Poder

Construservice faturou R$ 185 milhões no governo Dino após investigação por agiotagem

Investigada por agiotagem e fraude em licitações, a Construservice Empreendimentos, que fica em Codó, abocanhou cifras milionárias no governo Flávio Dino (PCdoB).

Segundo o Portal da Transparência estadual, entre 2018 e início de 2021 a gestão dinista repassou mais de R$ 185 milhões à empresa de Rodrigo Casanova Júnior.

Os pagamentos são oriundos de 4 contratos firmados nos anos de 2015, 2017, e 2020 por meio das Secretarias de Infraestrutura e das Cidades.

O Blog do Neto Ferreira apurou que no ano passado o governo pagou R$ 123.639.871,72 milhões para a Construservice Empreendimentos.

Em 2015, a Polícia Civil deflagrou a operação Imperador I, que tinha como alvos a construtora e o sócio Rodrigo Júnior. À época, a empresa teve os bens bloqueados e veículos apreendidos. Porém, essa investigação criminal não impediu que a empreiteira atuasse no Poder Público.

A Construservice continuou ganhando licitações milionárias na gestão estadual. Além disso, a reportagem checou que a empresa vem operando fortemente em Prefeituras do interior faturando contratos altíssimos.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

2 comentários em “Construservice faturou R$ 185 milhões no governo Dino após investigação por agiotagem”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. José alves

    Essa investigação só para para frente se a polícia federal assumir.
    Na época o delegado Ney Anderson queria prosseguir com as investigações e todo mundo já sabe o que aconteceu.

  2. Danel

    Tudo isso só foi possível graças as maracutaias da Pregoeira Rosane Ramos, próprineiira de mão cheia, ate mesmo porque na SINFRA com a Rosane só gacha licitação quem paga.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários