Poder

Casal de irmãos morre envenenado em Barra do Corda

Tragédia no município de Barra do Corda no feriado da Semana Santa. Um casal de irmãos, um menino de 5 anos e a menina de 7, morreu vítima de envenenamento.

As crianças ainda foram trazidas para um hospital em São Luís, mas não conseguiram escapar da morte. O corpo deles deu entrada no Instituto Médico Legal (IML) na noite deste domingo (8), e depois foi liberado pelos familiares.

O caso já está sendo investigado pela Polícia. ( Do Imirante)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fantástico detona excessos de salários dos deputados do Maranhão

Do G1, com informações do Fantástico

Um levantamento feito pelo Fantástico mostra que pelo menos nove estados pagam hoje 15 salários por ano aos deputados estaduais. No caso do Maranhão, são 18 salários por ano, de R$ 20 mil cada. Em alguns estados, o destaque é o valor da chamada verba indenizatória, que chega aos milhões de reais.

O pagamento de mais salários que o trabalhador comum recebe por ano não é exclusividade dos estados. Isso começa já no Congresso Nacional, onde deputados federais e senadores recebem 15 salários por ano, o que dá mais de R$ 400 mil. Esse quadro pode mudar, já que um projeto aprovado em comissão do Senado Federal – e que ainda aguarda votação – reduz de 15 para 13 o número de salários pagos anualmente.

Se aprovado no Congresso, o corte do 14° e do 15° salários deverá se estender a todas as assembleias estaduais. “Não é justo que um parlamentar tenha vantagens salariais maiores do que os normais, do cidadão comum”, defende o conselheiro da ONG Transparência Brasil, David Fleisher.

Hoje, algumas assembleias já começaram a reduzir o número de salários para 13, como no Paraná. Já em Goiás, o Ministério Público questionou os pagamentos na Justiça. “Se a Constituição não previu esse pagamento, na forma de ajuda de custo, chamado também de ‘auxílio-paletó’, então não pode ser efetuado”, explica o procurador geral de Justiça de Goiás, Benedito Torres Neto. O caso ainda está sendo julgado.

Na Assembleia Legislativa do Maranhão, tem deputado que reclama do salário de cerca de R$ 20 mil por mês – e que é pago não 12, mas 18 vezes por ano. “Muitas vezes nós tiramos do nosso próprio salário para servir à população”, diz a deputada estadual Graça Melo.

Segundo a presidência da assembleia, os deputados maranhenses aguardam a decisão dos cortes no Congresso Nacional para reduzir os próprios salários. Os deputados estaduais maranhenses recebem ainda R$ 1.050,00 por mês de complemento para o plano de saúde – que são pagos também para quem deixa o cargo. No ano passado, foram mais de R$ 428 mil em gastos com os ex-parlamentares.

Verba indenizatória
Outra questão polêmica dos gastos públicos com o Congresso e as assembleias é a verba indenizatória, ou seja, o dinheiro a que o parlamentar tem direito para pagar despesas como alimentação, propaganda e aluguel de carros, entre outras, além do salário. No Congresso Nacional, o valor mais alto é pago aos senadores, quase R$ 42 mil por mês, por parlamentar, incluindo passagens aéreas. Na Câmara dos Deputados, esse valor fica próximo de R$ 33 mil.

No Piauí, a verba indenizatória dos deputados estaduais, que era de R$ 50 mil, passou este ano para R$ 80 mil, quase o dobro do que recebem os senadores. Segundo Fleischer, ter acesso a tanta verba desgasta a imagem dos parlamentares. “Ele passa a imagem de que é impune e de que pode fazer praticamente qualquer coisa e que na verba indenizatória ele pode pendurar qualquer recibo”, afirma ele.

Na Assembleia Legislativa do Amapá, os 24 deputados recebem, por ano, 15 salários de R$ 20.042,00. Segundo o IBGE, o estado é um dos que menos contribuem na soma do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro, apenas 0,2%. Mesmo assim, em menos de um ano, os deputados do Amapá subiram a verba indenizatória de R$ 30 mil para R$ 100 mil mensais, ou seja, cada deputado tem à disposição R$ 1,2 milhão por ano para cobrir gastos extras. Para receber o dinheiro, basta apresentar notas fiscais e pedir reembolso.

A Polícia Federal e o Ministério Público estão investigando o uso dessas verbas. “Como as verbas ainda não têm a comprovação de seus gastos, nós não podemos dizer que elas são regulares, que elas são legais. Nós achamos que é muito alto o valor para uma comunidade como a nossa, num estado como o nosso”, diz a procuradora-geral da Justiça, Ivana Lúcia Cei.

Em um dos postos de combustíveis que presta serviços à Assembleia Legislativa do AP, foram emitidos, em apenas um ano e meio, mais de R$ 500 mil em notas fiscais para os deputados que pediram reembolso com a verba indenizatória. Entre os sócios da empresa está um deputado, Michel Houat Harb, conhecido como Michel JK. Ele aparece no contrato social do posto, mas o gerente nega que ele seja sócio do estabelecimento.

Já o deputado Edinho Duarte apresentou notas fiscais para pedir reembolso com despesas de divulgação em vídeo e em um jornal local. Segundo relatório da Polícia Federal, a produtora de vídeo pertence à esposa do deputado, e o jornal, ao filho dele – e as duas empresas ficam no mesmo endereço. A equipe do Fantástico tentou falar com os deputados Edinho Duarte e Michel JK, mas eles não ligaram de volta.

Segundo o Ministério Público, os deputados amapaenses têm ainda o direito à maior diária do país durante as viagens. São até R$ 2.600 por dia, se a viagem for dentro do próprio estado. Segundo a Polícia Federal, em um ano, os deputados chegaram a receber quase R$ 4,5 milhões nas viagens pelo estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

TCU aponta mais irregularidades no Ministério da Pesca

Da Folha de S. Paulo

A auditoria que levou o Tribunal de Contas da União a apontar superfaturamento e direcionamento na licitação de lanchas de patrulha não é a única que atingiu o Ministério da Pesca –criado em 2003, início da gestão Lula.

Técnicos do TCU, em alguns casos sem aval posterior dos ministros, apontaram outras irregularidades na pasta.

“Os gestores do ministério cometeram, na aquisição de lanchas patrulhas, as mesmas irregularidades que vêm reiteradamente praticando em diversos processos licitatórios conduzidos pelo órgão”, escreveu o TCU.

Os técnicos citam as compras de fábricas de gelo, referentes a 2007 e 2008, nas quais a Pesca licitou bens em quantidades superiores à necessidade, deixando-os sob guarda dos fabricantes, enredo similar ao das lanchas.

Um caso tão milionário como o dos barcos foi a compra de 50 caminhões frigoríficos para o transporte e venda de pescado, vencido pela Iveco.

Com R$ 25 milhões, ela é a 5ª empresa privada que mais recebeu da Pesca desde 2004.

A área técnica do TCU diz que o ministério chegou ao número de 50 veículos “do nada” e reclamou que os preços só foram pesquisados com um fornecedor. “Não há diagnóstico de necessidades do bem a ser adquirido. Também não há qualquer estudo sinalizando as localidades que deveriam receber os produtos”, disseram os técnicos.

A mesma falta de planejamento teria ocorrido na licitação de compra de máquinas para a construção de viveiros de peixes, vencidas pelas empresas CNH e Romac.

Apesar das críticas da área técnica do TCU, os ministros do tribunal acolheram os argumentos da pasta e das empresas e aprovaram as licitações dos caminhões e das máquinas, com recomendações.

Neste ano o TCU multou servidores do ministério por uma licitação de 2009 que contratou a empresa de eventos Dialog. A disputa tinha previsão de preços superestimada, com cafezinho por R$ 17 e água de 500 ml a R$ 20. “O procedimento licitatório foi eivado de irregularidades”, escreveu Ana Arraes.

OUTRO LADO

A Pesca diz que parte dos processos não foram julgados ou receberam decisão favorável dos ministros do TCU.

Sobre as licitações de caminhões frigoríficos e das máquinas para construção de viveiros de peixe, a pasta disse que o TCU “decidiu pela regularidade” e que “recomendações de caráter estruturante estão sendo observadas”.

Sobre a prestações de contas na compra de fábricas de gelo, a Pesca disse que, não tendo havido julgamento, não há determinações a serem seguidas. Quanto à licitação da Dialog, a pasta disse que os servidores acusados não trabalham mais.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitos aceleram gastos com investimentos antes de buscar reeleição

Prefeitos que podem concorrer a um novo mandato nas eleições de outubro aceleraram os gastos com investimento no ano passado.

Entre as dez capitais que elevaram no ano passado a fatia da receita destinada a despesas com obras, oito são cidades em que o atual prefeito pode concorrer à reeleição em 2012, mostram dados do Tesouro Nacional levantados pela Folha e pela Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro).

As maiores altas ocorreram no Rio de Janeiro, comandada por Eduardo Paes (PMDB), e em Curitiba, cujo prefeito é Luciano Ducci (PSB) –dois pré-candidatos à reeleição. Em Curitiba, a fatia da receita destinada a investimentos quase dobrou no ano passado, após fortes quedas nos dois anos anteriores.

OUTRO LADO

Segundo a Prefeitura do Rio, a aceleração dos gastos no final do mandato não tem relação com as eleições. “Os governos são ciclos de quatro anos. Às vezes, esse ciclo se confunde com a ordem natural de preparação do investimento”, afirmou o secretário Pedro Paulo, chefe da Casa Civil do Rio.

Já o secretário de Planejamento de Curitiba, Carlos Giacomini, afirmou que a execução das obras caiu devido à escassez de mão de obra e cimento e à crise financeira internacional, que reduziu as linhas de financiamento e limitou o crescimento da arrecadação. Superados esses problemas, ele disse que houve uma retomada dos investimentos, mas reconhece que a proximidade das eleições costuma estimular esse tipo de gasto. (Folha.com)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Bandidos fazem “raspa” no feriadão em São Luís

Um feriado em que milhares de famílias se reúnem para celebrar a ressurreição de Jesus Cristo: Sexta-Feira Santa, Sábado de Aleluia e Domingo de Páscoa. E é neste mesmo período que bandidos aproveitam a ocasião para aterrorizar e amedrontar a população de São Luís.

Desde a última quinta-feira, 05, até hoje domingo, 08, são inúmeros registros de ocorrências de assaltos e violências em toda a capital, do qual o principal alvo são as lojas e os estabelecimentos comerciais.

Farmácias, comércios, postos de combustíveis, lotéricas… Enfim, os bandidos não estão escolhendo, o que eles não almejam é passar o feriadão da quaresma “lisos”.

Nos bairros da Cidade Operária, Vinhais e João Paulo bandido praticaram assaltos nas Casas Lotéricas. Além disso, na noite da última quinta-feira, 5, um homem armado com um revólver assaltou a farmácia Extrafarma, localizada na Avenida dos Holandeses.

Também foram vitimas da onda de assaltos no sábado,07, a Farmácia do Trabalhador, no bairro do Angelim. E mais: A loja de suplementos Nutry Sport, onde funcionários foram feitos de reféns.

Com isto, vale a pena dar condição de liberdade para 180 presos passar o feriado com suas famílias, em que alguns aproveitam para voltar as suas origens praticando assaltos e homicídios em todo Estadodo Maranhão?


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

1ª Copa Brasil de Sinuca termina neste domingo com jogos, premiação e festa

A cidade de São Luis do Maranhão ganhou um presente especial neste ano em que comemora 400 anos de sua fundação. A realização da 1ª Copa Brasil de Sinuca – aberta na última sexta-feira, 06, e que será encerrada neste domingo, às 19h, com jogos entre os finalistas, anuncio oficial dos vencedores e premiação oficial – ingressou a capital maranhense no calendário nacional das competições profissionais de sinuca.

A mesa formada pelos presidentes da AABB

A mesa formada pelos presidentes da AABB

Neste domingo, as partidas decisivas começam às 11h e seguirão durante a tarde. As chaves finais terão início previsto às 15h e às 19h iniciará a solenidade oficial de encerramento com o anúncio dos vencedores, premiação e uma confraternização. A 1ª Copa Brasil de Sinuca acontece no salão principal da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB), na Avenida dos Holandeses, no Calhau. A entrada é gratuita.

Sucesso de público – 80 sinuquistas (taquistas) nacionais masters e seniors participam da 1ª Copa Brasil de Sinuca, que já é o maior do Meio-Norte e Nordeste. A Copa é uma promoção da Federação Maranhense de Bilhar e Sinuca (FMBS), Jornal Pequeno, AABB e Hotel Saint Louis. Tem patrocínio da Prefeitura de São Luís e apoio do Grupo Mateus, Franere, Schincariol, Ótica Diniz, Visótica e da Bus Transportes.

A premiação total da Copa é de R$ 20.000,00 (vinte mil reais). A 1ª Copa Brasil de Sinuca foi aberta na última sexta-feira, reunindo um público estimado em mais de 400 pessoas, entre competidores, organização, imprensa e torcedores que lotaram as arquibancadas e mesas. Todos os espaços são climatizados. A primeira partida do evento foi uma apresentação do mais antigo sinuquista estadual, Nicolau Safadi, 94.

Stand de Vendas da Só Snooker – A mesa dos trabalhos foi formada pelos presidentes da AABB, Antonio Félix Sousa Pinto e da FMSB, Lourival Bogéa; o secretário municipal de Esporte, Vitor Negreiros, representando o Prefeito de São Luís, João Castelo, e o Presidente da Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca (CBBS), Pedro Rolim. Vale lembrar que estão à venda no stand da Só Snooker, no Salão Principal da AABB, tacos profissionais que variam de R$ 20,00 a R$ 500,00.

Também estão à venda giz para tacos desmontáveis, luvas, culatras, triângulos de 15 bolas, conjunto de bolas para sinuca profissional, porta-giz, bolsas e estojos para tacos e vários outros produtos para jogadores iniciantes e profissionais. Para Nicolau Safadi, que joga sinuca desde 1936, “a 1ª Copa Brasil de Sinuca estimula o profissionalismo do esporte no Maranhão, na AABB e incentivará novos jogadores”.

Assembleia Geral da CBBS – Durante a 1ª Copa Brasil de Sinuca também foi realizada uma Assembleia Geral Extraordinária da Comissão Provisória da CBBS, onde foram debatidas questões a respeito da prorrogação dos poderes e deveres da Comissão, visando realizar competições e analisar os documentos, caso sejam entregues por meio da Notificação Cartorária, ou ajuizar a competente ação de prestação de contas e exibição de documentos em face dos anteriores gestores.

Foi debatida ainda a abertura de nova conta bancária em nome da Comissão de Representantes para arrecadação das contribuições mensais devidas, possibilitando a realização de competições, notadamente o Campeonato Brasileiro, e teve ainda a marcação de nova Assembleia Geral para apresentação dos pareceres e eleição da nova Presidência e Diretoria, eleita na Assembleia Geral Ordinária de 3 de novembro de 2011, durante o Campeonato Brasileiro, a Comissão Provisória da CBBS é integrada por Júlio Maus (PR), Raimundo Nonato (SP) e Luís Vieito (RJ).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Um ano da maior tragédia de terror numa escola brasileira

Por Milton Corrêa da Costa

Há um ano uma cena real e inimaginável, de pânico e terror, deixava o país incrédulo. É preciso, ‘pois, ainda refletir muito sobre a tragédia que chocou o Brasil na manhã naquele fatídico 07 de abril, antes as cenas de terror ocorridas no interior da escola municipal Tasso da Silveira, em Realengo, no Rio, onde estudantes, em pânico, foram barbaramente assassinados (12 morreram) ou feridos. Ressalte-se que um sargento da Polícia Militar, um herói como bem disse o governador Sérgio Cabral, evitou que o massacre fosse ainda maior ao abordar e ferir o insano atirador que ao que tudo indica prosseguiria sua perversa sanha assassina. Acabou como em quase todo desfecho semelhante- vide os casos ocorridos nos EUA, se suicidando. Foram momentos de terror que estudantes- alguns adquiriram sequela física e psicológica irreversíveis- professores e funcionários daquela escola talvez nunca mais se esqueçam em suas vidas. Difícil apagar da memória uma cena como aquela.

Assassinos insanos existem por tantos os cantos e em qualquer parte do mundo, mas os mentalmente sãos, sempre que possível, têm que dispor de mecanismos legais na tentativa de impedir a ação agressiva e mortal dos mentalmente insanos, de psicopatas (transtorno de personalidade) e de criminosos de todo gênero. Ainda que a segurança, em qualquer ramo da atividade humana, seja apenas relativa, onde as tragédias improváveis podem ocorrer, é preciso prever sempre a existência de mínimas condições de segurança, para que crianças e adolescentes se sintam relativamente seguros no interior de estabelecimentos de ensino, ainda que saibamos que o imprevisível episódio poderia ter ocorrido até extramuros.

As lamentáveis perdas humanas agora são fato consumado. Neste contexto de tragédia escolar, sem precedentes na historia do país, afloram alguns incômodos questionamentos. Que tipo de personalidade era portador Wellington Menezes de Oliveira? Tratava-se de um doente mental (psicótico) ou de um psicopata (transtorno de personalidade) cuja psicopatia foi gerada por ter sido vítima de bullying quando aluno da mesma escola? Que tipo de traumas e sequelas, após tamanha violência, poderão adquirir doravante os alunos que se tornaram testemunhas vivas do inusitado episódio de violência? E o desespero e a dor dos parentes das crianças mortas? Preciosas vidas podem ser reparadas com indenizações em dinheiro? É por demais necessários a união que as campanhas de desarmamento – uma das armas do crime foi comprada por RS260, 00- se tornem permanentes no país? Se não estivesse portando arma de fogo teria o assassino conseguido matar tantos jovens ao mesmo tempo? Até que ponto os vídeos e sites da Internet, sobre armas e jogos eletrônicos podem estimular jovens e psicopatas para a prática de crimes cruéis? Como fiscalizar a Internet nessa questão? E filmes tipo ‘Jogos Mortais ‘e ‘Jogos Vorazes’ até que ponto também banalizam a violência e o horror e influenciam jovens à prática agressiva? O que fazer para reforçar a segurança principalmente em escolas públicas no país? E o bullying (maus tratos, trotes, discriminação) em colégios e universidades? Vamos ou não tomar providências de prevenção e repressão?

A realidade é que, enquanto sociedade organizada, precisamos ter a noção exata que segurança contra o improvável também precisa ser prevista e que armas não podem ser compradas com tanta facilidade. Doentes mentais e psicopatas estão por aí anos ameaçar, inclusive em escolas onde se imagina que ali se está para adquirir conhecimentos e se formar cidadão, não para ser o palco inesperado de um fim bárbaro, prematuro e surpreendente, onde o assassino escolhia preferencialmente as meninas para atirar em órgãos vitais, como no tórax, no rosto e na cabeça.

O país permanece, passados doze meses, de luto pelas vítimas indefesas de um psicopata numa tragédia escolar sem precedentes. A tragédia tipicamente americana também se abateu sobre nós. Não podemos permanecer de braços cruzados como em estado letárgico esperando que fatos semelhantes ocorram. É como disse o jornalista Guilherme Fiuza: “É preciso investigar meticulosamente a caixa-preta do assassino Wellington Menezes de Oliveira tentando identificar e prevenir o aparecimento de outros”.

O presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante, também tocou na ferida na ocasião: “O país precisa urgentemente é de um Plano Nacional de Segurança Pública que combata efetivamente o comércio ilegal de armas e munições, não de plebiscitos”. Seria bom que o governo federal desse ouvidos ao ilustres advogado e jornalista, antes que fatos semelhantes ao massacre de Realengo voltem a ocorrer.

Milton Corrêa da Costa é coronel da reserva da PM do Rio de Janeiro


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Flamengo já planeja se livrar de Ronaldinho Gaúcho

O Flamengo já perdeu a paciência com Ronaldinho. A provável e precoce eliminação do time na Copa Santander Libertadores pode ser o ponto final do caso entre o jogador e o clube. Sem dar o retorno esperado dentro e fora de campo, o Rubro-Negro vai procurar uma forma de se livrar do jogador mais caro da História do Fla.

Entretanto, o clube ainda não sabe como vai conseguir tirar um jogador tão caro do elenco, já que uma rescisão unilateral é completamente inviável para os cofres rubro-negros e dificilmente um clube estaria disposto a contratá-lo.

Em reunião com diversos dirigentes e alguns conselheiros do clube, a presidente Patricia Amorim reconheceu que o momento delicado exige atitudes drásticas. Uma delas seria o fim do casamento com Ronaldinho. “O navio está afundando”, foi a expressão utilizada no encontro.

Um dos fatores fundamentais é que Ronaldinho também não tem a influência esperada sob o grupo. Ele se tornou o capitão do time desde que chegou e já bateu de frente com o técnico Vanderlei Luxemburgo. A ideia dos dirigentes era de que ele pudesse ser um líder do time, mas acabou virando uma liderança longe do imaginado no começo de 2011, quando o craque foi contratado.

A pressão interna para que o Flamengo se livre de Ronaldinho já existe há muito tempo. Porém, desde que o clube passou a pagar 100% do salário do craque as cobranças ficaram ainda maiores.

Sem um retorno financeiro fora de campo e com atuações abaixo do esperado, a oposição também passou a fazer pressão para que Ronaldinho deixe o clube. ( Do Lancenet)


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pai e Filha morrem em acidente na BR-316, em Codó

O Estado do Maranhão

Pai e filha morreram vítimas de um grave acidente ocorrido na noite de quinta-feira, 5, no Km 478 da BR-316, ao município de Codó.

O comerciante José de Ribamar de Castro Silveira, de 43 anos, e Verony Costa Silveira, de 11 anos, viajavam em um veículo Gol vermelho rumo à cidade de Teresina-PI, que bateu de frente com um caminhão Scania laranja, em uma curva próximo ao povoado Dezessete.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mostra “São Luís em Prelúdio” será aberta no dia 15

A cidade de São Luís do Maranhão vai ganhar um presente especial neste ano em que comemora 400 anos. Depois de 12 anos sem expor suas pinturas na capital maranhense, o artista plástico e designer multimídia João Ewerton inaugura a sua nova coleção de pinturas em acrílico sobre tela, intitulada “São Luís em Prelúdio”, no domingo, 15 de abril, às 10h, na Praça do Louvre do São Luís Shopping (Jaracaty).

São Luís em Prelúdio é o tema da exposição que o artista plástico João Ewerton realizará no São Luís Shopping.

São Luís em Prelúdio é o tema da exposição que o artista plástico João Ewerton realizará no São Luís Shopping.

Formada por 15 pinturas, “São Luís em Prelúdio” ficará aberta ao público no período de 15 a 30 de abril deste ano. A abertura será às 10h para o público e às 20h haverá uma recepção com coquetel para convidados da imprensa, mercado de artes plásticas, profissionais da arquitetura, empresários de decoração e ambientação de interiores. Os trabalhos são dedicatórias artísticas que Ewerton dedica a São Luís.

A nova coleção resume esse conceito poético e livre com que o artista trata as obras inspiradas nos arabescos e azulejos da arquitetura antiga da cidade de São Luís. “É um prelúdio para o 4º Centenário da Ilha dos Amores, Athenas Brasileira e à Upaon-Açu dos extintos Timbiras e Reinado Beniniano do Atlântico Norte. É um Prelúdio a essa Índia vestida no multinacional atelier de Saint Laurent”, disse Ewerton.

Prelúdio pra ninar almas

Segundo o artista, a nova exposição é “um prelúdio para ninar as nossas almas aguerridas e entorpecidas pelo belo que paira em seus silenciosos subterrâneos e mirantes, envolvidos no êxtase dos orgânicos arabescos que serpenteiam na geometria reta dos azulejos e as curvas sensuais dos murais e das sacadas, onde os dias e as noites fundem o mito e a realidade num só corpo: a cidade”, explica Ewerton.

“São Luís em Prelúdio” terá 15 pinturas em acrílico sobre tela, baseadas em pesquisa feita pelo artista sobre a arquitetura de São Luís, e seus aspectos míticos. “São pinturas que revelam aspectos conceituais, sem compromisso com o realismo, buscando uma abordagem sempre contemporânea com sustentação na estética universal”, observa o artista. Para fugir do óbvio, João Ewerton seguiu dois princípios.

O artista não utiliza a cor azul para tratar da azulejaria e também não retratou casarões para tratar da arquitetura da cidade. “A busca visa mais a utilização dos elementos geométricos e orgânicos dos adornos barrocos, neoclássicos e dos azulejos de São Luis, como proposta de forma plástica nova para composição contemporânea e universal onde São Luís seja reconhecida, e nunca, retratada.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.