Política

Candidatos preferem não mudar as estratégias

O Imparcial

Pesquisas de intenção de voto não irão mudar modo de agir nas campanhas eleitorais. Essa afirmativa é reforçada pelos próprios candidatos que deveriam estar preocupados com o percentual de intenção de votos dos maranhenses, tanto para senador, quanto para governador.

Lobão Filho, por exemplo, aparece na última pesquisa divulgada pelo Instituto Exata com 25 % das intenções de votos, enquanto que o seu principal adversário político está com 30 pontos a mais, somando 55% de intenções de votos do eleitorado maranhense.

Roberto Rocha, que por um longo período liderou isoladamente o ranking, começa a dar sinais do efeito pós-propaganda eleitoral na TV. Apesar de subir um ponto nas pesquisas e ainda liderando com 29% do eleitorado, começa a ser ameaçado pela aproximação de seu adversário nas pesquisas. Na última pesquisa do Instituto Exata, Gastão Vieira (PMDB) começa a emparelhar com Roberto Rocha, somando 27% das intenções de votos no Maranhão.

Sobre uma possível mudança de estratégia, Rocha garante que não mexerá em nenhuma diretriz de campanha. “Vamos continuar fazendo nossa campanha sem preocupação. Toda campanha tem sua própria dinâmica”, disse.

O candidato do PSB também atribuiu a subida de Gastão Vieira ao fato do apoio declarado de Dilma no horário eleitoral ter influenciado diretamente no eleitorado. “Na pesquisa Exata, ele subiu cinco pontos, e eu subi um ponto. E por que? Por causa da Dilma o dia inteiro no seu programa de TV e Rádio. Mas isso era previsto, pois, na estratégia dele, ele precisa grudar na Dilma e se afastar de Sarney e Lobão, negando sua própria história”, ressaltou.

Roberto Rocha analisou que mesmo com o apoio de Dilma, Gastão Vieira também tem sua imagem ligada à família Sarney. “Por enquanto, ele ainda é o candidato da Dilma, apenas. Mas vai ser também do Sarney e do Edinho Lobão. Senão, seria bom demais, liberdade de solteiro e conforto de casado”, lembrou.

LOBÃO FILHO
A reportagem tentou contato com o candidato Lobão Filho, mas não obteve retorno. A assessoria do candidato informou que ele está cumprindo agenda em cidades do interior maranhense, cujos contatos telefônicos são muito difíceis.

Respondendo ao questionamento direcionado ao candidato do PMDB, a assessoria declarou que Lobão Filho está tendo uma percepção de volume da campanha diferente dos números apresentados pela pesquisa citada. “O referencial adotado por Lobão Filho é o contato que ele está tendo nas ruas, aonde ele percebe a receptividade e a evolução da campanha. Esse é guia dele”, declarou.

A assessoria reforçou ainda, que a estratégia continuará a mesma adotada desde o início da campanha. “A estratégia continua a mesma, seguindo os mesmos passos com os eleitores. Ele não vai mudar nenhuma estratégia por conta de números de pesquisas que ele não acredita”, revelou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários