Política

Decretado estado de emergência no município de Ribamar

Medida foi adotada devido aos inúmeros prejuízos causados em diversas regiões da cidade pelas fortes chuvas que continuam caindo na Grande Ilha.

Em função dos estragos causados pelas fortes chuvas que continuam caindo na Grande Ilha, a Prefeitura de São José de Ribamar decretou estado de emergência no município por um período de 60 dias.

Desde o início do ano, as fortes chuvas vêm ocasionando sérios danos, principalmente no que diz respeito à infraestrutura, em bairros de diversas regiões de São José de Ribamar.

Já foram registrados inúmeros prejuízos, tais como desmoronamentos de trechos de avenidas, ruas, obras de drenagem e residências, situação que está dificultando e, em alguns casos, impedindo o trânsito de pedestres, veículos e do transporte coletivo.

Só para se ter uma idéia, os temporais que continuam atingindo o município destruíram quatro pontes que interligam bairros situados nas regiões do Miritiua, Parque Araçagi, Ubatuba e Rio São João, por exemplo.

Moradora do Parque Araçagi, a dona de casa Maria Isabel Freitas afirmou estar muito preocupada. “Aqui no bairro os temporais diários já destruíram vias e até um trecho da ponte. Espero em Deus que esse período [chuvoso] passe logo”, disse.

O prefeito Gil Cutrim avaliou que, tendo em vista a situação caótica causada pelo fenômeno da natureza [chuvas], o município de Ribamar, hoje, encontra-se em situação precária.

“Iremos procurar o Governo do Estado e o Governo Federal no sentido de unir forças para que, juntos, possamos executar ações emergenciais direcionadas para as regiões atingidas”, garantiu o prefeito.

De acordo com ele, além de comprometer a infraestrutura dos bairros, as fortes chuvas estão atrasando o cronograma de várias obras de pavimentação que estão sendo executadas pela administração municipal.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários