Política

Título eleitoral pode ser cancelado caso não sejá feito recadastro biométrico

A informação foi dada pelo desembargador José Bernardo Silva Rodrigues (vice-presidente, corregedor e ouvidor).

O eleitor que não realizar o recadastro eleitoral biométrico terá o título cancelado, alerta o Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão. A informação foi dada pelo desembargador José Bernardo Silva Rodrigues (vice-presidente, corregedor e ouvidor) durante sessão plenária especial da Assembleia Legislativa realizada nesta quinta-feira (21).

“Senhores deputados, é importante alertar que aquele eleitor que não atender à convocação da Justiça Eleitoral para fazer o recadastro terá o título cancelado, o que o impede de votar, dentre outras penalidades”, frisou o corregedor.

O presidente da Assembleia, deputado estadual Arnaldo Melo, enalteceu o esforço que o Tribunal tem feito para dar mais agilidade e transparência ao processo eleitoral, agradecendo a deferência do órgão em atender ao convite da Casa para dar explicações de como a biometria será implantada em mais 9 cidades durante este ano de 2013.

Ele ainda disponibilizou espaço da Assembleia para instalação de posto do Regional para o atendimento dos deputados, de servidores e da sociedade em geral.

Servidores do TRE ainda explicaram aos parlamentares como os dados dos eleitores são armazenados pelo Tribunal Superior Eleitoral. No dia 4 de março, será a vez da Câmara Municipal de São Luís receber o TRE para esclarecimentos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários