Poder

Governo Bolsonaro repassa quase R$ 20 milhões para a Segurança Pública do MA

O governo Bolsonaro, por meio do Ministério da Justiça, autorizou o repasse de quase R$ 20 milhões para a Secretaria de Segurança Pública do Maranhão, comandada pelo delegado Jefferson Portela.

Segundo o documento publicado no Diário oficial de quarta-feira (24), a verba milionária será transferida dos cofres federais na modalidade fundo a fundo.

Os recursos são do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) e deverão ser aplicados em ações de Valorização dos profissionais que atuam na segurança pública estadual.

Ainda de acordo as informações, foram firmados dois Termos de Adesão para que a verba fosse repassada ao governo do Maranhão. O primeiro foi orçado no montante de R$ 3.826.754,00 milhões, serão transferidos em parcela única para a conta da SSP.

Da quantia mencionada acima, R$ 2.689.406,00 milhões deverão ser destinados para ações de investimentos e R$ 1.137.348,00 milhão para ações de custeio.

O segundo Termo tem valor de R$ 15.383.290,00 milhões, que também cairão na conta da pasta comandada por Jefferson Portela de forma única. A divisão da quantia milionária segue o mesmo procedimento já citado nessa reportagem: R$ 10.757.625,00 milhões para investimentos e R$ 4.625.665,00 milhões para outros tipos de despesas.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

3 comentários em “Governo Bolsonaro repassa quase R$ 20 milhões para a Segurança Pública do MA”

Se quiser fazer uma citação desse artigo no seu site, copie este link

  1. Lima

    SERIA IMPORTANTE BOTAR CÂMERAS DE SEGURANÇA NAS 217-CIDADES, NAS ENTRADAS E SAÍDAS DE TODAS AS CIDADES DO MARANHÃO, AJUDARIA MUITO A IDENTIFICAR MUITOS CASOS DE CRIMES E PISTOLAGENS, MUITO DINHEIRO NA SEGURANÇA PRA INVESTIR.

  2. Paulo Costa

    Com essa dinheirama toda todo cuidado com essa turma da ssp é pouco…

  3. Silva

    Nunca vi um presidente mandar tanto dinheiro para o Maranhão como o Bolsonaro. Voto nele em 2022, por conta dessas ajudas inigualáveis.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários