Política

Senadores do Maranhão votaram a favor da soltura de Delcídio Amaral

O senador Edison Lobão (PMDB-MA) foi o único que absteve de votar. Ele é um dos investigados pela operação Lava-Jato, desencadeada pela Polícia Federal, que investiga desvios de dinheiro da Petrobrás.

Senadores maranhenses, Roberto Rocha e João Alberto.

Senadores maranhenses, Roberto Rocha e João Alberto.

Os senadores federais decidiram, na noite da última quarta-feira (25), pela manutenção a prisão de Delcídio Almaral (PT-MS), líder do governo do governo Dilma Rouseff, na Casa. Foram 59 votos a favor e 13 contra.

Dos 13 senadores que votaram pela revogação da decisão do Supremo Tribunal Federal, dois são do Maranhão.

João Alberto (PMDB) e Roberto Rocha (PSB-MA)são os parlamentares que defenderam a revogação da prisão do senador, que ocorreu na manhã de ontem (25).

E o senador Edison Lobão (PMDB-MA) foi o único que absteve de votar. Ele é um dos investigados pela operação Lava-Jato, desencadeada pela Polícia Federal, que investiga desvios de dinheiro da Petrobrás.

A prisão de Delcídio teve que ser votada devido ao artigo 53 da Constituição, que prevê que os membros do Congresso Nacional só podem ser presos em flagrante de crime inafiançável.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários