Política

Alderico Campos é destituído da presidência do DEM em Paço do Lumiar

Alderico Campos é pilhado em mais outro escândalo.

Alderico Campos é pilhado em mais outro escândalo.

Inumeroso escândalos fez a direção estadual do DEM destituir o vereador de Paço do Lumiar, Alderico Campos, da presidência do diretório minicipal da silga. A cúpula do partido definiu que o parlamentar feriu a ética e moralidade DEM.

A relação de Campos com o agiota Josival Cavalcanti, o Pacovan, motivou o presidente da sigla, Ricardo Guterres a retirá-lo e formar uma comissão provisória. “Nós já destituirmos ele da presidência municipal de Paco do Lumiar”.

Guterres informou ao Blog do Neto Ferreira, que foi aberto processo de expulsão por não se enquadrar mais no perfil no partido. “Não queremos mais nenhum tipo de veiculação com esse tipo de politica. Nós entendemos abrir processo para expulsar do partido”, disse o presidente estadual do DEM.

O todo enrolado ex-presidente da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, Alderico Campos, se envolver em mais um escândalo.
Se não bastasse ser denunciado inúmeras vezes pelo Ministério Público por fraudar licitação, Campos agora será investigado pelo crime de agiotagem no Estado.

Relação com agiotagem

Durante as operações Morta-Viva e Maharaja, foi encontrado na casa do agiota Pacovan, precisamente no cofre, um cheque da Câmara de Paço do Lumiar assinado por Alderico Campos. A operação teve o apoio do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários