Poder

Pedro Novais pede exoneração do Ministério do Turismo

Novais deixa o Ministério do Turismo como corrupto
Novais deixa o Ministério do Turismo como corrupto

O maranhense Pedro Novais,  ministro do Turismo, avisou nesta quarta-feira ao líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves (RN), que entregará o cargo na tarde de hoje, 14, à presidente Dilma Rousseff.

No momento o partido apresenta uma lista de nomes ao vice-presidente Michel Temer.

Entre os nomes defendidos pela bancada estão o do piauiense Marcelo de Castro (PI) e Manoel Junior (PB). Segundo peemedebistas, o nome de Castro sofre resistências no governo.

A situação de Novais ficou insustentável no Planalto e dentro de seu próprio partido depois de duas revelações : a de que ele pagou com dinheiro público o salário de sua governanta por sete anos e a de que sua mulher usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

(Com informações da Folha)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pedro Novais pedirá exoneração do cargo de ministro ainda hoje

Pedro Novais pedirá demissão hoje do cargo de Ministro do Turismo

Pedro Novais pedirá demissão hoje do cargo de Ministro do Turismo

O deputado Henrique Eduardo Alves (RN), líder do PMDB na Câmara e avalista de Pedro Novais no Ministério do Turismo, deverá fazer uma reunião com o correligionário na manhã desta quarta-feira para definir os termos da sua demissão. O Palácio do Planalto espera para hoje a saída de Novais, a pedido.

A situação do ministro ficou insustentável no Planalto e dentro de seu próprio partido depois de duas revelações: a de que ele pagou com dinheiro público o salário de sua governanta por sete anos e a de que sua mulher usa irregularmente um funcionário da Câmara dos Deputados como motorista particular.

“O PMDB vai apoiar a decisão de Novais, qualquer que seja ela, para que ele se sinta confortável”, disse Eduardo Alves após reunião com a bancada do PMDB, nesta manhã.

Há nove meses, Novais já havia sido acusado de custear as despesas de um motel com dinheiro da Câmara.

Recentemente, sua pasta esteve no centro de investigação policial que prendeu vários servidores e quase toda a cúpula do Ministério.

Em evento na manhã desta quarta-feira, a presidente Dilma Rousseff afirmou que conversará ainda hoje com Novais.

A nomeação de Pedro Novais nunca foi vista com entusiasmo pela presidente. A indicação só vingou porque Eduardo Alves, líder influente na bancada, chancelou o nome do aliado.

Caso realmente deixe a pasta, essa será a quarta baixa no ministério de Dilma Rousseff relacionada a suspeitas de irregularidades.

(Com informações da Folha)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Farra dos deputados e secretários na Expoema 2011

A farra foi grande durante o aniversário de Cláudio Azevedo, secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca do Estado.

O aniversário foi realizado na Expoema, Parque Independência, e contou com a presença de boa parte dos deputados estaduais e alguns secretários de Estado.

Cláudio Azevedo contou com a presença dos amigos: Rigo Teles, Rogerio Cafeteira, Arnaldo Melo, Vagner Pessoa Mendes, Camilo Figueiredo, Hildo Rocha, Manoel Ribeiro, Tatá Milhomem, Fábio Braga, Chiquino Escórcio e outros.

A festa foi regada a muito whisky Johnny Walker Blue Label o mais caro, para felicidade dos parlamentares e secretários que sairam da “festinha” entornados de tanto whisky.

Os convidados já estavam entornados de tanto whisky

Observe o estado de Manoel Ribeiro e Tatá Milhomem. Os convidados já estavam chumbados só de whisky


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pedro Novais poderá ser investigado pela Procuradoria da República

Agora complicou a situação de Pedro Novais

Agora complicou a situação de Pedro Novais

Quanto mais tempo passa pior fica a situação do Ministro do Turismo. A Procuradoria da República que tem a frente Roberto Gurgel, irá analisar todas as denúncias que envolvem Pedro Novais, ministro do Turismo, onde buscará informações para decidir se realmente há necessidade da abertura de investigação.

Mesmo Pedro Novais ter todas as regalias de ministro como o foro privilegiado, se a suspeita for confirmada, os relatos serão filtrados inicialmente pelo Ministério Público.

Segundo informações da assessoria de imprensa do Ministério Público Federal, a relevância do caso ainda é pouca e não foi repassada para um procurador. No entanto quem poderá decidir se existem fatos para investigar os valores gastos por Pedro Novais será o Ministério Público do Distrito Federal.

O motivo das investigações é devido, uma servidora lotada no gabinete de Pedro Novais quando era deputado federal.

A servidora que na verdade é governanta de sua residência teria sido contratada para a função de recepcionista por parte de uma empresa terceirizada do próprio Ministério comandado por Pedro Novais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flávio Dino lidera pesquisa e pode vencer no primeiro turno em São Luís

O Portal Vermelho divulga a pesquisa realizada pelo Instituto Amostragem nos dias 2, 3 e 4 de setembro em São Luís mostra um amplo favoritismo do pré-candidato do PCdoB, Flávio Dino. Nos vários cenários testados ele lidera com folga, inclusive na simulação de segundo turno.

Flávio Dino lidera com 40,33%

Flávio Dino lidera com 40,33%

No primeiro cenário, com 10 candidaturas, ele lidera com 40,33%, seguido do atual prefeito João Castelo(PSDB) com 17,5%. Edvaldo Holanda Júnior (PTC) fica em terceiro lugar com 9,67%; Bira do Pindaré (PT) em quarto, com 7,5%. Na seqüência Tadeu Palácio (sem partido), com 6,83%; Eliziane Gama(PPS), tem 4,33%; Max Barros(DEM), pontuou 3,67%; Roberto Rocha(PSB), 2%; Marcos Silva(PSTU), 1,5%; e Haroldo Sabóia(PSol), com 0,83%. 2% não opinaram ou não sabem e 3,83 disseram que votariam nulo.

Já no cenário mais enxuto, com os partidos de oposição coligados, Flávio Dino vai a 54% contra 20% de João Castelo e 6,17% de Max Barros, candidato da governadora Roseana Sarney. Marcos Silva vai a 3,83% e Haroldo Sabóia a 2,5%.

Flávio Dino lidera também com 44% no cenário de uma disputa envolvendo o nome dele; de João Castelo, 21,33%; do deputado Edvaldo Holanda Júnior(PTC), 12,17%; Max Barros, 5,5%; Marcos Silva(PSTU), 4,67%;e Haroldo Sabóia(PSol), 2,5%.

Nos cenários em que Flávio Dino é retirado da lista de candidatos, João Castelo lidera em todos com diferença média de 11,62% em relação ao segundo colocado.

Na hipótese de um segundo turno disputado entre Flávio Dino e João Castelo, o comunista fica com 64,5% e o tucano 24,83%.

Espontânea – O Instituto apurou que na pesquisa espontânea – aquela em que o entrevistado opina sem o estímulo de uma cartela com os nomes dos candidatos – Flávio Dino lidera com 18,67%; Castelo aparece em segundo com 13,33%; Tadeu Palácio com 2,67%; e Max Barros com 1,83%. Os demais pré-candidatos aparecem com menos de 1% na espontânea.

Rejeição – Já no quesito rejeição dos pré-candidatos o líder disparado é o prefeito João Castelo, com 48,83% dos eleitores entrevistados. O ex-prefeito Tadeu Palácio fica em segundo com 25,33%. Os nomes com menor rejeição são os de Edvaldo Holanda Júnior, 9,17%, e Flávio Dino, 10,33%.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

João Alberto é ignorado na aliança de Lisboa e Zé Vieira

João Alberto e Raimundo Lisboa, prefeito de Bacabal

João Alberto e Raimundo Lisboa, prefeito de Bacabal

O “João Alberto” não é o mesmo de antigamente? É o que está se perguntando a classe política do Maranhão depois da evidente união em Bacabal dos grupos de Zé Vieira e Lisboa.

Zé Vieira é deputado federal e sempre fez oposição a João Alberto. Ganhou a Prefeitura fazendo campanha contra o grupo Sarney. Até Sarney foi discursar em praça pública na época, mas não teve jeito. Desde então não teve mais vez para o grupo de João Alberto. Se quiser se eleger a Senador, por duas vezes teve que pedir clemência a Zé Vieira para não atrapalhar sua eleição.

Raimundo Lisboa é o prefeito da cidade. Foi eleito por Zé Vieira, mas depois de assumir rompeu com ele. Para garantir a reeleição Lisboa procurou João Alberto e fez uma composição da chapa, colocando Taugi Lago (mãe do ex-deputado Jura Filho) como vice-prefeita. Na cidade de Bacabal, o comentário é que o acordo teria custado 4 milhões de reais.

Zé Vieira, deputado federal

Zé Vieira, deputado federal

O certo é que depois de eleito, Lisboa não ligou mais para Taugi. Nem um gabinete a vice-prefeita tem. Despacha na sua casa. Recentemente Lisboa e Zé Vieira decidiram unir os grupos novamente. Deixaram João Alberto de lado. O acordo envolve muito dinheiro. Uma parte está entrando pela TV Mearim, propriedade de Zé Vieira e que abocanhou a verba publicitária da Prefeitura.

Colocado pra escanteio, “João Alberto” não reagiu de início. Agora os comentários vindos da cidade apontam que ele pode romper com Lisboa. O problema é que João Alberto não tem candidato, sempre prestigiou a família do ex-deputado Jura Filho que é fraquíssimo na região. A vice-prefeita é outro nome que se enfraqueceu depois do acordo com  Lisboa e por ter ficado calada diante da péssima administração nos últimos quatro anos.

Depois de ter sido trazido a contragosto do Senado para uma Secretaria totalmente  inexpressiva, João Alberto já pensa até em se candidatar a prefeito em Bacabal. O problema é que o seu grupo não existe mais e ele não tem votos. Tem prestígio em função do cargo que exerce. Voto é outra coisa e quem tem na região é Zé Vieira. João Alberto sempre se furtou a enfrentar Zé Vieira nas urnas, pois o “Carcará” teme a derrota.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeito recebe diárias para Brasília e viaja para São Paulo por conta da prefeitura

Do GP1

O prefeito Chico Marques, da cidade de Barras, terá uma tarefa das mais difíceis nos próximos dias, explicar para a opinião pública como recebeu 02 diárias valor total de R$1.635,00, no dia 30 de março de 2011, para, segundo nota de empenho, viajar a Brasília nos dias 01 e 02 de abril de 2011 “para tratar de assuntos do município e captar recursos”, e ir para São Paulo, viagem que ocorreu no dia 31, quinta , de acordo com recibo da empresa Elder Tur, onde o prefeito se submeteu a uma bateria de exames no Hospital Sírio Libanês, um dos mais conceituados e caros Hospitais do Brasil.

O prefeito foi acompanhado da esposa e secretaria municipal de administração geral, Ana Maria de Sousa, que também solicitou e recebeu diárias num total de R$ 545,00 para “resolver assuntos de interesse do município no Ministério da saúde, captando recursos”. Os dias escolhidos pelo prefeito e secretária são incomuns para este fim, quintas e sextas feiras não são os dias mais apropriados para peregrinar por recursos nos corredores da capital federal, a viagem ocorreu no dia 31(quinta ) com retorno no dia 04 (segunda).

As diárias para o prefeito, foram pagas através de cheque nº 629718, nominal a Francisco Marques da Silva. A Prefeitura pagou de passagens aéreas Teresina – São Paulo – Teresina a quantia de R$ 2.889,78. A viagem teve um custo total de R$ 5.069,78.

A farra, contra os combalidos cofres da prefeitura de Barras, tinha tudo para passar despercebido se o prefeito não fosse traído pela própria língua e não tivesse comentado com a blogueira do Portal Meio Norte, Socorro Carcará, que “estaria com a saúde de ferro e o seu coração, de acordo com os médicos do renomado Hospital Sírio Libanês, estaria ótimo.”

A blogueira resolveu divulgar “o furo” e postou a notícia no portal Meio Norte as 10:04, do dia 05 de abril de 2011, terça feira, arrematando: Marques (o prefeito) declarou que os médicos disseram que não há necessidade de intervenção cirúrgica e que ele só precisa de remédios, dieta balanceada e exercícios físicos.

O Prefeito poderá ser denunciado pelo Ministério Público por apropriar-se de rendas ou bens públicos, em proveito próprio ou alheio, segundo o art.1º, I, do Decreto lei 201/67. Qualquer cidadão poderá formular denúncia por escrito a Câmara de Vereadores de Barras para providências que podem culminar, inclusive, na cassação do mandato.

 

Confira a documentação abaixo:

 

Empenho de diárias do prefeito Chico Marques para trarar de assuntos no Ministério da Saúde em Brasília

Empenho de diárias do prefeito Chico Marques para trarar de assuntos no Ministério da Saúde em Brasília

Ordem de pagamento de Chico Marques

Ordem de pagamento de Chico Marques

Pagamento de passagemns aéreas à empresa Elder Tur Viagens

Pagamento de passagemns aéreas à empresa Elder Tur Viagens

Nota fiscal emitida pela Elder Tur informando que a viagem do prefeito Chico Marques e da esposa é para cidade de São Paulo

Nota fiscal emitida pela Elder Tur informando que a viagem do prefeito Chico Marques e da esposa é para cidade de São Paulo

Empenho de diárias emitida para aesposa do prefeito Ana Maria de Sousa

Cheque emitido em nome de Chico MarquesEmpenho de diárias emitida para aesposa do prefeito Ana Maria de Sousa

Blogueira do meionorte informando que o prefeito Chico Marques fez exames no Sírio Libanês em São Paulo

Blogueira do meionorte informando que o prefeito Chico Marques fez exames no Sírio Libanês em São Paulo


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Recordar é viver: "Eles pensaram que o Brasil era o Maranhão"

No episódio que todo o Brasil ficou abismado, quando ocorreu a Operação da Policia Federal no Maranhão onde apreenderam mais de um milhão de reais e uma vasta documentação na sede da empresa Lunus, de propriedade da Governadora do Maranhão, Roseana Sarney Murad (PMDB) e seu marido Jorge Murad, o “Jorginho”.

