Política

Prefeito Léo Coutinho herda dívida milionária junto a Previdência Social

A dívida da prefeitura de Caxias é quase impagável e só no primeiro mês desse ano consumiu mais de 30% do repasse do FPM.

Blog do Ludwig Almeida

Leo Coutinho, prefeito de Caxias.

Leo Coutinho, prefeito de Caxias.

Não é só ‘privilégio’ da prefeitura de Timon que possui um débito exorbitante junto a Previdência Social herdada de gestões passadas, em Caxias o novo prefeito Léo Coutinho (PSB), também terá que conviver e pagar através de débito automático no repasse do Fundo de Participação dos Municípios – FPM, dívida igual ou superior.

A dívida da prefeitura de Caxias é quase impagável e só no primeiro mês desse ano consumiu mais de 30% do repasse do FPM. A 1ª parcela do Fundo de Participação do mês de janeiro foi no valor de R$ 2.266.012,30, e o foram descontados do INSS foi a quantia de R$ 689.493,67.

O endividamento da prefeitura de Caxias junto ao INSS terá sempre reflexo no futuro bem próximo na administração, criando embaraços e podendo inviabilizar o orçamento.

O jovem prefeito Léo Coutinho tem o enorme desafio de administrar essa dívida junto a Previdência Social, fora os grandes problemas que existe na cidade que não foram resolvidos por prefeitos anteriores. Clique aqui e continue lendo a reportagem.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários