Poder

Ministro Carlos Lupi se humilha e pede desculpa por declarações

Do G1

Ministro do PDT Carlos Lupi

Ministro do PDT Carlos Lupi

O ministro do Trabalho, Carlos Lupi, pediu desculpas à presidente Dilma Rousseff pelas declarações de que só sairia do cargo “abatido à bala” durante audiência na Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados nesta quinta-feira (10). Conforme apuração, as declarações sobre sua manutenção no cargo não teriam sido bem aceitas por Dilma, que deixou claro para Lupi que ela é quem decide quem fica ou quem sai do governo.

“Presidente, desculpe se eu fui agressivo, não foi minha intenção, eu te amo”, disse Lupi durante o depoimento aos deputados.

“Como vou desafiar a presidente Dilma? Eu a conheço há 30 anos. Não é cargo que nos guia na vida, é a causa”, completou Lupi. O ministro alegou inocência das acusações de suposto desvio de verbas na pasta e disse se sentir “profundamente agredido” pelas denúncias.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Fábio Braga cobra novamente a duplicação da BR-135

Deputado Fábio Braga

Deputado Fábio Braga

Indagando como vai ficar o trânsito de São Luís e como vão proceder a Assembleia Legislativa e a Câmara Federal com relação à duplicação da BR-135, única via de acesso a São Luís, o deputado Fábio Braga leu na Assembléia trechos do pensamento do filósofo Imanuel Kant em “Fudamentação da Metafísica dos Costumes”: “No reino dos fins, tudo tem um preço ou uma dignidade. Quando uma coisa tem preço pode-se por em vez dela qualquer outra equivalente. Mas quando uma coisa está acima de todo preço, e, portanto, não permitem equivalentes, então ela tem dignidade”.

Segundo Fábio Braga talvez seja esse o critério. Tem coisas que podem ter outro preço ou se colocar algo equivalente, mas tem outras que não se pode de maneira alguma substituir. O deputado se referia à dor das pessoas que estão perdendo seus parentes, seus amigos, sem que possa ser reposta uma pessoa em lugar da outra. “Muitos dos familiares dos mortos nem querem reparação ou indenização”, afirmou.

O parlamentar recordou a reunião do ministro Paulo Passos com os deputados maranhenses, reconhecendo que aquela autoridade tem conhecimento de cada trecho da obra e o que mais lhe chamou a atenção foi a pronúncia correta de Perizes, Estreito dos Mosquitos, Bacabeira, Miranda e Entroncamento. “Fiquei, então, imaginando que o ministro conhece a necessidade dessa obra, mas foi um ledo engano”, disse. “Ele conhece porque já se tornou costumeiro dar desculpas para não realização da obra”.

Finalizando, o parlamentar deixou a mensagem de que a Assembléia não baixe a guarda na luta pela duplicação da BR-135, pois significa a luta por um Maranhão melhor, por uma estrada que traz riquezas para o Maranhão.  

Da Agência Assembleia


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Sindicato sai em defesa de Weverton Rocha

Após denúncia vinculada na revista Veja, que mostra o deputado federal recordista em processos de improbidade administrativa, Weverton Rocha (PDT), como um dos mentores do esquema envolvendo o Ministério do Trabalho comandado por Carlos Lupi (PDT). Veja abaixo a nota:

O SINTAG-MA – SINDICATO DOS TÉCNICOS AGRÍCOLAS DO MARANHÃO, vem através deste externar apoio ao Deputado Federal Weverton Rocha, uma vez que as denúncias relatadas na matéria da Veja, tem a intenção apenas de condenar independente de prova por interesses obscuros, e o fazendo deixa em aberto novos atos de mesmo escalão ou maior, de forma a traçar sem questionamento o rumo político, social ou moral de nosso país. Temos muitas coisas neste país que nos falta Gestores competentes, assim como caráter firme de nossa sociedade que se submete ao submundo das ilegalidades, que devem ser combatidas de forma séria e dentro da lei, sob pena do que dizem de nós ser sempre verdade e, por conseguinte ser maculado o direito líquido e certo da Ampla Defesa. A DIRETORIA – SINTAG-MA


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

‘Eu nunca irei apoiar Aderoldo para prefeito de Barra do Corda’, diz Pedro Telis

Pedro Telis

Pedro Telis

Na tarde de ontem terça-feira, 09, o agiota e ex-secretário de Finanças de Barra do Corda, Pedro Alberto Telis de Sousa entrou em contato com o titular do blog para esclarecer os reais motivos de sua briga política entre seu pai, o prefeito Manoel Mariano de Sousa, e seu irmão o deputado estadual Rigo Telis.

Pedro Telis afirmou ao blog que se o grupo político guiado pelo prefeito lançar a pré-candidatura a prefeito de Barra do Corda qualquer outra nome, ele terá maior prazer em apoiar, porém, permanecendo o mesmo nome do segurança conhecido por Aderoldo, não participará deste grupo, assegurado pela sua expressão política.

“Eu apoio qualquer outra pessoa, menos o Aderoldo, se o prefeito colocar outro nome o meu grupo fará parte desta pré-candidatura” disse Pedro Telis.

Ao ser indagado pelo blog, se poderia acontecer de se juntar com a oposição para enfrentar o grupo do próprio pai, respondeu em tom de arrogância. “Eu não vou pra oposição, neste caso, a oposição que tem que ir comigo e não eu ir atrás deles”.

O agiota folou sobre sua demissão da secretaria de Finanças de Barra do Corda gerando um desgaste familiar e político e noticiado pelo blog (reveja).

“Na verdade Neto Ferreira, eu não fui exonerado como você havia colocado em seu blog, eu realmente tinha voltado para secretaria e estava resolvendo algumas coisas, quando o prefeito me demitiu, ou seja, eu nem cheguei a reassumir a secretaria, apenas fui demitido antes mesmo de ser nomeado”, disse.

Além disso, Pedro Telis afirmou que não está rompido com a parte paterna e principalmente com seu irmão, deputado estadual Rigo Teles. O empresário declarou que tem maior parte dos vereadores no grupo liderado por ele, e principalmente a sua esposa Nilda Barbalho, Presidente da Câmara de Vereadores de Barra do Corda.

Ao final, em tom de brincadeira, o agiota falou que gosta é que a mídia fale em seu nome, que não liga quando surgem ofensas ou duras criticas direcionadas a ele.

O que se compreende é que o agiota Pedro Telis, está disposto a tudo para não apoiar Aderoldo, mesmo se possível se unir com a oposição e pior: se aliar ao Avelar para derrotar o grupo político do próprio pai. Isso que é consideração…


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Após decretada a prisão, vereador de Paço do Lumiar vira fugitivo

Vereador de Paço do LumiarFoi decretada pela justiça a prisão do vereador de Paço do Lumiar, Júnior Mojó e do corretor de imóveis Elias Orlando Nunes Filho.

Tanto o empresário quanto o vereador do município de Paço do Lumiar são fortes suspeitos de ser o mandante do crime do empresário Marggion Lanyere Ferreira Andrade no dia, 14, de outubro no Araçagi.

Segundo informações, os criminosos contrataram Alex Nascimento de Sousa para executar o empresário motivado por disputa de um terreno que havia sido adquirido por Marggion há dez anos depois vendido.

O corretor de imóveis Elias Orlando Nunes Filho e o vereador de Paço do Lumiar, Júnior Mojó foram indiciados por homicídio qualificado, ocultação de cadáver, falsidade ideológica e estelionato.

Disque Denúncia no 3223 5800 para quem mora na capital e no 0300 313 5800 para quem mora no interior do Estado.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Pedido de vista adia julgamento da Ficha Limpa no Supremo

Um pedido de vista do ministro Joaquim Barbosa suspendeu nesta quarta-feira o julgamento da Lei da Ficha Limpa no STF (Supremo Tribunal Federal).

Pleno do STF

Pleno do STF

Antes de o julgamento ser interrompido, o relator, ministro Luiz Fux, manifestou-se parcialmente favoràvel à aplicação da lei nas próximas eleições, em 2012.

Em seu voto, Fux defendeu que políticos que renunciem a seus mandatos para evitar a cassação possam se candidatar na eleição seguinte. Fora este ponto, toda a lei foi considerada constitucional por Fux.

Da Folha


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Policial militar é preso por pagar crianças para tirarem roupas

A Polícia Militar de Bacuri, a 483Km de São Luís, prendeu nesta última terça-feira (8), Jairon Viana da Silva, de 50 anos, natural da cidade de Diogo dos Lopes (RN). Conforme a polícia, ele é acusado de oferecer dinheiro a um grupo de crianças para tirar a roupa e fazer filmagens no celular.

A polícia informou que o fato ocorreu na tarde de segunda feira (7), em um local conhecido como Paredão do Bittencourt, no Povoado Bitíua em Bacuri. Com base em informações, Jairon Viana teria levado duas meninas e dois meninos de idades entre 7 e 11 anos para o local, dizendo que se tratava de um lugar onde os escravos eram enterrados.

O acusado oferecia a quantia de R$ 2,00 e 5,00 para as crianças tirarem a roupa e produzir imagens no celular. Durante o ato ilícito, os dois meninos aceitaram fazer a filmagem por R$ 2,50. Nas imagens, as duas meninas apareciam vestidas somente de calcinha.

Após a prisão, Jairon Viana foi levado para a Delegacia e atuado pelo Delegado de Cururupu, Danilo Veras, de acordo com o artigo 240 (produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente) do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA).

As infromações são da Secom Estadual.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Roberto Costa idealiza audiência para tratar "Direito do Idoso"

Deputado estadual Roberto Costa

Deputado estadual Roberto Costa

O deputado Roberto Costa recebeu elogios do deputado Alexandre Almeida (PSD) na Assembleia Legislativa em sessão realizada ontem quarta-feira, 9.

A iniciativa de Roberto Costa (PMDB) em realizar audiência pública para tratar da discussão do direito do idoso ao transporte intermunicipal gratuito.

A audiência pública aconteceu em razão das denúncias de vários casos de não-cumprimento do direito do idoso ao transporte intermunicipal gratuito. Muitos casos aconteceram principalmente pela defasagem da Lei Estadual que regulamenta esse direito, que foi um dos principais pontos discutidos durante a audiência.

Diante da problemática, o deputado Roberto Costa e diversos setores do poder público e privado defenderam a adequação da Lei Estadual nº 4.929/89 e do Decreto nº 11.394/90 ao Estatuto do Idoso (Lei Federal n° 1.741/03), já que as normatizações estaduais não contemplam pontos específicos no que dizem respeito, por exemplo, ao número de vagas destinadas à pessoa idosa e também quanto à idade que assegura o direito. Vale lembrar que atualmente a normatização estadual afirma que esse direito se dá a partir dos sessenta e cinco anos, enquanto que o Estatuto do Idoso garante esse direito desde os sessenta anos de idade.

Da Assecom/Gab. do dep. Roberto Costa


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Projeto que torna crime dirigir alcoolizado é aprovado

Da Folha de S.Paulo

A CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado aprovou nesta quarta-feira um projeto que considera crime dirigir “sob influência de concentração de álcool” e ainda acaba com a obrigatoriedade do teste do bafômetro para comprovar a embriaguez do motorista.

Na prática, senadores dizem que fica instituída a “política do álcool zero”, mas alguns parlamentares questionam essa interpretação.

Atualmente, a chamada “Lei Seca” permite dirigir com até 6 decigramas de álcool por litro de sangue. A proposta também aumenta as penas para quem for flagrado dirigindo alcoolizado.

O projeto foi aprovado em caráter terminativo e se não receber recurso em cinco dias para ser votado pelo plenário, segue para votação na Câmara.

A proposta estabelece que além do bafômetro valem como prova de embriaguez do motorista “prova testemunhal, imagens, vídeos ou a produção de quaisquer outras provas em direito admitidas”.

O projeto gerou polêmica na CCJ. A senadora Marta Suplicy (PT-SP) questionou o fato de que o texto prevê punição no caso de “qualquer concentração de álcool ou substância psicoativa” no sangue. “E se eu comer um bombom com licor, como fica?”.

O líder do DEM, Demostenes Torres (GO), apresentou uma emenda retirando a expressão “qualquer”. Segundo ele, a palavra “era um capricho”. “Na prática, é o álcool zero”.

O presidente da CCJ, Eunício Oliveira (PMDB-CE), avaliou que a proposta deixa o limite atual. “Se você analisar, hoje só é considerado embriaguez acima de 6 decigramas de álcool por litro de sangue e esse limite continua”.

O STF (Supremo Tribunal Federal) reafirmou, em decisão de 27 de setembro, que beber e dirigir é crime, mesmo quando não há dano a terceiros.

De acordo com o artigo 306 do Código de Trânsito Brasileiro, quem conduz veículo com concentração de álcool por litro de sangue igual ou superior ao permitido pode ter pena de seis meses a três anos, multa e suspensão da habilitação. Essa pena permanece para quem dirigir sob efeitos de álcool.

Pelo projeto, as penas são mais severas. Para quem dirigir alcoolizado e provocar morte, estará sujeito de 8 a 16 anos de prisão, além de multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir.

Se dirigir bêbado e provocar lesão corporal de natureza grave, aplica-se a pena de reclusão, de 6 a 12, além de multa e suspensão da carteira de motorista.

Há ainda pena de detenção, de 1 ano a 4 anos para quem provocar lesão corporal.

Autor do projeto, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), disse que, se aprovadas, a proposta vai mudar a cultura da impunidade no país.

“Na prática, a gente espera que com isso diminua esse sentimento de impunidade que ainda existe entre os brasileiros. Pela morosidade da Justiça em analisar esses casos, a atual punição para quem acaba provocando uma morte no trânsito por causa do álcool acaba sem efeitos. Com essa lei não, a prescrição só ocorre em 16 anos”.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Inscrições abertas para seletivo de estágio em jornalismo

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) informa que estão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de Estágio em Jornalismo 2011. Os interessados devem se inscrever pelo site http://www.prma.mpf.gov.br/estagiojornalismo/no período de 8:00h do dia 07/11/2011 às 18:00h do dia 21/11/2011.

O seletivo é destinado ao preenchimento de duas vagas (uma para o turno matutino e outra para o turno vespertino) e formação de quadro de reserva na Procuradoria da República no Estado do Maranhão (PR/MA).

 Estão habilitados à inscrição os estudantes regularmente matriculados no Curso de Comunicação Social – Habilitação em Jornalismo na Universidade Federal do Maranhão (UFMA) ou na Faculdade São Luís, que estejam cursando o 4º (quarto) ou 5º (quinto) período.

O valor da bolsa é de R$ 800,00 mais auxílio-transporte, atualmente no valor de R$ 7,00 por dia efetivamente estagiado. Após a inscrição pelo site, os candidatos devem comparecer à sede da PR/MA localizada na Av. Vitorino Freire,  nº 52, Areinha (ao lado do TRE), de24 a25/11, das 09h às 12h e das 14h às 18h, para entrega de cópia dos seguintes documentos:

Carteira de Identidade;
Histórico Escolar (contendo a grade curricular do curso, as disciplinas já cursadas e a Média Geral Ponderada);
Curriculum Vitae (que deverá conter os dados de identificação do candidato, formação escolar, participação em cursos, congressos, simpósios, estágios e demais experiências na área de Jornalismo, todos devidamente comprovados).

A taxa de inscrição é a doação de 2 (duas) latas de leite em pó, que serão entregues a entidades filantrópicas. A vigência do estágio é de 1 (um) ano, podendo ser prorrogado por igual período.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.