Poder

João Castelo aplica golpes em fornecedores; veja os cheques

Comenta-se até hoje pela cidade que a incompetência administrativa do prefeito João Castelo levou à falência suas empresas, desempregando centenas de funcionários e pais de família que lutam até hoje na justiça reivindicando seus direitos trabalhistas.

Porém, recentemente, um fato novo chamou a atenção. Há 12 anos, a empresa Indústrias Química do Norte S/A, de propriedade do prefeito João Castelo, realizou pagamentos em cheques nominais a um grupo de fornecedores, assinados por dois de seus conselheiros administrativos, Gardênia Maria Santos Ribeiro Gonçalves, filha de Castelo e hoje deputada estadual, e Walter Pinto Fernandes.

Até aí tudo bem, se não fosse a enorme decepção sofrida pelos fornecedores ao descobrirem que haviam sido vítimas de um calote, pois todos os 26 cheques emitidos pela Química do Norte, de instituições financeiras e valores distintos, foram devolvidos.

De lá para cá inúmeras foram as tentativas de um acordo amigável por parte dos fornecedores a fim de receberem seus pagamentos. Segundo declarou um deles, Gardeninha chegou a marcar, por duas vezes, um encontro a fim de atendê-los, mas não compareceu em nenhum. Por último, não mais os atendia.

É de conhecimento público que tais práticas desonestas são costumeiras na vida de Castelo, mesmo possuindo um invejável patrimônio que chega, de acordo com dados fornecidos pelo site do TSE, a R$ 8 milhões, e que coincidentemente se multiplica de forma galopante a cada gestão pública.

Em suas campanhas políticas, é comum um ou outro prestador de serviço sair lesado ao final, como já declararam alguns donos de gráficas, produtoras de vídeos, postos de combustível, entre outros. Um rastro incontável de dívidas.

As informações são do Jornal O Debate.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Mais um jornalista é ameaçado de morte

Um comentário enviado ao blog ANB Online e postado hoje (22) na matéria ”Padre Bráulio: fazer oposição é tarefa nobre” ameaça de forma clara o editor Fernando Atallaia, de morte. O ”comentarista” alerta o blogueiro para que se prepare diante do que supostamente virá e ainda o xinga com palavras de baixo calão. ”Esse blog é uma farsa, olha sou articulador político e vou pegar o EDITOR desse blog que só inventa mentiras… te prepara sacana”, diz o ”comentário”.

Não é de hoje que Fernando Atallaia sofre ameaças por conta do trabalho que desenvolve em São José de Ribamar. O Editor já foi alvo de ligações telefônicas anônimas ameaçadoras e de pessoas desconhecidas que levantavam informações sobre o seu dia a dia. O IP de onde o ”comentário” partiu já está sendo investigado pelas autoridades competentes e em breve apontará os responsáveis.

Diante da ameaça, o blogueiro registrou queixa na delegacia de Polícia Civil e conclamou as autoridades policiais no sentido de combaterem a ação criminosa. Muitos companheiros do Editor se solidarizaram com o fato e ainda demonstraram total apoio ao colega de profissão. A ameaça vem causando repúdio entre blogueiros e jornalistas do universo Online em todo Estado e além-fronteiras.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

A avaliação de Afonso Manoel sobre as eleições em São Luís

Deputado Afonso Manoel.

Deputado Afonso Manoel.

O deputado Afonso Manoel (PMDB) realizou, um grande discurso para agradecer a votação que recebeu, na condição de candidato a vice-prefeito de São Luís, na chapa encabeçada pelo vice-governador Washington Luiz (PT). “Ficaria muito deselegante da minha parte se eu não viesse aqui agradecer e seria uma omissão muito grande. Eu queria dizer da nossa alegria de ter participado da eleição em São Luís, uma cidade de um milhão de habitantes. Dizer que foi uma experiência gratificante”, assegurou.

Afonso Manoel contou que como a base da governadora Roseana Sarney (PMDB) é extensa na Assembleia, todos os colegas de plenário participaram de uma maneira ou de outra da campanha do vice-governador Washington. “Eu queria de uma maneira global agradecer à base aliada da governadora Roseana Sarney pelo apoio.

Outro agradecimento feito por Afonso Manoel foi ao presidente da Assembleia, Arnaldo Melo (PMDB). “Eu não poderia deixar de trazer uma palavra carinhosa ao deputado Arnaldo Melo, que eu tenho certeza que isso não foi só com minha esposa, não foi só comigo, mas com cada companheiro que disputou a eleição ele sempre teve uma palavra de incentivo e pela minha esposa, ele e a esposa dele, Dra. Valderez, que sempre tiveram um maior carinho, às vezes uma palavra amiga, um gesto amigo que vale muito mais do que milhões e milhões de dinheiros”, disse, ao fazer referência à eleição de sua esposa, Helena Duailibe (PMDB), como vereadora por São Luís.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Gil Cutrim defende união das prefeituras da Grande Ilha

Gil Cutrim defendeu a união dos prefeitos da Grande Ilha de São Luís.

Gil Cutrim defendeu a união dos prefeitos da Grande Ilha de São Luís.

O prefeito reeleito e vice-presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), Gil Cutrim (PMDB), voltou a defender nesta terça-feira (23), durante o seminário Cresce Brasil – Os Desafios da Região Metropolitana nos 400 anos de São Luís, a união das prefeituras da Grande Ilha com o objetivo de elaborar e executar, a partir do próximo ano, políticas públicas compartilhadas e que beneficiem as populações de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar, Raposa e Alcântara.

Reconduzido ao cargo com 69,25% dos votos válidos (a maior votação da história política de São José de Ribamar e um das mais expressivas do Estado), Gil Cutrim e o prefeito eleito de Paço do Lumiar, Josemar Sobreiro (PR), foram os únicos gestores públicos da Ilha que participaram do evento promovido pelo Sindicado dos Engenheiros no Estado do Maranhão (Sengea) e que reuniu técnicos da área, lideranças políticas, além de moradores das cinco cidades.

Ele avaliou que somente através da efetivação da região metropolitana, e consequentemente a formalização de parcerias entre as prefeituras, será possível solucionar, de forma mais rápida e eficiente, problemas nas áreas da infraestrutura, mobilidade urbana, destinação de resíduos sólidos e saúde, por exemplo, que, há anos, afligem os moradores dos cinco municípios.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Após críticas de Edilázio, Rubens Júnior e Marcelo Tavares saem em defesa de Flávio Dino

Edilázio usa tribuna para criticar postura de Flávio Dino.

Edilázio usa tribuna para criticar postura de Flávio Dino.

O presidente da Embratur, Flávio Dino, foi alvo de criticas na sessão de ontem (22), na Assembleia Legislativa do Maranhão. Edillázio Júnior, que tem ligações no mundo juridico, ocupou a tribuna para criticar a postura do ex-deputado federal do PCdoB, que discutiu com o juiz Sérgio Muniz nos corredores do Tribunal Regional Eleitoral (reveja o bate-boca).

Para Edilázio Júnior, a atitude do comunista em agredir verbalmente e físicamente do juiz da Corte Eleitoral, foi um mero desrespeito a um colega do judiciario.

Em defada de Dino, os deputados Marcelo Tavares (PSB), Rubens Pereira Júnior (PCdoB) e Bira do Pindaré (PT) acham correto esclarecer os fatos para que as pessoas não possam distorcer e para que não se possa inverter a lógica do que aconteceu.

Rubens Júnior garantiu que “no mesmo dia, por coincidência, o presidente do PC do B no Estado do Maranhão, Flávio Dino, tinha uma audiência marcada com procurador eleitoral, Marcilio Dias, e a outra era para tratar de denúncia de compra de votos, denúncia que não ficou apenas nesta visita do Flavio Dino”. De acordo com o deputado, “o ex deputado Flávio Dino, presidente da Embratur ou não mais do que isso, é militante político do Estado do Maranhão com filiação partidária e, portanto tinha legitimidade de ir até o procurador Eleitoral fazer a denúncia que achasse conveniente”, afirmou.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Neto Evangelista se volta contra militares que antes defendia na greve

Candidato a Vice Neto Evangelista.

Candidato a Vice Neto Evangelista.

Favorável a greve dos militares no ano passado, o deputado estadual Neto Evangelista (PSDB) mudou de posição, achando que a liderança grevista usa de ação “vergonhosa ou sórdida”, por ter decidido apoiar a candidatura de Edivaldo Holanda Júnior para prefeito de São Luis.

Até agora, ninguém entendeu a reviravolta do posicionamento do parlamentar, que é candidato a vice na chapa de reeleição do prefeito João Castelo, do PSDB.

Logo ele que fez discursos em favor da greve dos militares e, agora mostrou a sua verdadeira face. O que não faz a mudança de posição e caráter numa eleição.

Neto Evangelista publicou em sua pagina de relacionamento (Facebook), que “segundo a documentação, o candidato não pode se beneficiar de sua própria torpeza, ação vergonhosa ou sórdida”, disse Evangelista condenando a pratica dos seus agora ex-aliados.

Defensor ferrenho da greve dos militares e do comando da manifestação paredista, o deputado tucano agora se volta contra aquelas que ele apoiou durante a greve. Uma vergonha!

Não é de se estranhar que Evangelista, se manifeste, inclusive, contra todos aquelas que não apoiam a reeleição do seu chefe.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Até coronel Durans foi preso por apoiar Edivaldo Holanda Júnior

Coronel Jonas Batista Durans.

Coronel Jonas Batista Durans.

Além do sargento e cabos presos na noite de ontem (22), após declararem apoio a Edivaldo Holanda Júnior, foi preso administrativamente o coronel Jonas Batista Durans, subchefe do Estado Maior Geral do CBMMA.

Durans, que também participou da reunião e declarou apoio ao candidato a prefeito do PTC, foi mais uma das vítimas da perseguição do governo Roseana, que tenta desde o ano passado alguma forma de punir militares que participaram da greve na Assembleia Legislativa do Maranhão.

O secretário de Segurança Pública, Aluísio Mendes, encaminhou nota informando o nome dos militares que estão presos e, considerou transgressão por parte dos PMs manifestar-se, publicamente, fardado, em manifestações de natureza político-partidária.

Leia abaixo a íntegra da nota:

A Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP), por meio da Polícia Militar (PMMA) e do Corpo de Bombeiros (CBMMA), informa que foram presos administrativamente na noite desta segunda-feira (22), o coronel Jonas Batista Durans, subchefe do Estado Maior Geral do CBMMA; o sargento Juarez de Morais Aquino Júnior, da Companhia de Policiamento de Guarda (CPGD); o cabo Roberto Campos, do 6º BPM; o cabo Marcos Antonio Ramos Barros, do 2º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM); o cabo Marco Aurélio Ribeiro, do 1º GBM; e o cabo Jorge Henrique Sousa da Costa, do Subgrupamento de Busca e Salvamento.

Os militares foram identificados nas imagens contidas em vídeo divulgado pela imprensa no domingo (21). O recolhimento administrativo se deu em cumprimento ao exposto pela Legislação Militar e tem por base os pressupostos da ordem e da disciplina, segundo a qual o militar não deve se desviar dos objetivos que visem o bem comum da tropa.

De acordo com os preceitos da disciplina militar, é considerada transgressão “Manifestar-se, publicamente, o militar da ativa, sem que esteja autorizado, a respeito de assuntos de natureza político-partidária; Tomar parte, fardado, em manifestações de natureza político-partidária; Discutir ou provocar discussão, por qualquer veículo de comunicação, sobre assuntos políticos ou militares, exceto se devidamente autorizado”.

A medida cautelar representa uma ação de Pronta Intervenção, cujo objetivo é a manutenção dos princípios da hierarquia e preservação da ordem e da disciplina, em vigor nas Corporações Militares, baseado na Legislação, conforme o Decreto Federal nº 4.346, de 23 de agosto de 2002, não os isentando das responsabilidades subsidiárias decorrentes dos fatos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Castelo já não consegue esconder aliança com a oligarquia Sarney

Castelo ladeado pelo grupo Sarney.

Castelo ladeado pelo grupo Sarney.

O candidato a reeleição em São Luís, João Castelo (PSDB), já não esconde mais de ninguem o apoio recebido pelo grupo Sarney durante o segundo turno das eleições da capital.

No debate realizado na manhã desta terça-feira (23), entre os candidatos, Castelo disse que em sua “nova gestao tera parceria com Goverdo Estadual”.

A fala do tucano mostra claramente os laços estreitos políticos com o Palácio dos Leões. Prova disto, são os vereadores alinhados ao grupo Sarney declararem apoio a sua reeleição.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.