Poder

Glalbert Cutrim recebe visita de membros do Movimento Estudantil Independente

O presidente interino da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Glalbert Cutrim (PDT), recebeu, na tarde desta segunda-feira (27), membros do Movimento Estudantil Independente (MEI), composto por estudantes de escolas públicas e universitários.

Na visita, o grupo apresentou demandas e se inteirou um pouco sobre a rotina da Casa Legislativa. “É muito importante termos jovens envolvidos na política e eu fico muito feliz em poder recebê-los. Eles estão sempre por dentro do cenário político nacional e local, nos dando mais fundamento e conteúdo para buscarmos melhorias para o Maranhão. Esperamos dialogar com eles com mais frequência”, disse o presidente interino.

O vice-presidente do MEI, Walace Franklin, avaliou o encontro com o presidente e falou sobre o trabalho da entidade. “Tivemos um diálogo positivo e interessante, onde pudemos apresentar ao deputado Glalbert o trabalho que desenvolvemos com estudantes do ensino médio, fundamental e de faculdades”, explicou.

O “Setembro Amarelo” é uma das ações desenvolvidas pelo movimento, que tem como objetivo combater o suicídio. “É uma ferramenta importante que ajuda estudantes a terem mais conhecimento sobre sua saúde mental”, disse Walace Franklin.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Morre cantor Gabriel Diniz

O cantor Gabriel Diniz, conhecido pelo hit “Jenifer”, morreu na queda de um avião de pequeno porte no povoado Porto do Mato, em Estância, na região sul de Sergipe, no final da manhã desta segunda-feira (27), informou o Corpo de Bombeiros Militar. Amigos do cantor informam que ele está entre as vítimas.

De acordo com a Polícia Militar, há três mortos. Inicialmente, o Grupamento Tático Aéreo (GTA) havia informado que eram quatro ocupantes na aeronave, que decolou de Salvador.

Amigos de Gabriel Diniz reconheceram o corpo do artista entre as vítimas. A assessoria de imprensa da produtora do artista confirmou que ele estava no avião. Também foi encontrado o passaporte do cantor perto do local do acidente. Na noite deste domingo (26), ele havia feito um show em Feira de Santana (BA).

O GTA sobrevoa o local do acidente, onde trabalham ainda equipes da PM e do Corpo de Bombeiros. Elas chegaram numa embarcação dos bombeiros, já que a área é de difícil acesso, de mangue e mata fechada.

A queda do avião vai ser investigada pelo Segundo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos, com sede no Recife e que abrange o estado de Sergipe.

Segundo documentos achados no local do acidente ao lado do passaporte de Gabriel Diniz, a aeronave é um monomotor Piper prefixo PT-KLO, com capacidade para quatro lugares e registrado em nome do Aeroclube de Alagoas.

A aeronave, segundo o Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), só pode ser usada para voos de instrução.

Aeronaves da categoria “Privada – Instrução” só podem ser usadas para instrução, adestramento de voo por aeroclubes, clubes ou escolas de aviação civil, segundo o Regulamento Brasileiro de Aviação Civil. Isso significa que não podem ser utilizadas para táxi aéreo, por exemplo.

Uma moradora da região do acidente disse que o avião passou por cima da casa dela e caiu em seguida. Foi ouvido um estrondo nas imediações.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Cai avião com cantor Gabriel Diniz

Um avião bimotor caiu em um mangue localizado no povoado Porto do Mato, em Estância (SE), na região Sul de Sergipe, no início da tarde desta segunda-feira (27). A informação foi confirmada pelo Corpo de Bombeiros Militar.

O Grupamento Tático Aéreo está sobrevoando a região. Ainda não há informações sobre vítimas.

De acordo com uma moradora do local, o avião passou por cima da casa dela e caiu em seguida. Estrondos foram ouvidos a região.

A informação é que o avião ficou enterrado no mangue, local de difícil acesso, chove forte na região, o que dificulta ainda mais as buscas.

Pescadores encontraram ainda documentos com o nome do cantor Gabriel Diniz.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Corregedor do TJ vai ouvir Jefferson Portela

O corregedor-geral de Justiça, desembargador Marcelo Carvalho, abriu Portaria para convocar o secretário de Segurança Pública, delegado Jefferson Portela, para prestar esclarecimentos sobre a acusação feita pelo delegado Ney Anderson Gaspar de que o chefe da SSP chamou juízes da primeira instância de bandidos.

De acordo com o autor da denúncia, receberam a alcunha de criminosos os magistrados Clésio Coelho Cunha, Marco Aurélio e Osmar Gomes. Este último é pai do presidente da Câmara de São Luís, Osmar Filho.

Carvalho também chamou Gaspar e o ex-delegado Tiago Bardal para dar detalhes sobre o caso.

Segundo Portaria publicada, foi instaurada uma sindicância para apurar se houve conduta irregular dos togados.

As oitivas acontecerão na sala da Corregedoria-Geral da Justiça no Fórum Desembargador Sarney Costa e irão transcorrer sob sigilo. Após a conclusão dos trabalhos, o desembargador emitirá um relatório para encaminhar ao plenário do Tribunal de Justiça para deliberação.

O caso será apurado depois que o escândalo de espionagem contra desembargadores, assessores e filhos de magistrados e ataques a juízes veio à tona por meio de cartas escritas por Ney Anderson e relatos feitos à 2ª Vara Criminal por Bardal.(veja aqui).

O teor das denúncias abriu uma crise institucional entre o Judiciário e o Executivo, causando uma reação rápida do presidente do TJMA, José Joaquim Figueiredo, que pediu uma investigação rigorosa sobre as ordens de Portela contra os membros da Corte ao procurador Geral de Justiça, Luiz Gonzaga, que já instaurou um procedimento para investigar as acusações.

A repercussão dos fatos causou uma grande manifestação da classe política, que já pediu o afastamento do secretário do cargo e uma auditoria do sistema guardião. Além disso, denunciou o caso à Procuradoria-Geral da República e cogita solicitar a abertura de uma CPI na Assembleia Legislativa do Maranhão.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Vice-governador Carlos Brandão lança Orçamento Participativo 2019

O vice-governador Carlos Brandão participou da solenidade de lançamento do Orçamento Participativo 2019, na manhã desta sexta-feira (24), no Palácio dos Leões. A ferramenta é um importante instrumento democrático que permite ao cidadão debater e definir o destino da sua localidade. Para construção do orçamento, serão promovidas 35 audiências em 35 municípios maranhenses, onde serão definidas as metas prioritárias para o quadriênio 2020-2023. Na ocasião, foi lançado pelos Correios o Selo comemorativo ao instrumento.

“O Orçamento Participativo é uma importante ferramenta da população para definir as prioridades da gestão em áreas de impacto direto na vida das comunidades, como a saúde, educação, infraestrutura, saneamento. Seu processo de construção promove e reforça o exercício da cidadania, consolida o compromisso com o bem público e une gestão e sociedade para que seja promovida uma melhor administração pública”, pontua o vice-governador Carlos Brandão, que recebeu ainda o selo personalizado dos Correios, em alusão ao Orçamento Participativo.

Na abertura da solenidade, o secretário de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), Francisco Gonçalves, fez a apresentação do documento e destacou a importância da participação de todos os entes envolvidos. “A marca do governo Flávio Dino é a participação popular e a consciência de que não se promove o desenvolvimento e a cidadania sem incluir a população. E desde o primeiro ano de governo tem se mantido essa prerrogativa. A construção do orçamento tem base na cidadania, compromisso com o bem comum e integração social para que ganhe forma e venha atender as demandas populares”, avaliou.

O Orçamento Participativo é um dos mais importantes instrumentos de gestão, transparência e democracia, pois a população é partícipe na elaboração das prioridades e demandas do orçamento, enfatiza o secretário de Estado de Comunicação e Assuntos Políticos (Secap), Rodrigo Lago. “Por meio desta ferramenta a população diz ao Governo em que deverá empenhar mais esforços e receita. É uma ferramenta que consolida a marca do governo Flávio Dino, que é a governabilidade com transparência e ampla participação popular”, destacou Lago.

Representando a Secretaria de Estado do Planejamento e Orçamento (Seplan), o superintendente de programas da instituição, Rafaela Vidal, reforçou que a proposta é que se possa elaborar, de forma coletiva, a construção deste importante documento. “Trata-se de um instrumento de planejamento a ser seguido por todas as esferas administrativas e totalmente validado pela população, uma vez que esta participa ativamente de sua construção”, disse.

“Agradecemos e parabenizamos o Governo do Estado por mais um ano trazer essa discussão para a sociedade. É um momento expressivo da participação da população maranhense. Mobilizar os movimentos sociais nesse exercício desafiador é muito importante e que haja clareza e objetividade na apresentação destas diretrizes, para que seja efetivo e chegue a todos os segmentos”, reforçou Lúcia Azevedo, da Articulação Estadual de Mulheres Negras.

Este ano, as audiências do Orçamento tratam ainda das diretrizes do Plano Plurianual (PPA), para que haja convergência de ideias e ao final, sejam votadas as medidas comuns. Uma vez aprovadas para o PPA, as propostas passam a compor também o Orçamento Participativo. As etapas de construção do documento, assim como do Plano Plurianual Participativo (PPA) são coordenadas pela Sedihpop, Seplan e Secap. Desde 2015, foram mais de 990 propostas votadas nas audiências, tendo como prioridade iniciativas nas áreas da saúde, educação, infraestrutura, saneamento e desenvolvimento social.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Portela chamou secretário da SEAP de incompetente e queria derrubá-lo, revela delegado

Obtida com exclusividade pelo Blog do Neto Ferreira, a “Carta ao Povo Maranhense” acusa o secretário de Segurança Pública, Jefferson Portela, de chamar o secretário de Administração Penitenciária (SEAP), Murilo Andrade, de apático e incompetente.

A nova carta escrita pelo delegado Ney Anderson Gaspar, ex-chefe do Departamento de Combate ao Crime Organizado (DCCO) expõe o desejo de Portela em derrubar Andrade da SEAP para indicar alguém de sua confiança.

Gaspar detalhou, ainda, como o titular da SSP tentou utilizar o aparato da Segurança para tentar conseguir o objetivo. Segundo ele, durante as investigações que apurava a explosão do muro da Penitenciária de Pedrinhas ocorrida em 2017, Portela pediu insistentemente para que a equipe de delegados do DCCO encontrasse indícios de responsabilidade de Murilo para ter “forças” de derrubá-lo da chefia da SEAP.

“Em 2017, ocorreu a explosão de uma parte do muro da Penitenciária de Pedrinhas, onde o objetivo era resgatar alguns presos de uma organização criminosa de atuação internacional, enquanto a equipe do Departamento de Combate ao Crime Organizado, sob o comando deste subscritor realizava as apurações, se empenhava para capturar os fugitivos e responsabilizar os eventuais culpados por prováveis negligência durante a fuga, o sr. Portela chama o secretário de Administração Penitenciária de apático e incompetente, forçando insistentemente que ao final do inquérito encontrássemos indícios de responsabilidade sobre o referido secretário, para que ele (Portela) tivesse força para derrubá-lo do cargo e colocar alguém da sua confiança caracterizando mais uma vez, de forma evidente, o uso do cargo público em benefício próprio”, declarou.

O documento, de 3 páginas, integra uma série de acusações que narram detalhes de como Jefferson Portela ordenava investigações contra, pelo menos 4 desembargadores, Tyrone Silva, Nelma Sarney, Guerreiro Júnior e Froz Sobrinho, além de assessores e filhos de magistrados, do deputado federal Josimar de Maranhãozinho (PR) e do senador Roberto Rocha (PSDB).

O caso, à princípio, veio à tona pelo ex-chefe da Seic, Tiago Bardal, que em depoimento à 2ª Vara Criminal de São Luís, acusou o secretário de usar a estrutura da SSP para atingir os seus desafetos. Em seguida, os relatos foram reafirmados pelo autor das cartas, que afirmou que trouxe à tona tais relatos porque se sente perseguido pelo secretário.

Procurado, o secretário Murilo Andrade não se manifestou até o fechamento desta reportagem.

Jefferson alegou em sua defesa que não emitiu tais ordens e, tanto o depoimento quanto o teor das cartas são criminosos (reveja aqui).

Citado em uma das cartas como alvo de investigação por ser opositor do governo, Roberto Rocha pediu à presidência do Senado Federal a entrada Polícia Federal no caso para apurar as acusações e denunciou à Procuradoria Geral da República Portela por abuso de autoridade e prevaricação (saiba mais aqui e aqui). Além de Rocha, o deputado federal Edilázio Júnior protocolou junto à Procuradoria Geral de Justiça do Maranhão uma representação onde pede o afastamento do secretário e uma auditoria no sistema Guardião (veja também).

A repercussão do caso motivou, também, o deputado Alusío Mendes (Podemos) a pedir que os delegados sejam ouvidos pela Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados, inclusive, há intenção do deputado estadual Wellington do Curso (PSDB) em pedir abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso e levá-lo à Comissão de Segurança da Assembleia Legislativa (relembre).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

O doleiro da Lava Jato e os contratos em São Luís

Mais indícios de irregularidades no contrato bilionário da Prefeitura de São Luís e a empresa SLEA – São Luís Engenharia Ambiental vem à tona.

Segundo documentos publicados pelo Blog do Felipe Mota, figurava como sócio da empresa do lixo Ervino Nitz Filho, apontado como laranja do doleiro Alberto Youssef, preso no âmbito da Lava Jato acusado de lavar dinheiro público em contratos nos governos federal e estadual.

O nome de Ervino aparece na assinatura do contrato 046/2012 entre a SLEA e o Executivo, que visa a coleta, transporte e manejo do lixo da capital maranhense por mais de R$ 2 bilhões.

Após a prisão de Youssef em março de 2014 em um hotel de luxo da capital maranhense, Filho deixo no dia 18 de janeiro de 2015.

Atualmente, quem comanda a SLEA é Marcos José da Silva e André Neves Monteiro Vianna, esse último também fez parte do quadro societário das empresas do doleiro, entre elas a Ecourbis, subsidiária da Queiróz Galvão.

Para a São Luis Ambiental já foram pagos R$ 596.615.497,43 milhões pelos cofres públicos municipais (veja mais).

Segundo informações, a empresa não participou de qualquer processo licitatório, mas mesmo assim fechou o contrato bilionário por 20 anos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Deputado Rafael Leitoa prestigia eventos no de Timon

O deputado estadual Rafael Leitoa (PDT) participou na sexta-feira (24), de dois eventos na cidade de Timon. Representando a Assembleia Legislativa do Maranhão, ele prestigiou o lançamento da V Semana do Bebê e a inauguração da reforma e ampliação do prédio das Promotorias de Justiça do Maranhão.

A abertura da V Semana do Bebê aconteceu no Centro de Formação Wall Ferraz, Parque Piauí. Tendo como tema “Cuidando do Cuidador – Para uma infância protegida”, a iniciativa é uma ação da Prefeitura de Timon e tem como foco (nesta quinta edição) os cuidados com as mães e cuidadores de crianças.

Ao lembrar do prêmio “Prefeito Amigo da Criança”, conquistado em 2016, o deputado salientou: “São ações como estas que fizeram com que o prefeito Luciano Leitoa fosse um dos 100 a receber essa premiação. Isto mostra o cuidado com a questão humana, que é uma característica desta gestão.”

Reforma e ampliação da sede do Ministério Público

Representando a Assembleia Legislativa, o parlamentar participou da entrega do prédio que abrigará as promotorias naquela cidade. Reformada e ampliada, visando melhorar o atendimento aos timonenses, o evento na sede do Ministério Público Estadual contou com a participação do procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, e de diversas outras autoridades.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Maranhão tem crescimento do emprego em abril

Maranhão tem crescimento do emprego em abril
Estado registrou abertura de 6,6 mil novas vagas de emprego formal. Resultado do mês foi impulsionado pelo setor de Serviços

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta sexta-feira (24) pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, mostram que o estado do Maranhão teve saldo positivo na geração de empregos em abril. No período, foram abertos 6.681 novos postos de trabalho, uma variação de 1,45% em relação ao estoque do mês anterior.

Em abril, o destaque na geração de empregos na economia maranhense foi o setor de Serviços, com a abertura de 6,8 mil novos postos. Construção Civil e Administração Pública também tiveram saldo positivo no mês.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Poder

Promotoria pede afastamento e bloqueio de bens do presidente da Câmara de Barra do Corda

O Ministério Público do Maranhão, por meio 1ª Promotoria de Justiça em Barra do Corda, pediu o afastamento e o bloqueio de bens do presidente da Câmara de Barra do Corda, vereador Gil Lopes, por irregularidades em processos licitatórios.

Também figuram na denúncia os ex-presidentes da Comissão de Licitação da Câmara que atuaram entre 2013 e 2018, José de Ribamar Oliveira Asevedo, Gilciane Silva Lopes, Erlane Ribeiro Freita; Elecir Pereira Queiroz, e os empresários Djoci Sousa Macedo e Fabiano Dockhorn de Menezes, ambos donos das D.S.MACEDO-ME e F.D.MENESES.

De acordo com o site Minuto da Barra, autos narram que foi feita uma análise técnica em 6 processos licitatório firmados entre a Câmara de Vereadores e as empresas D.S. Macedo-ME e F.D. Meneses onde foram constatada inpumeras irregularidades.

Entre 2013 e 2018, a empresa D.S.MACEDO-ME venceu cinco licitações para locação de veículos para a Câmara Municipal de Barra do Corda. Já em 2014, a F.D. MENEZES venceu o certame para o mesmo tipo de serviço.

Segundo o promotor Guaracy Martins Figueiredo, houve direcionamento do Pregão Presencial, uma vez que a empresa F.D DE MENZES-ME de propriedade do empresário Fabiano Menezes, tem sua sede na cidade de Presidente Juscelino, distante 418 km de Barra do Corda “é de se estranhar pois pela simplicidade do objeto, devem existir nas redondezas outras empresas com atividade compatível para participar. O que leva a crer que se trata de cotação montada e licitação direcionada para a vencedora e terceira participante da pesquisa de preços”, disse.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.