O escândalo da Lunus gerou uma enorme repercussão nacional, que trouxe na capa principal da revista Veja a imagem de Jorge Murad e Roseana Sarney Murad titulada na época de, “Eles pensaram que o Brasil era o Maranhão” na edição 1 747 de 17/04/02 . Recordar é viver, então recorde com a imagem abaixo:

Capa da revista Veja

Capa da revista Veja


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mentiu! Marcos Valério e Cristiano Paz são condenados à prisão

G1.com

Marcos Valério e o empresário Cristiano Paz foram condenados à prisão pela Justiça Federal de 1º Grau em Minas Gerais, por terem dado informações falsas ao Banco Central. A condenação, divulgada nesta quinta-feira (9), foi determinada no dia 31 de agosto.

De acordo com a sentença, em 1999, os acusados prestaram declarações falsas sobre as operações e situação financeira da agência SMP&B, da qual eram sócios, no Banco Rural. Os dois alteraram o capital da agência de publicidade de R$ 150 mil para R$ 4,5 milhões. Com isso, eles conseguiriam justificar depósitos irregulares na conta e não levantar suspeita na fiscalização do Banco Central.

Na Junta Comercial de Minas Gerais, o capital social da SMP&B foi alterado de R$ 150 mil para R$ 600 mil.

Para a Justiça, se o Banco Central não tivesse informações alteradas, o esquema de evasão de divisas, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro, feito por empresas ligadas a Marcos Valério, poderia ter sido descoberto mais cedo. Em 2005, Marcos Valério ficou conhecido por suspeita de envolvimento no esquema do “mensalão”.

O juiz federal Leonardo Augusto de Almeida Aguiar, em auxílio à 4ª Vara Federal Criminal, alegou que, a partir das provas apresentadas, os réus agiram com consciência de que a conduta era ilícita. De acordo com a Justiça, Cristiano Paz foi condenado a aproximadamente cinco anos de prisão e 210 dias-multa e Marcos Valério, a seis anos de prisão e 280 dias-multa.

O advogado Marcelo Leonardo, responsável pela defesa de Marcos Valério, negou a acusação contra o réu e informou que entrou com recurso da decisão no Tribunal Regional Federal (TRF) de Brasília. A defesa de Cristiano Paz, feita pelo advogado Castellar Guimarães, informou que também efetuou a apelação da sentença no TRF, no dia 2 de agosto. Segundo Guimarães, a pena fixada pela Justiça não é correta, pois diante das provas a pena deveria se aproximar do mínimo previsto, porque se trata de réus primários com bons antecedentes. Devido a isso, o advogado alegou que a decisão deve ser reformulada.

A Justiça informou que, por falta dos requisitos necessários para o decreto da prisão cautelar, os réus podem recorrer em liberdade.

Mensalão
Marcos Valério também é réu no processo que apura um suposto esquema de compra de apoio político de parlamentares, conhecido como “mensalão”, tornado público em 2005. A denúncia foi aceita pelo Supremo Tribunal Federal (STF) em 2005. A defesa dele e de outros 37 acusados, entre membros do Legislativo e servidores públicos, apresentaram as alegações finais ao STF nesta quinta-feira (8).

Após elaboração do voto do relator do caso, ministro Joaquim Barbosa, o processo será incluído na pauta de julgamentos. Ainda não há data prevista para a audiência


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Direito de resposta: Basf questiona denúncia vinculada no blog

Conforme publicado no dia (08), a empresa Basf fabricante de agrotóxico, foi citada em post que traz no título.  “Empresa de agrotóxico engana produtores de soja no Maranhão “, envia seu direito de resposta questionando a denúncia veiculada no blog, veja a nota:

A BASF tomou conhecimento da publicação no Programa Globo Rural e replicada em seu site em 08 de setembro, sobre a comercialização de dois mil litros de defensivos agrícolas falsificados contendo Fipronil nos Estados do Maranhão e Piauí. A empresa não foi ouvida oficialmente pela TV Globo e nem pela Polícia Federal sobre o fato acima.

Até o momento, a Companhia não foi notificada pela AGED – Agência Estadual de Defesa Agropecuária do Maranhão, nem pela ADAPI – Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Piauí, sobre este caso e tomará as medidas jurídicas necessárias quando for oportuno.

O produto Standak® possui registro federal no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), no IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente) e na Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). Suas bulas e rótulos foram aprovados pelas autoridades competentes. A BASF informa, ainda, que a empresa Granule não é uma revenda autorizada BASF.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.