Poder

Advogados são investigados por suposto crime de apropriação indébita em Codó

Os advogados Gustavo Henrique Branco de Oliveira (OAB/MA 10238) e Guilherme Henrique Branco de Oliveira (0AB/MA 10063) estão sendo alvos de uma investigação criminal por suposto crime de apropriação indébita contra Raimundo Ferreira Veras em Codó.

O Procedimento Investigatório Criminal foi instaurado pelo titular da 1ª Promotoria de Justiça de Codó, Carlos Augusto Soares.

Segundo o documento obtido pelo Blog do Neto Ferreira, estava tramitando na 1ªPJC a Notícia de Fato SIMP 000031-259/2021 instaurada para apurar o suposto crime. Após o esgotamento do prazo do procedimento e pela necessidade do aprofundamento dos fatos, o Parquet decidiu converter a NF em PIC.

O promotor de Justiça determinou o levantamento das informações que permitam melhor apurar as responsabilidades, alcançando todos os sujeitos e abarcando todos os fatos possíveis, seja mediante a requisição de informações, inspeções, certidões, depoimentos pessoais, perícias seja por quaisquer outros meios legais que se mostrem necessários.

Os investigados tem 10 dias para se manifestar sobre o caso.


Acompanhe o Blog do Neto Ferreira também pelo Twitter™ e pelo Facebook.

Deixe um comentário:

Formulário de Comentários