Poder

Deputado denuncia contrato de R$ 6 mi com Duda Mendonça

O líder da Oposição na Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), denunciou, nesta segunda-feira (22), mais um episódio do que ele chamou de descaso e desrespeito do governo do Estado para com o povo maranhense.

Deputado Marcelo Tavares

Deputado Marcelo Tavares

De acordo com Tavares, a administração Roseana Sarney (PMDB), através das Secretarias de Estado da Comunicação e Saúde, contratou, ao valor de R$ 6 milhões, a empresa Mendonça Associados e Propaganda Ltda., de propriedade do publicitário Duda Mendonça, para executar serviços de propaganda e publicidade dos hospitais e Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) que estão sendo inaugurados em várias cidades do Estado.

O parlamentar classificou o episódio, registrado no processo nº 1336/2011 e publicado no Diário Oficial do Estado da semana passada, como mais um caso de total desrespeito ao dinheiro público. “Para quem não se lembra, o Duda Mendonça foi o marqueteiro que fez a campanha de Roseana, em 2010. E agora, ele recebe um benefício desses vindo dos cofres públicos. Gostaria de fazer a seguinte pergunta: qual vantagem o povo maranhense recebe com uma iniciativa dessas? Respondo: nenhuma. Os únicos beneficiados são os órgãos de comunicação da empresa da governadora, que estão faturando alto com a divulgação de comerciais institucionais”, avaliou o líder da Oposição.

Marcelo Tavares questionou, ainda, o alto valor do contrato. Disse que R$ 6 milhões é dinheiro suficiente para construir e equipar quatro novas UPAs, de acordo com o padrão do Ministério da Saúde. No entanto, segundo o deputado, estes recursos, para o padrão do secretário estadual de Saúde, Ricardo Murad, servem para construir apenas uma Unidade de Pronto Atendimento.

O deputado encerrou o seu pronunciamento denunciando a situação de professores do município de Vargem Grande, que participam do programa ProJovem Urbano. Marcelo Tavares informou que, recentemente, foi procurado por estes docentes que garantiram estar a sete meses sem receber salários.

“O programa é federal mais foi o governo do Estado que contratou a Fundação que geri o ProJovem e não paga ninguém. É outro exemplo de que esta administração é totalmente descompromissada”, finalizou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Homem que mantinha mãe em cárcere privado é preso

A Polícia Militar do município de Vitória do Mearim efetuou a prisão, neste último fim de semana, de Antônio Carlos Brandão Gonçalves, 18 anos, por ameaça e cárcere privado contra sua própria mãe, Maria das Dores Brandão Gonçalves, 42 anos.

Segundo informações repassadas pelo delegado titular de Vitória do Mearim, Élcio Alves Vilela, o filho da vítima é usuário de drogas, e essa não foi a primeira vez que ele ameaçou a mãe, que já o denunciou algumas vezes, mas nunca tinha dado continuidade aos procedimentos legais.

“Ele chegou em casa, na manhã de sábado (10), bêbado e pedindo dinheiro para a mãe. Como ela não tinha, ele a ameaçou com um facão. Ela acionou a polícia, que efetuou a prisão do jovem”, disse o delegado.

Antônio Carlos Brandão Gonçalves foi autuado em flagrante delito pela delegada Viviane Fontenelle Azambuja. Ele permanece detido na Delegacia do município à disposição da Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Guerreiro Júnior planeja instalação da comarca de Miranda do Norte

Guerreiro Júnior garantiu empenho para instalar a comarca

Guerreiro Júnior garantiu empenho para instalar a comarca

A instalação da comarca de Miranda do Norte é uma das prioridades da gestão do presidente Tribunal de Justiça, desembargador Guerreiro Júnior. Em reunião com a juíza da 1ª Vara de Itapecuru-Mirim, Laysa Paz Mendes, da qual participaram os juízes auxiliares da Presidência, José Nilo Ribeiro Filho e Keber Carvalho, ele garantiu o empenho do TJMA para instalar a comarca o mais breve possível.

“Iremos solicitar ao prefeito e aos vereadores de Miranda do Norte a disponibilização de um imóvel para o funcionamento provisório da Justiça local, bem como a doação de um terreno para construção de um fórum-padrão”, informa.

Guerreiro afirmou que o Poder Judiciário quer presentear a cidade com um fórum, nos moldes daqueles que já vêm sendo construídos em outras comarcas do interior, inclusive com Salão do Júri, que poderá servir à população para realização de eventos como seminários, palestras, dentre outros. “A ideia é trazer a população para dentro da Justiça, fazendo uso do fórum local”, salienta.

O presidente do TJMA lembrou que foi um dos idealizadores da criação da comarca de Miranda do Norte, quando atuava ainda como juiz em Itapecuru-Mirim. “Conheço profundamente a história dos moradores de Miranda do Norte, onde cultivo até hoje muitas amizades”, diz.

URGÊNCIA – Em audiência pública realizada recentemente no município, a população defendeu a necessidade urgente de instalar a comarca de Miranda do Norte, que conta hoje com 24 mil habitantes. A comarca foi criada pela Lei n° 87/2005 e sua instalação foi autorizada pelo Tribunal de Justiça, em janeiro de 2007.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ricardo Teixeira renuncia à presidência da CBF

O Globo

Ricardo Teixeira

Ricardo Teixeira

Ricardo Teixeira não é mais presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). A carta de renúncia foi lida nesta segunda-feira pelo presidente em exercício da entidade, José Maria Marin, na presença de todos os presidentes das federações na sede da CBF no Rio de Janeiro.

Na quinta-feira passada, alegando problemas de saúde, Ricardo Teixeira já tinha pedido licença da presidência da CBF. Teixeira estava na presidência da CBF desde janeiro de 1989. Nesses anos a seleção brasileira conquistou as Copas do Mundo de 1994 e 2002 e o Brasil ganhou o direito de sedir a Copa de 2014.

Pouco antes do carnaval, período em que a CBF esteve de recesso, Teixeira viajou para Miami, no Sul dos Estados Unidos, onde tem casa. Enquanto esteve fora cresceram rumores de que ele se afastaria da presidência da CBF.

Os boatos foram motivados por novas denúncias de corrupção contra o dirigente, por conta de investigações sobre superfaturamento no amistoso entre as seleções de Brasil e Portugal em Brasília, em 2008.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

FGV anula provas do concurso para três cargos no Senado

Os candidatos que, neste final de semana, fizeram o concurso do Senado Federal para os cargos nas áreas de analista de sistema, analista de suporte de sistemas e enfermagem vão ter que fazer a prova novamente. A FGV informou que, por falta de provas em algumas salas, o concurso para o preenchimento dessas vagas foi anulado.

No total, dez mil quatrocentas e quarenta pessoas vão ter que fazer outra prova. O anúncio da anulação de parte das provas ocorreu, depois que um grupo de cerca de vinte e cinco candidatos registrou um boletim de ocorrência na vigésima primeira Delegacia de Polícia de Brasília, reclamando de irregularidades na aplicação das provas.

A FGV não descarta a possibilidade de que o mesmo erro tenha ocorrido em outras cidades. Uma falha no processo de empacotamento das provas está sendo avaliada. A data do novo exame vai ser anunciada e encaminhada pelo correio aos candidatos inscritos nas três áreas. Ainda de acordo com a FGV, as provas para os outros cargos continuam válidas.

No total, cento e cinquenta e sete mil novecentos e trinta e nove candidatos se inscreveram no concurso do Senado – sessenta e três mil cento e noventa quatro para as diferentes funções do cargo de analista legislativo.

Os aprovados vão ser contratados para cento e quatro vagas de nível médio, com salário de pouco mais treze mil e oitocentos reais; cento e trinta e três vagas de analista legislativo, com salário de dezoito mil quatrocentos e quarenta reais; e nove vagas de consultor legislativo, com salário de vinte e três mil oitocentos e vinte e seis reais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Falece o pai do vereador Albino Soeiro

Faleceu na manhã desta segunda-feira (12), o pai do vereador de São Luí, Albino Soeiro.

O blog ainda não obteve informações de qual foi a causa da morte.

Em virtude do falecimento do pai de Albino Soeiro, a sessão de hoje da Câmara Municipal de São Luís foi cancelada.

Neste momentodefor, o blog se solidariza com a família do vereador.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Defesa Civil chama prédio da Caixa Econômica Federal de 'galpão' e pede interdição

Após vistoria requerida pelo SEEB-MA, a Defesa Civil solicitou a interdição e o isolamento do prédio da Caixa Econômica Federal, localizado na Estrada da Vitória, no Monte Castelo.

Segundo o órgão, o prédio apresenta diversos problemas estruturais que colocam em risco a saúde e a integridade física dos bancários que trabalham no local.

“É notório que se trata de uma edificação antiga e que não tinha tal destino [o de abrigar uma instituição financeira]. O desvio de função é mostrado pelas características construtivas – três galpões acoplados – e pelo modelo, induz a dizer que não estão trabalhando coerentemente” – descreve o estudo técnico.

Dentre as irregularidades apontadas no laudo, destacam-se: rachaduras, infiltrações, deformações no forro, piso e divisórias, telhas de amianto, interdição do banheiro feminino e risco iminente de curtos-circuitos.

Antes mesmo do parecer da Defesa Civil, a Caixa já havia sido alertada sobre a situação insalubre do local pelo SEEB-MA e pela Eletrosystem, empresa que presta serviços de manutenção na edificação

Diante da omissão do banco, o SEEB-MA já ratificou o pedido de interdição do prédio à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-MA) e cobrou providências do Ministério Público (MPT) para a solução imediata do problema.

Até o momento, a Caixa não se pronunciou sobre o assunto.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Empresa ligada a neto de Sarney recebe verba da Câmara

Da Folha de S. Paulo

Sarney ladeado com seu filho o deputado federal Sarney Filho

Sarney ladeado com seu filho o deputado federal Sarney Filho

Uma empresa ligada a um neto do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), recebeu verbas da Câmara dos Deputados nos últimos meses, driblando normas criadas para evitar que parentes de congressistas sejam beneficiados dessa maneira.

Gabriel Cordeiro Sarney, 24, é filho do deputado Sarney Filho (PV-MA) e é um dos três sócios da Ideaspread Participações, criada em agosto do ano passado.

A Metagov Comunicação, empresa controlada pelos dois sócios de Gabriel na Ideaspread, foi contratada por gabinetes de vários deputados, entre eles Sarney Filho, para dar consultoria política e criar sites e aplicativos.

Gabriel e Sarney Filho negaram que a contratação da Metagov tenha ocorrido por influência política.

Todos os parlamentares têm direito a uma verba mensal para custear despesas ligadas ao exercício de seu mandato, mas o regimento interno da Câmara proíbe empresas de parentes do deputado até o terceiro grau de receber esse dinheiro.

Além de ter sócios em comum, a Ideaspread e a Metagov foram registradas na Junta Comercial do Estado de São Paulo com o mesmo endereço, em uma sala comercial em Moema (zona sul de SP).

Gabriel dá expediente no escritório e usa um e-mail da Metagov para contatos.

Até a quinta-feira passada, o perfil da Ideaspread no Facebook apresentava a Metagov como uma empresa “controlada pela Ideaspread”.

Os registros da Metagov, criada em 2010, indicam como sócios da empresa Felipe Martins de Carvalho e Marcos Del Valle, que são os sócios de Gabriel na Ideaspread.

Em entrevista à Folha, Del Valle disse que Gabriel “trabalha com a parte do que a gente chama de inteligência política” na Metagov.

Del Valle disse que foi Gabriel quem apresentou a empresa a Sarney Filho. “Neste caso, [Gabriel] nos ajudou a conhecer o pai dele”, disse.

Sarney Filho contratou a Metagov em fevereiro do ano passado e manteve a empresa entre os prestadores de serviços de seu gabinete após a criação da Ideaspread.

Desde o ano passado, a Metagov recebeu pelo menos R$ 260 mil de gabinetes de deputados, segundo prestações de contas disponíveis no site da Câmara. Sarney Filho repassou R$ 72,5 mil.

Além dele, outros deputados usaram verbas da Câmara para pagar a empresa, entre eles Romário (PSB-RJ), Roberto Freire (PPS-SP), Renan Filho (PMDB-AL), Júlio Delgado (PSB-MG) e Wilson Filho (PMDB-PB).

Gabriel é irmão de José Adriano, envolvido em um escândalo do Senado em 2009 após a descoberta de que intermediava crédito consignado a servidores.

Ele é o quarto neto de Sarney que aparece ligado a verbas do Congresso. Em 2009 foi revelado que João Fernando, filho do empresário Fernando Sarney, era funcionário-fantasma do gabinete de Epitácio Cafeteira (PTB-MA).

No ano anterior, sua irmã Maria Beatriz pediu ao avô, em conversa telefônica, a nomeação do namorado para um cargo do Senado, o que acabou ocorrendo.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia Civil prende foragido da Justiça em Paço do Lumiar

Policiais civis da Delegacia do Maiobão prenderam, na manhã desta sexta-feira (9), em cumprimento de um mandado por sentença condenatória, Zalcone Dias do Rosário, o ‘Zal’, 40 anos, no Residencial Luís Fernando, município de Paço do Lumiar.

A prisão de Zalcone é decorrente de um mandado de prisão da 4ª Vara do Tribunal de Júri, expedido no dia 23 de fevereiro deste ano.

Segundo informações da polícia, o homem é acusado de assassinato ocorrido no ano de 2002.

Na época, ‘Zal’ teria matado a golpes de facão, Jonas Santana Muniz, no Bairro Cidade Olímpica. O crime teria sido motivado por uma discussão em um bar, tanto vítima quanto o autor estavam embriagados.

Zalcone Dias do Rosário se encontra detido na Delegacia do Maiobão e será encaminhado para o Centro de Triagem de Pedrinhas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Ex-presidente da Câmara de Cândido Mendes é acionado por improbidade administrativa

A Promotoria de Justiça da Comarca de Cândido Mendes propôs, em 29 de fevereiro, Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa contra o ex-presidente da Câmara de Vereadores do referido município (a 595km de São Luís), Iranor Fonseca Filho. O ex-gestor teve a prestação de contas do exercício financeiro de 2005 condenada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que lhe imputou o ressarcimento do valor de R$ 10.036,80 ao erário municipal, além de multas.

Como medida liminar, o Ministério Público do Maranhão (MPMA) requer a indisponibilidade dos bens do réu. Solicita, ainda, a devolução integral do dano ao município, corrigidos monetariamente, e a suspensão dos direitos políticos pelo prazo de cinco a oito anos.

Segundo o promotor de Justiça Hagamenon de Jesus Azevedo, autor da ação, os documentos do TCE apontam que Iranor Fonseca Filho tornou a despesa da Câmara de Vereadores maior que o total dos repasses. Contratou assessores jurídicos e contábeis sem licitação. Fragmentou despesas relativas aos serviços de engenharia para reforma do prédio da Câmara Municipal. Também efetuou pagamento a si mesmo de diárias.

“Após análise da documentação tornou-se clara, também, a violação de vários princípios constitucionais referentes à administração pública, notadamente os princípios da legalidade e da moralidade”, afirmou o promotor de Justiça, na ação.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.