Política

Deputado Wellington apresenta ações em defesa da comunicação

O deputado estadual Wellington do Curso (PPS) apresentou, na manhã desta quarta-feira (30), durante seu pronunciamento na tribuna da Assembleia Legislativa, três indicações em defesa dos profissionais de comunicação: uma encaminhada ao governo do Estado, na qual solicita a possibilidade da implantação dos cargos de jornalista, radialista e assessor de imprensa no quadro de profissionais do âmbito estadual; e as outras ao prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira (PSDB), e ao presidente da Câmara de Imperatriz, José Carlos Soares (PV), solicitando a inclusão dos cargos de jornalista, radialista e assessor de imprensa nos próximos concursos a serem realizados pela prefeitura de Imperatriz e pela Câmara do município.

Ao fazer referência à Carta Magna de 1988, conhecida como Constituição Cidadã, o parlamentar, que desde o início do seu mandato se disponibilizou a ser a “voz” da comunicação no parlamento estadual, destacou, ainda, a necessidade da igualdade de oportunidades na disputa a cargos ou empregos na Administração Pública através do Concurso Público, principalmente para a classe dos profissionais de comunicação que, segundo ele, são agentes democratizadores da informação com qualidade e não vêm tendo a devida valorização.

“A Lei Magna de 1988 visou ensejar a todos iguais oportunidades de disputar cargos ou empregos na Administração Pública direta e indireta, sendo o Concurso Público um instrumento democrático que proporciona o próprio exercício da cidadania, enfatizando, assim, a relevância da solicitação por ora apresentada. Em tempos modernos, onde a tecnologia, as redes sociais e a inovação caminham de mãos dadas, onde as pessoas, os gestores, os organismos públicos e privados precisam estar sincronizados e conectados, percebe-se que apesar de todo um avanço técnico-científico existem lacunas ao desenvolver o lado humano das pessoas enquanto colaboradores, funcionários e servidores. Há muito trabalho e complexidade em equalizar o Capital Humano e o Desenvolvimento das Empresas na busca constante em desenvolver os talentos humanos, qualificando-os de forma eficiente e eficaz. Por acreditar ser a comunicação uma política de gestão, além de enxergar os profissionais da imprensa como agentes democratizadores da informação com qualidade podendo, assim, exercerem suas funções de comunicadores sociais, ressalto a importância de se implantar os cargos de jornalista, radialista e assessor de imprensa no quadro de profissionais do âmbito estadual”, pontuou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários