Política

Tremei, clã Sarney! Esquema no convênio de R$ 4,9 milhões é comprovado

Associação que “ganhou a licitação” não foi encontrada em nenhum dos três endereços informados.

Foi constatado, in loco, no município da Raposa, na tarde desta quarta-feira (05), a inexistência de obras de melhorias no acesso ao povoado “Trechos”, localidade desconhecida pelos moradores, pelos Correios e que não foi encontrada pelos deputados de oposição durante a vistoria.

O convênio, no valor de R$ 4,9 milhões, foi firmado entre o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar (Sedes), e o “Grupo de Ação Social Vera Macieira”, que não existe em todos os endereços informados e vistoriados pela Comissão.

Após constatarem a inexistência da associação conveniada e da localidade beneficiada e a não realização das obras, os deputados decidiram que convocarão o secretário estadual de Desenvolvimento Social e Agricultura Familiar, Fernando Fialho, para explicar o caso na Assembleia Legislativa do Maranhão. Outra providência urgente será pedir a suspensão do restante do convênio junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) e ingressar com representação no Ministério Público.

Em documento consta que a Associação Vera Macieira seria registrada na Rua do Cacau do bairro Pirâmide. Porém, não foram encontrados nem sinais da associação. E mais: os moradores garantiram desconhecer a existência dessa entidade, nunca ouviram falar no povoado “Trechos” e, muito menos, em obras de melhoramento de acesso naquelas proximidades.

Segundo o motorista Robson da Nóbrega, um dos supostos terrenos que
pertenceria à associação foi vendido por ele há dez anos para uma pessoa chamada Lurdes, que havia informado intenção de construir no local uma entidade social, mas que nunca iniciou obra nenhuma. O espaço foi apenas murado e só acumula mato e lixo.

Othelino Neto (PPS/MD), Rubens Júnior (PCdoB) e Marcelo Tavares (PSB) foram também ao prédio Sousa Center, na Beira-mar, e encontraram a sala 106, que seria outra sede da inexistente associação, fechada, desabitada e sem móveis. Comerciantes que trabalham no local também nunca nem ouviram falar da “Associação Vera Macieira”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Tremei, clã Sarney! Esquema no convênio de R$ 4,9 milhões é comprovado”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. olho

    Medo da derrota e problemas familiares fazem Roseana desistir de candidatura ao Senado

    Do Blog do Jorge Vieira

    Roseana-e-Jorge-Murad-357×599
    A governadora Roseana Sarney, ciente das dificuldades que terá que enfrentar para se eleger senadora em 2014, já comenta abertamente com aliados a possibilidade de permanecer no comando do Estado até o último dia do seu mandato.
    Roseana recebeu uma espécie de ultimato do primeiro cavalheiro Jorge Murad para esquecer eleição e seguir com ele rumo à Europa onde pretende fixar residência por alguns anos. Quer se ver livre do Maranhão após ter raspado o tacho.
    Além de problemas familiares, Roseana também teme um fracasso na eleição para o Senado e prefere não ariscar. Outro temor da governadora diz respeito ao seu candidato Luís Fernando, o “picolé de Chuchu”, que não decola e já começa ter a candidatura questionada.
    Segundo comentários de aliados do Palácio dos Leões, Roseana fala em permanecer no cargo e até já teria se comprometido com o ministro do Turismo, Gastão Vieira, em apoiar sua candidatura ao Senado.
    A governadora teme que deixando o comando do estado, o primeiro que sentar na cadeira de governador vai querer atropelar Luís Fernando e ser candidato a reeleição. Não é a toa, por exemplo, que o presidente da Assembleia Legislativa, Arnaldo Melo, está percorrendo o Maranhão.
    A permanência de Roseana resolverá uma dor de cabeça ainda maior chamada Washington Oliveira, o vice-governador do PT, que já anunciou que não aceita trocar o cargo por uma cadeira no Tribunal de Contas do Estado, deixando o caminho livre para alguém de confiança da oligarquia do Sarney assumir o governo.
    Caso seja confirmada a desistência de concorrer ao Senado, ficará claro que a governadora não confia em Washington, não tem segurança no sucesso de sua candidatura ao Senado e vai aproveitar a desculpa de que o marido não mais quer vê-la em política para tirar o time de campo.

  2. olho

    50 ANOS

    FORA SARNEYZADA

  3. JR

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

    50 – ANOS (FORA SARNEYZADA)

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários