Poder

Justiça é lenta ao julgar Ação de venda irregular de lotes por ex-prefeito de Mirador

O impasse envolvendo um terreno público em Mirador tem causado revolta aos moradores pela lentidão da resolução do caso.

Há sete meses, o Ministério Público emitiu um parecer, assinado pelo promotor de Justiça Gustavo Pereira Silva, onde pede à Justiça a expulsão dos invasores dos lotes das terras públicas com ajuda das forças policiais.

Mas, até o momento o juiz responsável pelo caso não proferiu qualquer decisão acerca dos fatos, causando assim uma suposta morosidade no processo.

O terreno abrigou por anos o campo de aviação de Mirador, que foi desativado e agora estava sendo loteado ilegalmente pelo ex-prefeito Roni Sousa.

Outras decisões já haviam sido dadas determinando a saída dos “compradores” dos lotes de terra, bem como a retirada dos materiais de construção do local. Mas todos as setenças foram descumpridas pelo ex-gestor (reveja aqui, aqui, aqui e aqui).


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Justiça é lenta ao julgar Ação de venda irregular de lotes por ex-prefeito de Mirador”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Anaildo

    Negligente.

  2. ARNALDO

    triste realidade

  3. MJ

    TRISTE VER DECISÕES SEM EFETIVAÇÃO POR PARTE DO POVO.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários