Poder

Presa mulher-aranha que furtava apartamentos no Bequimão

Policiais militares prenderam, durante ronda realizada na madrugada desta quarta-feira (31), na área do bairro do Bequimão, Elisângela Araújo Brito, de 34 anos, por tentativa de furto em apartamento no Bloco B, Alameda 4, no Conjunto Bequimão. A suspeita é conhecida na região pelo apelido de “Mulher Aranha”, devido às características habilidosas para escalar os prédios e efetuar os furtos nos apartamentos.

A prisão de Elisângela Araújo ocorreu em flagrante, após denúncias de uma das moradoras, que avistou a mulher e acionou os policiais militares. Em seguida, ela foi conduzida para o Plantão Central do Cohatrac, onde foi autuada pelo crime de tentativa de furto qualificado.

Várias vítimas foram solicitadas a comparecer à delegacia para fazer reconhecimento da suspeita. Três moradores também de blocos vizinhos identificaram Elisângela Araújo Brito como autora dos furtos aos seus respectivos apartamentos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Jovem que estava desaparecida é localizada

O Disque Denúncia Maranhão informa que a jovem Heloísa Silva Ribeiro, de 18 anos, que estava desaparecida desde o último dia 26 de Outubro, foi encontrada na manhã de hoje (31). Através do Programa Desaparecidos, o Disque Denúncia lançou na tarde de ontem, cartazes no intuito de receber informações sobre o paradeiro da estudante.

Segundo informações familiares, a jovem estava na casa de uma amiga e passa bem. Casos como esse, são frequentemente acionados ao Disque Denúncia, jovens que por algum motivo, seja familiar ou psicológico desaparecem sem deixar vestígios e posteriormente são encontrados, dados que já totalizam seis casos, somente este ano.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Polícia investiga homicídio em Chapadinha

A Polícia Civil da cidade de Chapadinha investiga um homicídio ocorrido, na madrugada desta quarta-feira (31), na BR-222, naquele município. Segundo informações, Deucy Viana da Silva, de 52 anos, foi vítima de três disparos de arma de fogo.

Com base nos levantamentos feitos pela polícia no local, Deucy Viana se encontrava na estrada quando um veículo não identificado passou e efetuou três disparos em direção à vítima. Ele veio a óbito no local. Em seguida os autores empreenderam fuga.

As investigações para identificar a autoria do crime estão sendo feitos na Delegacia Regional de Chapadinha.
De acordo com informações, o crime pode ter sido motivado por acerto de contas. Segundo a polícia, a vítima tinha passagem pela polícia por crime de homicídio, assalto, além de ter passagem como usuário de entorpecentes.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Após neutralidade no 2º turno, Eliziane tenta se aproximar de Edivaldo Jr. com elogios

O incrédulo da política maranhense apenas começou depois que Edivaldo Holanda Júnior derrotou João Castelo, que trabalhava no projeto de reeleição pela Prefeitura de São Luís.

A postura estranha de Eliziane Gama.

A postura estranha de Eliziane Gama.

A candidata que obteve o terceiro lugar nas eleições, Eliziane Gama (PPS), que mostrou sinceros “milhões” de motivos para não apoiar o projeto do grupo dinista, finalmente mostrou a cara após declarar neutralidade no 2º turno e tomar chá de sumiço, na reta final da eleição.

Gama, que, diga-se de passagem, era tida pelo brilhantismo do seu mandato no Poder Legislativo e no primeiro turno das eleições como “mulher sábia”. Ou seja, não passou de impressões ilusórias.

De fato, a deputada acabou perdendo o respeito do grupo de Flávio Dino, além de 80% do eleitorado que depositou confiança e respeito em alguém que demonstrou ser reticente.

Eliziane Gama.

Eliziane Gama.

Sendo a única mulher candidata a prefeita de São Luís, ela deu palavras que parabenizam Holanda Júnior (PTC), eleito prefeito da capital maranhense.

Edivaldo Holanda Júnior, que teve o resultado da eleição no meu entendimento uma demonstração clara de que a população de fato queria mudança”, disse Eliziane, que entendeu apenas agora o sentimento de mudança da população. É mole?

A atitude irreparável da parlamentar foi taxada nos quatro cantos da cidade de abominável. Mesmo com seus milhões de motivos, Eliziane pecou de forma imensurável em sua postura e caráter político.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Prefeitos e vereadores eleitos serão diplomados no dia 18 de dezembro

O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão definiu nesta terça-feira (30) a data, o local e o horário de diplomação dos candidatos eleitos em 2012, durante reunião do desembargador José Bernardo Silva Rodrigues (vice-presidente, corregedor e ouvidor) com o secretário estadual Jura Filho (Turismo) e com o juiz Jamil Aguiar (titular da 76ª zona eleitoral)

“A entrega dos diplomas acontecerá no dia 18 de dezembro, às 16h, no Centro de Convenções Pedro Neiva de Santana”, informou o corregedor, logo após confirmar com o secretário que o local estava disponível para uso do TRE nesta data.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Hildo Rocha assume Secretaria das Cidades

Secretário Hildo Rocha.

Secretário Hildo Rocha.

O secretario de Articulação Política, Hildo Rocha, do PMDB, assumirá a Secretaria de Estado das Cidades (Secid), que será deixada por Pedro Fernandes (PTB).

O motivo da saída de Fernandes é em função do novo desafio de assumir a Secretaria de Educação, do qual será empossado na quinta-feira.

O secretário titular da Educação e do Planejamento, João Bernardo Bringel, entregará a (SEDUC), para Fernandes e terá como substituto na SECID, Hildo Rocha, amigo pessoal da governadora Roseana Sarney.

Segundo apurou o blog, não é confirmado a inclusão de João Abreu na equipe do Governo do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

MPF oferece denúncia contra secretário de João Castelo

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) ofereceu denúncia contra o secretário de urbanismo e habitação do município de São Luís, Domingos José Soares Brito, por alterar o aspecto e a estrutura de imóvel do patrimônio histórico federal, localizado no Centro Histórico de São Luís. O caso foi alvo de ação civil pública proposta pelo MPF/MA em 2010, quando as reformas ainda estavam sendo feitas.

Em agosto de 2009, o MPF/MA recebeu a informação de que o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) havia embargado as obras de reforma da antiga sede do Banco do Estado do Maranhão (BEM). Na época, o instituto recomendou ao município de São Luís que aguardasse a aprovação do seu projeto de reforma no órgão do patrimônio histórico federal, o que não aconteceu (leia a notícia completa aqui).

Apesar de o projeto de reforma apresentado pelo município ter sido expressamente indeferido pelo Iphan, Domingos Brito determinou que fossem realizados os serviços de reforma no prédio.
O Iphan autorizara apenas os serviços emergenciais de retirada de antenas, entulhos e materiais não aproveitáveis (elétrico, hidráulico e sanitário). No entanto, após inspeção realizada pelo instituto, foi constatada a demolição de alvenarias e a remoção de toda a pavimentação, revestimento, forro e esquadrias da parte interna do imóvel, além de revestimentos da fachada.

Para o MPF/MA, ao alterar o aspecto e estrutura do imóvel, Domingos Brito praticou crime contra o ordenamento urbano e patrimônio cultural, previsto no artigo 63 da lei 9.605/98.

Na denúncia, o MPF/MA propôs a suspensão condicional do processo pelo período de dois anos, desde que o secretário cumpra determinadas condições, tais como: reparar o dano; não ausentar-se da comarca onde reside, sem autorização do juiz; e comparecer mensalmente a juízo, para informar e justificar suas atividades (§ 1º do artigo 89 da lei 9.099/95).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Câmara articula presidência do Legislativo Municipal

E A LUTA CONTINUA.

Já dizia o poeta que “… A VIDA É LUTA RENHIDA, VIVER É LUTAR.”

Fiz a minha opção por apoiar, no segundo turno das eleições de São Luís, ao prefeito João Castelo, por entender que ele seria o melhor para a nossa cidade. Por todas as suas realizações à frente dos governos estadual e municipal, entendo que Castelo, uma vez investido de um segundo mandato, representaria a certeza de que a nossa capital não sofreria do histórico problema das gestões públicas que se sucedem – SOLUÇÃO DE CONTINUIDADE.

Vereador eleito Fábio Câmara.

Vereador eleito Fábio Câmara.

O POVO, porém, é soberano em suas decisões e só ao POVO cabe decidir os seus próprios destinos. Rendo-me, portanto, à soberania dos ditames populares. Reconheço a vitória dos opositores e tenho em todos e em cada um apenas adversários de um pleito que aconteceu. Afinal, eu fui eleito por uma parcela significativa desse mesmo POVO e, a partir de 1º de janeiro de 2013, tanto eu, na qualidade de vereador, quanto o prefeito recém-eleito, teremos o dever de bem representar os munícipes que em nós confiaram.

Parece-me bastante oportuno, porém, destacar que quando aderimos à campanha do prefeito João Castelo, eu e um grupo de entusiastas da causa, o fizemos quando a diferença percentual projetada era de mais de 20% contra. Digo isso para assinalar que o nosso movimento diferiu radicalmente do de muitos outros agentes políticos que, literalmente, pularam do barco onde antes haviam navegado, valendo destacar que muitos o fizeram após o fim do 1º turno e que chegaram a ocupar funções de comando e espaços privilegiados. Não sou, absolutamente, contra a mudança de opinião. Eu apenas consigo distinguir essa primeira opção, da falta de lealdade, falta de caráter e da falta de espírito de corpo ou de grupo.Mas, nem tudo foi derrota! Castelo ganhou na 1ª e na 3ª zonas. Eu ganhei a grande oportunidade de conviver e de aprender com uma grande liderança jovem que andou lado a lado comigo na Madre Deus, Lira, Belira, Codizinho e adjacências. Me refiro ao competente Deputado Estadual Neto Evangelista, homem preparado e aguerrido a quem eu reputo possuir juventude e renovação em sua plenitude.

Uma eleição não é uma guerra! Uma eleição é apenas uma batalha! Outras batalhas se seguirão e eu não permitirei que as minhas lágrimas me impeçam de enxergar com clareza os caminhos que poderão me levar à conquista das batalhas de amanhã.

Como vereador de São Luís serei um fiscal do POVO e prometo fazer o meu melhor para que promessas e compromissos sejam cumpridos e para que a nossa cidade receba todos os benefícios que necessita e merece na exata medida da positiva e eficiente gestão da coisa pública.

Eu sou Fábio Câmara – VEREADOR DE SÃO LUÍS


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Tribunal mantém decisão contra prefeito de Viana

A 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Maranhão manteve a decisão de receber denúncia contra o prefeito de Viana, Rivalmar Luis Gonçalves, que segundo o Ministério Público teria deixado de adotar procedimentos licitatórios no exercício financeiro de 2007 e comprovar aplicação de recursos do Fundo Municipal de Saúde (FMS).

Entre as despesas feitas sem processo licitatório incluem-se a aquisição de combustível (janeiro a outubro de 2007/R$135.704,43), medicamentos (janeiro a dezembro de 2007/R$ 402.785,73), aluguel e frete de veículos (R$108.000,00), material odontológico (janeiro a dezembro de 2007/R$ 101.079,44) e ausência de comprovação de despesas diversas (julho a outubro de 2007/ R$280.666,00).

Na apreciação da denúncia pela câmara, o relator do processo, desembargador Raimundo Melo, afirmou que para o recebimento da mesma teria que ser considerada a comprovação da materialidade delitiva e a exposição dos fatos tidos por criminosos.

“A inicial acusatória só pode ser rejeitada quando o fato narrado não constituir crime, já estiver extinta a punibilidade ou for manifesta a ilegitimidade da parte ou faltar condição exigida pela lei para o exercício da ação penal”, disse o desembargador na ocasião, quando foi decidido também que Gonçalvesdeveria ser afastado imediatamente do cargo.

A defesa do prefeito interpôs recurso, objetivando modificar a decisão, alegando que ela se encontrava em dissonância com entendimentos de outros tribunais, pedindo, ao final, o arquivamento da denúncia.

Melo entendeu que não havia fundamentos para modificar a decisão e rejeitou o recurso da defesa, sendo acompanhado pelos desembargadores Bayma Araújo e Fróz Sobrinho, seguindo o parecer da Procuradoria Geral de Justiça.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.