Política

Dinheiro de corrupção pertencia a Helder Aragão

Revelação foi feita durante uma conversa do empresário Fabiano Bezerrra, no Whatsapp

Prefeito de Anajatuba, Helder Aragão

Prefeito de Anajatuba, Helder Aragão

Apesar de retornar ao cargo no último dia 25 de agosto, por uma decisão judicial do desembargador Luiz Gonzaga Almeida Filho, que concluiu não haver provas suficientes para manter Helder Aragão afastado do cargo, as investigações sobre o envolvimento do prefeito no esquema de corrupção em Anajatuba dizem totalmente o contrário.

Entre as diversas páginas do documento obtido com exclusividade pelo blog do Neto Ferreira, Helder Aragão figura a maior parte. São grampos, conversas telefônicas e documentos encontrados com o nome do prefeito que evidenciam sua participação junto aos demais envolvidos: o empresário Fabiano Bezerra e o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Estado e pai do deputado estadual Eduardo Braide, Carlos Braide.

Em uma leitura mais recente foi constatado que Fabiano Bezerra trocava mensagens pelo aplicativo de mensagens instantâneas, WhatsApp, com Natascha, pessoa que ele usava como laranja para fazer depósitos e outras transações bancárias. Em uma das conversas a moça cobrou o empresário por débitos em seu nome que estavam gerando restrições e então ele revela que os R$ 20 mil que estavam depositados na conta dela pertencem a Helder Aragão, não a ele.

Fabiano Bezerra ainda revelou sua preocupação em ser morto, devido ao andamento das investigações e disse a Natascha que pretendia gastar R$ 100 mil com habeas corpus.

No inicio da conversa a moça ainda questiona se o empresário negará ao Ministério Público que trabalhava com a empresa M A Silva Ribeiro, e o mesmo afirma que sim, que as empresas não estão em seu nome e que se não negar ele se compromete.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Dinheiro de corrupção pertencia a Helder Aragão”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Antônio Sampaio

    Meu Deus, sou estudante de direito tenho acompanhado esse caso e já fiz até trabalho falando do caso mais essa situação mi faz a desacreditar no direito com tanta omissão do judiciário maranhense, só queria dizer uma coisa ao Dr. João Santana, que admiro muito seu trabalho e sua conduta dentro do judiario mais deixo uma pergunta no ar até quando esse descaso??????

  2. patricio

    kkkkkkkk, GRANDE MATERIA essa. Você pega um anuncio, circula de vermelho e faz uma dramatização.

    Sr. Neto Ferreira, a GLOBO precisa de você!

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários