorada com a vereadora Rose Sales (PV), onde Matos afirmou que existe, sim, funcionário fantasma na Prefeitura de São Luís ao citar que o marido de Rose recebia mais de R$ 9 mil sem trabalhar.

O gestor da comunicação social tentou atingir a vereadora, no entanto colocou luz em uma situação que envolve vereadores da base aliada de Edivaldo Holanda Júnior. Após a delação, surgiram áudios de funcionários fantasmas cobrando Batista por atrasos nos salários, supostamente da folha da Secom e da Semus.

Agora, cabe ao Ministério Público do Maranhão investigar esta prática criminosa que vem esvaziando os cofres públicos de São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Um comentário em “Secretário delata funcionário fantasma na Prefeitura de São Luís”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. dario

    rapaz, agora é culpa de edivaldo que o marido da pessoa que quer derrubar ele é funcionário fantasma? se eu fosse edivaldo aproveitava o momento e faria um raspa nesses funcionários.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários