Poder

Hospitais privados atingem 100% de ocupação de leitos de UTI para Covid-19 em ITZ

Dois hospitais da Rede Particular de Imperatriz chegaram a 100% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Recentemente, a direção de um deles abriu mais cinco leitos de terapia intensiva, que já foram ocupados.

Alguns funcionários dos dois hospitais particulares se afastaram dos cargos por contraírem Covid-19 e outros por serem do grupo de risco. Por conta disso, os hospitais estão tendo dificuldade para a manutenção do quadro de funcionários. Além disso, também registram dificuldade de adquirir insumos como máscara de oxigênio, pulmões artificiais e até antibióticos.

“A UTI está cheia, 100%, as enfermarias estão 100% e temos pacientes no pronto socorro esperando vaga para internação, com até 100 atendimentos por dia”, relatou o diretor clínico André Pagotto.

Leitos da rede pública

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgado nessa quinta-feira (4), a taxa e ocupação dos Leitos Clínicos exclusivos para Covid-19 relativas a rede pública chegou a 100% de ocupação em Imperatriz.

A situação também é alarmante em relação aos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade, que chegou nessa quinta a 96,72% de ocupação. De 55 leitos, apenas dois estão livres.

Ainda segundo o boletim, Imperatriz ultrapassou a cidade no número de novos casos, são 121 enquanto a ilha de São Luís registra 118.

Grande Ilha
A Grande Ilha, que compreende os municípios de São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa, está em alerta por conta do aumento de internações de pacientes com novo coronavírus.

Nessa quinta-feira (4), a taxa de ocupação de leitos de UTI chegou a 86,59%. De 179 leitos na região, apenas 24 estão livres. Em relação aos leitos clínicos, a ocupação chegou a 80,98%. De 410 leitos, 332 estão ocupados.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários