Política

Ex-prefeito Gildásio Silva amarga queda para Coordenador da Famem

Gildásio está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual por ter recebido recursos e deixado as obras inacabadas.

O ex-prefeito do município de Poção de Pedras, Gildásio Ângelo da Silva – acostumado a mandar e desmandar em todo mundo – caiu da Prefeitura e agora amarga o único cargo que lhe foi confiado pelos “amigos” que ele ajudou nos tempos de “vacas gordas”.

Ex-prefeito Gildásio, agora de barba e bigode

Ex-prefeito Gildásio, agora de barba e bigode

Gildásio – que está sendo investigado pelo Ministério Público Estadual por ter recebido recursos e deixado as obras inacabadas – agora é Coordenador de Saúde da Federação dos Prefeitos do Estado do Maranhão (Famem), comandada pelo prefeito de Ribamar, Gil Cutrim.

Vale lembrar que a Coordenadoria de Saúde da Famem é apenas um “prêmio de consolação” para quem não conseguiu sucesso nas urnas, e o titular do cargo não manda nem apita nada. A frustração com certeza vem logo em seguida, com conseqüências imprevisíveis.

Um amigo bem próximo de Gildásio que o ex-prefeito tentou conseguir uma boquinha como secretário de saúde no interior do Estado, mas nenhum prefeito de arriscou a nomeá-lo. Dizem que o prefeito de Tuntum, Cleomar Tema, teria alertado os colegas do “perigo iminente”. Tem rumo!

Nos tempos de “vacas gordas” Gildásio desfilava em Poção de Pedras a bordo de helicóptero, quadriciclos e outros veículos caros. Agora, a coisa mudou. Nem mesmo na Fundação Nacional de Saúde (FNS), onde Gildásio é funcionário, ninguém quer nem ouvir falar nele. Quem era o prefeito Gildásio.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários