Política

Revoltados com Edivaldo Júnior, servidores da Saúde paralisam nos Socorrões I e II

Ausência do prefeito de São Luís no setor da saúde gera revolta.

Como haviam anunciadoe publicado no Blog do Neto Ferreira, caso não houvesse uma atenção devida da Prefeitura de São Luís quanto às suas pautas de reivindicações, funcionários da enfermagem dos Hospitais Socorrão I e II paralisaram suas atividades por 2h, na manhã de hoje (20).

A priori, apenas como uma paralisação de advertência, a fim de forçar o governo municipal a atender às necessidades da saúde, os profissionais, assegurados pelo Sindicato dos Funcionários e Servidores Públicos Municipais de São Luís (SINFUSP/SL), pararam suas atividades em exigência à melhores condições de trabalho e, principalmente a revisão da Escala Diarista, mais conhecida como Escala Quebrada – Portaria n° 2395/MS de 11 de Outubro de 2011 (que determina a organização das equipes multiprofissionais de forma horizontal).

A Prefeitura de São Luís, através da Secretária de Saúde protocolou documento, solicitando uma reunião com a Comissão da Saúde e Sindicato, para amanhã, quarta-feira (21), as 15h, na sede da SEMUS.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários